Independence Day – ID4: Resurgence (2016).

Salve Nosetmaníacos, eu sou o Marcelo Moura e hoje falamos da continuação de um clássico filme de 1996.

id 8

Independence Day: O Ressurgimento (2016): Direção, roteiro e produção Roland Emmerich, baseado em Independence Day, elenco Liam Hemsworth, Jeff Goldblum, Bill Pullman, Judd Hirsch, Vivica A. Fox, Brent Spiner, Charlotte Gainsbourg, Jessie Usher, Maika Monroe, Sela Ward e William Fichtner.

id 4

Sinopse: Nos vinte anos após a invasão extraterrestre do primeiro filme, a comunidade internacional se une em uma sociedade pacífica em prol de reconstruir a civilização, e avança sua tecnologia armamentista e aerospacial ao realizar engenharia reversa na tecnologia recuperada dos alienígenas abatidos. Para prevenir contra novos invasores, foi criada a Earth Space Defense (ESD), um programa de defesa global unida sediado na Área 51 que inclui uma bases militares na Lua, Marte e Reia. A ESD é liderada por David Levinson, um dos heróis da guerra de 1996 ao invadir a nave-mãe alienígena junto do Capitão Steven Hiller, que faleceu nos anos seguintes testando uma das naves com tecnologia extraterrestre. O enteado de Steven, Dylan Dubrow-Hiller é capitão na ESD. O ex-presidente Thomas J . Whitmore é assombrado pelo seu contato telepático com os extraterrestres na guerra de 1996, e sua filha Patricia trabalha na Casa Branca para a atual presidente, Elizabeth Lanford. Patricia é noiva do piloto da ESD Jake Morrison, atualmente cumprindo serviço punitivo na Lua por causar problemas que já o fizeram brigar com Dylan. Em 2016, Levinson vai para a África inspecionar a única nave alienígena que pousou em 1996, uma região onde as tribos locais tiveram de lutar com os invasores que desembarcaram por duas décadas. Lá ele encontra Dra. Catherine Marceaux, outra cientista da ESD, e ambos são guiados pelo chefe militar Dikembe Ubuntu até a nave. Levinson e Marceaux descobrem que os alienígenas conseguiram enviar um sinal de socorro aos seus outros batalhões antes de sua derrota final. Eventualmente uma nova frota de batalha ainda maior surge para ameaçar a humanidade mais uma vez.

id 6

Crítica: Fiquei triste ao saber que Will Smith tinha pulado do barco e se recusado a fazer ID4 2016, mas hoje tenho certeza que fez certo e que o filme é apenas efeitos especiais grandiosos e um roteiro para lá de confuso e sem nenhum carisma sem sua presença. Desculpe Will, você tinha razão, Emmerich tenta descaradamente criar uma franquia do nada, com conceitos absurdos, buracos imensos no roteiro e um elenco sem a menor química. Uma pena que o bom diretor de interessantes filmes de ação como O Dia Depois de Amanhã (2004), O Ataque (2013), Stargate (1994), 10.000 AC (2008), 2012 (2009) e O Patriota (2000) tenha praticamente se vendido ao criar um roteiro abertamente comercial e vendido, onde nada se explica e tudo acontece em um ritmo alucinante, em que você se perde se virar o rosto. De poderosos e invencíveis alienígenas que invadem a Terra novamente a facilmente batidos devido a uma artimanha. Do mundo sendo invadido a uma solução caseira que salva a todos, de novo? Isso No elenco Liam Hemsworth tem que comer ainda muito feijão para parecer um ator de qualidade, além de ser a cara do seu irmão Thro da Marvel. Jeff Goldblum repete seu papel com qualidade, mas sem um roteiro para garantir bons momentos e Bill Pullman parece um ator de filme de terror, inexplicável a virada de seu personagem e sua atuação, parece um fantasma do passado. Curiosamente eu não entendi o que aquela bola tinha de tão especial, chegou do nada prometendo milhares de coisas e só serviu para ser a isca e a ancora para a terceira produção, quase um Guia do Mochileiro da Galáxia ou Ben 10. Se ela fosse tão boa assim, porque seu povo foi destruído e por que, do nada, ela virou a salvação da Terra, já que as informações que ela possuía também não venceram os inimigos? Com o orçamento de US$ 165 milhões, o filme entregou a interessante casa de US$ 338 milhões de bilheteria de todo mundo e termina prometendo ser um Gear of Wars dos games no cinema em sua próxima continuação se houver.

id 2

Curiosidades: A possibilidade de uma sequência para Independence Day tinha sido discutida, e o produtor e escritor do filme, Dean Devlin, uma vez afirmou que a reação do mundo aos ataques de 11 de setembro o influenciou a considerar fortemente a fazer uma sequência do filme. Devlin começou a escrever um esboço de um roteiro com Emmerich, mas em maio de 2004, Emmerich disse que ele e Devlin tinham tentado “descobrir uma maneira de como continuar a história”, mas que este acabou não andando, e os dois abandonaram a idéia. Em outubro de 2009, Emmerich disse que mais uma vez tinha planos para uma sequência, e, desde então, é considerada a hipótese de fazer duas sequências para formar uma trilogia. Em 24 de junho de 2011, Devlin confirmou que ele e Emmerich descobriram uma idéia para as sequências e tinham escrito um tratamento para ele, com tanto Emmerich e Devlin tiveram o desejo de Will Smith para retornar para as sequências. Em outubro de 2011, no entanto, as discussões para Smith retornando foram interrompidas, devido à recusa de Fox para fornecer o salário de 50 milhões dólares exigidos por Smith para as duas sequências. Emmerich, no entanto, fez garantias de que os filmes seriam filmados, independentemente do envolvimento de Smith. Em julho de 2012, Devlin reiterou que a sequência de Independence Day estava em desenvolvimento, e o script original era de 2012, 16 anos após os eventos do filme original. Em março de 2013, Emmerich afirmou que os títulos dos novos filmes seria; ID: Forever – Part 1 e Part 2.

Os filmes ocorreriam 20 anos após o original, quando os reforços da raça alienígena original seriam chegar à Terra depois de finalmente receber uma chamada de socorro. Bill Pullman confirmou sua participação, embora Will Smith não fosse. Os novos filmes aconteceriam sobre a próxima geração de heróis, incluindo o enteado da personagem de Smith no filme original. Em maio de 2013, Roland Emmerich e Dean Devlin mencionaram que buracos de minhoca seriam usados como um dispositivo do lote em ID Forever e acrescentou que eles gostariam que Jeff Goldblum para reprisar seu papel a partir do original. Em junho de 2013, Emmerich confirmou à imprensa americana de que Will Smith não estaria retornando para a sequência, porque “ele é muito caro”. Mais tarde, em junho, foi confirmado oficialmente que tanto Goldblum e Pullman voltariam na sequência. Em 26 de setembro de 2013, o ator Michael B. Jordan foi dito ter sido considerado para um papel no filme, descartado a participação deste ator no filme. Em 29 de maio de 2014, foi anunciado que o roteiro para a primeira sequência escrito por Emmerich e Devlin seria reescrito por Carter Blanchard. Em 26 de Novembro de 2014, o Prazo confirmado pela Fox e foi dado sinal verde para um único filme, e eles estavam em negociações com Emmerich para dirigir o filme, enquanto a fundição foi relatada para começar após a confirmação de Emmerich. Após o anúncio do segundo filme, a 20th Century Fox também confirmou um terceiro, mas Roland Emmerich afirmou que o estúdio só aprovará dependendo do resultado de Resurgence na bilheteria. Sua ideia para uma nova continuação envolve viagem intergaláctica.

id 5

Gostou da matéria, é só seguir o meu instagram para acompanhar lançamentos e opinar: https://www.instagram.com/marcelo.moura.thor/

Mais do NoSet

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.