Tomb Raider nos jogos, quadrinhos e filmes. - NoSet
Games

Tomb Raider nos jogos, quadrinhos e filmes.

Tomb Raider apareceu pela primeira vez em 1996, quando foi lançado para Sega Saturn, em seguida para PlayStation 1. Na época o game foi desenvolvido pela extinta Core Design e publicado pela Eidos Interactive. Vale dizer que a Eidos tornou-se oficialmente parte da Square Enix, em 22 de abril de 2009.

Lara Croft com certeza é uma personagem bastante conhecida no mundos dos games. Desde o lançamento do primeiro Tomb Raider, em 1996, as séries tiveram um grande lucro e Lara transformou-se num dos principais ícones da indústria dos videogames. Em 2006 o Guiness Book reconheceu Lara Croft como “a Melhor Aventureira Heroína do Mundo dos Games.

Com o grande sucesso do primeiro game, certamente iríamos ver a personagem novamente, e foi o que aconteceu.

Desde então, Tomb Raider se tornou em uma franquia renomada, com altos e baixos.

Foram no total 10 jogos, sendo que em 2013 o game sofreu um reboot, com o game Tomb Raider.

A história de Tomb Raider decorre em Yamatai, uma ilha onde a protagonista e os seus amigos naufragaram. Lara tem que salvá-los, além de ter que lutar contra os habitantes e os perigos naturais da ilha. A jogabilidade foca-se mais na sobrevivência e na ação, embora também se possa usar a exploração para conhecer Yamatai, revisitando locais, ou tentar completar missões secundárias, como as tumbas de desafio opcionais.Com o sucesso do game, Tomb Raider ganhou o primeiro filme baseado na série. O filme foi intitulado de Lara Croft: Tomb Raider e lançado em 2001.

O filme foi dirigido por Simon West e protagonizado por Angelina Jolie como a heroína Lara Croft. Com um lucro de $274 milhões mundialmenteTomb Raider se tornou a maior bilheteria inspirada em um game. O filme ganhou uma continuação Lara Croft: Tomb Raider – A Origem da Vida trazendo de volta Angelina Jolie como Lara Croft.

Os filmes seguem um padrão visto nos games, Lara Croft em busca de tesouros, enfrentando inimigos e resolvendo enigmas. Além de ser exposta ao mais terrível nível de sobrevivência.

Não é de hoje que os jogos adaptados para as telonas sofrem um certo repúdio por parte de seu público, e não é pra menos, já que essas adaptações (quase) sempre não dão certo.

Isso foi o que aconteceu com Lara Croft: Tomb Raider. Um filme com roteiro bem fraco e a história nada cativante; o que salva é atuação de Angelina Jolie. Ninguém pode negar que a Angelina Jolie é a encarnação de Lara Croft, sendo a atriz perfeita, com sua sensualidade, coragem e o espírito de aventura presente na personagem dos jogos.

Angelina Jolie foi chamada novamente para interpretar Lara Croft em Tomb Raider – A Origem da Vida.

E novamente foi uma adaptação bem abaixo de sua grandeza, mas ainda sim sendo melhor que o primeiro.

É notório que o filme teve uma pequena evolução em seu roteiro, mas continuava previsível e com diálogos monótonos.

Novamente Angelina Jolie salva o filme com sua atuação.

Tomb Raider: A Origem, reboot da série nos cinemas

Em 2011, a GK Films adquiriu os direitos do filme planejando lançar uma reinicialização da história de origem. Em 12 de junho de 2013, a MGM escolheu Marti Noxon para escrever o roteiro. Em 25 de fevereiro de 2015, o Deadline informou que a Warner Bros se uniria à MGM para fazer o filme e que Evan Daugherty escreveria o roteiro. Em março de 2016, o diretor confirmou que o filme seria baseado no jogo eletrônico de 2013, partindo de sua história de origem.

Em 10 de março de 2016, o Deadline informou que a WB e a MGM estavam procurando por uma atriz para o papel principal e que Daisy Ridley, que estrelou Star Wars: The Force Awakens, estava na lista de possíveis atrizes. Mais tarde, em 28 de abril, o The Hollywood Reporter confirmou que Alicia Vikander tinha assinado para atuar no papel principal no filme.

No filme, Lara Croft estabelece em sua primeira expedição para terminar a pesquisa arqueológica do seu pai e descobrir segredos antigos, a fim de limpar seu nome desonrado. A tragédia começa quando sua aventura se transforma em uma luta pela sobrevivência.

O filme agora apresenta um enredo mais complexo, e que sabe onde quer chegar.

“Para quem jogou Uncharted: Drake’s Fortune irá notar uma grande semelhança na história”.

A atuação de Alicia Vikander é bastante favorável, dando ao universo Tomb Raider o verdadeiro tom de sobrevivência.

Por tudo isso, o filme é bem melhor que os dois primeiros, pelo enredo. E pode ser ainda melhor, já que o filme deixa uma brecha para uma continuação.

“Tomb Raider: A Origem” estreou em 15 de março. Leiam nossos reviews do filme:

João Rafael: http://noset.com.br/critica-tomb-raider-origem-lara-croft-de-vikander-tem-potencial-mas-historia-estaciona/

Franz Lima: http://noset.com.br/tomb-raider-origem-uma-boa-retomada-para-as-aventuras-de-lara-croft/

HQ.

Há muitas histórias da heroína também nos quadrinhos, publicados pela Top Cow Productions/Image Comics. A Dark Horse Comics é a atual responsável pelas edições com Lara Croft.

No Brasil algumas das histórias foram publicadas pela extinta Ação Games. A editora Devir publicou a graphic novel Em Busca de Shangri-lá.

Com um universo tão grande, histórias marcantes e uma franquia que já dura mais de duas décadas, os fãs da personagem aguardam por uma adaptação cinematográfica que esteja à altura desse universo de aventuras, emoção e suspense. Bases de dados para pesquisa e inspiração não faltam…

 

Clique para comentar

Deixe uma resposta

NoSet é um lugar para se divertir e descobrir curiosidades sobre cinema, séries, HQ’s, games, músicas, livros e muito mais. Além de notícias você também pode ouvir nossas opiniões pelo podcast, sempre de um jeito inteligente e descontraído. Sejam bem-vindos e sintam-se na poltrona do seu cinema favorito.

Assinar NoSet por Email

Digite seu endereço de email para receber notificações de novas publicações por email.

Junte-se a 118.167 outros assinantes

Facebook

Copyright © 2016

Topo