A Torre Negra, O Pistoleiro - Resenha - NoSet
Livros & HQs

A Torre Negra, O Pistoleiro – Resenha

Sou suspeito para falar da série como um todo, pois é de longe a minha coleção favorita, mas vamos lá.

A Torre Negra é considerada por muitos fãs a Obra Máxima de Stephen King. Nela acompanhamos a Saga de Roland Deschain, um pistoleiro que é o último de sua linhagem, nesse mundo os pistoleiros eram como os cavaleiros da tábula redonda e defendiam a ordem.

 

A Torre Negra_NoSet (2)
Em O Pistoleiro ele está caçando o Homem de preto por informações sobre a Torre Negra (que dá título a série) pois acredita que ela pode salvar o seu mundo, que “Seguiu adiante”.

A Série principal conta com 8 livros, mas existem histórias em quadrinhos, um conto, e várias ligações com outras obras de King que expandem esse universo.

O Pistoleiro é onde King nos apresenta esse mundo “que seguiu adiante” um cenário de faroeste pós-apocalíptico e é aqui que começamos a acompanhar a jornada de Roland na caça ao Homem de Preto e a Torre.

“O Homem de Preto seguia pelo deserto e o Pistoleiro seguia atrás”

O Pistoleiro serve como introdução a saga, conhecemos o caráter de Roland e do que ele é capaz. Ele é uma pessoa amargurada pelo seu passado e que é capaz de tudo para alcançar seu objetivo (chegar a Torre Negra e salvar seu mundo), ele sacrificou boa parte de sua vida e de seus relacionamentos devido a sua busca, mas continua acreditando que tudo será consertado quando subir a Torre e encarar aquele que a comanda.

Acredito que todo herói deve ter um vilão a sua altura e é aqui também que conhecemos O Homem de Preto e todo seu poder. Um jogador voraz que faz jus em ser o grande vilão da vida de Roland.

Outro personagem de destaque é Jake, que faz a primeira menção a mundos alternativos.

Jake aparece no mundo de Roland sem saber como, vindo de uma Nova York que conhecemos mas de uma época diferente, ele faz essa primeira ligação do nosso mundo ao do pistoleiro.
O livro, apesar de não se aprofundar diretamente na busca da Torre em si (que começa realmente no terceiro volume da série: “As Terras Devastadas”), é bom o suficiente para despertar nossa curiosidade, cheio de ação (a batalha em Tull é sensacional!) é bem diferente dos habituais livros de King onde prevalece o terror misturado ao cotidiano, O Pistoleiro se encaixa bem melhor como livro de Fantasia (Para não achar estranho, King tem outro livro de fantasia, chamado Os Olhos do Dragão, e que está ligado a Torre Negra).

 

A Torre Negra_NoSet (1)

 

Podemos considerar esse volume da série como sendo um nº 0, ele serve de introdução para a ambientação e tons do mundo que Roland vive.

Curiosidades:

Em março de 1970, Stephen King começou a escrever quando tinha apenas 19 anos, tendo como inspiração os livros de J. R. R. Tolkien e filmes de caubóis do Velho Oeste. Os cinco capítulos do livro foram primeiramente publicados na revista The Magazine of Fantasy & Science Fiction:

“The Gunslinger” (Outubro de 1978)
“The Way Station” (Abril de 1980)
“The Oracle and the Mountains” (Fevereiro de 1981)
“The Slow Mutants” (Julho de 1981)
“The Gunslinger and the Dark Man” (Novembro de 1981)
A primeira publicação do texto integral ocorreu em 1982, como uma edição limitada, sendo publicado em grande escala apenas 1988.

Em 2003, King revisou a versão original do livro acrescentando ou retirando algumas passagens, com o objetivo de manter o primeiro volume coerente com o restante da série.

 

A Torre Negra_NoSet (1)

 

A Série de livros vai ganhar uma adaptação/Continuação para os cinemas que será lançado em Fevereiro de 2017.

5 Avaliações

5 Comments

  1. Mariana Palma Configurações

    19 de julho de 2016 em 18:09

    Oi Welton
    A Torre Negra é uma das minhas séries preferidas, embora ainda não a tenha concluído. Quando li O Pistoleiro achei tudo tão parado (à exceção de Tull e a o tiroteio foi mesmo maravilhoso) que pensei em desistir da série. Mas o final do livro foi demais! Toda àquela viagem sobre o universos e tudo mais me deixaram louca querendo saber o resto. Recentemente reli O Pistoleiro e minha visão mudou completamente. Simplesmente amei o livro, pude pegar vários fatos que me passaram despercebidos na primeira vez e isso enriqueceu horrores a história.
    Cada vez eu amo mais essa série <3

    http://perfectpick001.blogspot.com.br/2016/06/o-pistoleiro-stephen-king.html

    • Welton Rodrigues

      Welton Rodrigues Configurações

      20 de julho de 2016 em 12:52

      Oi Mariana! Obrigado por ler a matéria!
      A Torre é minha série de livros preferidas! Já li todos os livros e estou relendo eles, no momento estou na metade do As Terras Devastadas.
      Quando se lê pela primeira vez a Batalha de Tull é algo muito marcante mesmo, assim como o final e o diálogo com O Homem de Preto, garanto que depois que você ler a saga toda ainda vai encontrar mais segredos escondidos nesse livro. Mas a aventura está apenas começando, existem vários e vários momentos épicos durante toda a saga.
      É simplesmente incrível o final
      Acompanhe o site que em breve vou escrever sobre os outros livros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo