Batman: Assault on Arkham (Esquadrão Suicida a Animação).

Salve Nosetmaníacos, eu sou o Marcelo Moura e hoje falarmos de mais uma animação da DC Comics com Batman e o Esquadrão Suicida.

batman-assault-on-arkham-1

Batman: Ataque ao Arkham (2014):
Batman: Assault on Arkham é uma animação lançado diretamente em vídeo e que faz parte dos filmes originais da DC Universe Animated. A história é baseada no universo do consagrado game Batman: Arkham, que tive o prazer de zerar e é uma sequencia direta de Batman: Arkham Origens. Dirigido por Jay Oliva & Ethan Spaulding, com roteiro de Heath Corson e produzido por James Tucker.

b0

Sinopse: Batman, que procurava uma bomba nuclear escondida pelo Coringa, resgata o Charada quando o bandido estava prestes a ser assassinado por agentes enviados por Amanda Waller e o envia de volta ao Asilo Arkham. Waller persegue o Charada porque ele roubou segredos do Esquadrão Suicida e ameaça liberá-los na internet. Ela resolve recrutar um novo Esquadrão Suicida para invadir Arkham e recuperar a bengala onde o Charada escondeu as informações. Capturando os veteranos Pistoleiro e Capitão Bumerangue e os reúne com a Aranha Negra, Arlequina, KGBesta, Nevasca e Tubarão-Rei para a nova missão. Para evitar que fujam, Amanda implanta nanobombas nas nucas dos vilões. Os vilões são enviados a Gotham City, onde recebem armas, equipamentos além das plantas e informações do Arkham, fornecidas pelo Pinguim. Dando início ao plano, Arlequina se deixa capturar pelo Batman e volta ao Arkham, enquanto os outros se disfarçam de guardas e funcionários. Mais tarde, Batman desconfia da atitude de Arlequina e resolve investigar o lugar, se defrontando com o Esquadrão Suicida. Durante a luta, o Coringa escapa e vai até onde está escondida a bomba nuclear, ameaçando explodir a cidade.

batman-1_mini

Crítica: Com um Batman a cara do ator Ben Afleck e o Pistoleiro a do Will Smith, um pouco mais bombado, esta Imperdível adaptação dos games para a tela deve ser quase 60% do roteiro que esperamos ver no filme do Esquadrão Suicida e seus personagens adaptados. Batman: Assault on Arkham é um dos desenhos mais realísticos da DC que você pode confundir facilmente com um filme, dado os detalhes e a forma de apresentação. Todos os personagens estão humanizados demais em seus traços, deixando bem para trás as HQs ou outras animações da Liga da Justiça com aquele traço reto e queixudo. Assalto a Arkham muda as características principais de vários personagens, dando um lado mais sombrio para alguns como Pinguim ou humanizando outros, como o Pistoleiro. Além disso existe uma questão cinematográfica de características mais profundas, como o triangulo amoroso entre o Pistoleiro, Arlequina e o Coringa, coisa que deveremos ver também no filme, assim como a relação de respeito entre personagens como o Pistoleiro e Batman ou de poder entre Waller e Batman. Este foco dá o valor aos atores mais caros do filme, Ben Afleck e Will Smith, elevando o nível do Pistoleiro de solitário coadjuvante para um líder de equipe na animação e a toda poderosa Amanda Waller, que cada vez tem um papel mais importante na Nova DC. É o segundo desenho seguido que a vejo como uma sombra do presidente dos EUA, quando o assunto são os heróis e vilões, só que ela manipula ao seu bel prazer, exatamente como na série Arrow. Não há o que reclamar da direção de Jay Oliva & Ethan Spaulding, que como já dissemos, optam por não seguir o traço já consagrado da TV com a Liga da Justiça e todo nosso louvor ao roteiro de Heath Corson, que o faz como um teste para o filme de 2016 e a impecável produção de James Tucker, recriando conceitos dos personagens para esta aventura. Mas infelizmente como nem tudo é perfeito, pois assim como em Batman: Assault on Arkham , tivemos também a ótima animação Lanterna Verde: Primeiro Voo (2009), o filme Lanterna Verde (2011) foi um desastre, dificilmente teremos no filme do Esquadrão Suicida as participações especiais do Pinguim, Charada ou Comissário Gordon, que aqui na animação tem uma presença incrível no universo do Batman, principalmente o surpreendente e assustador Pinguim que vale muito a pena assistir e se arrepiar. Agora é só torcer, fãs. da DC.

filme-1

 

Gostou da matéria, é só seguir o meu instagram para acompanhar lançamentos e opinar: https://www.instagram.com/marcelo.moura.1253/

Mais do NoSet

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.