Wishmaster: O Mestre Dos Desejos de Wes Craven e Robert Kurtzman.

Salve Nosetmaníacos, eu sou o Marcelo Moura e hoje falamos de mais uma franquia de terror B que vale a pena voce conferir, um tipo de slacher mágico que engana todos os seus desejos.

O Mestre Dos Desejos (1997)

Direção Robert Kurtzman, produção Wes Craven, Pierre David, Russell D. Markowitz e Clark Peterson, roteiro Peter Atkins, elenco Tammy Lauren, Andrew Divoff e Robert Englund, com um baixíssimo orçamento em torno de US$ 5 milhões e uma bilheteria de US$ 16 milhões, Wishmaster é uma das mais deliciosas franquias de terror, tendo seu primeiro filme produzido em 1997. O filme conta com muitos atores populares de filmes de terror no elenco, como: Robert Englund (Freddy Krueger da “A Hora do Pesadelo” , “Lenda Urbana”), Kane Hodder (“Casa do Espanto II”, “Última Sexta-Feira”), Tony Todd ( “Candyman”, “A Rocha”, “O Corvo”, “Platoon”) e Ted Raimi (“Darkman”, “O Grito”). É o único filme da franquia a ser lançado primeiramente nos cinemas e depois em vídeo. Os quatro seguintes foram direto para o vídeo.

Sinopse: Poder, magia e maldade, um dos piores gênios do mal, conhecido como Djinn foi acordado do seu sono milenar. Para recuperar o seu reinado de terror, tudo o que Djinn precisa é convencer Alex, a jovem que acidentalmente o despertou, a fazer três pedidos. Mas ela percebe rapidamente, quando faz a Djinn um pedido, que os seus sonhos maus se tornam realidade. É apenas o início de pesadelos horríveis. Ela agora precisa enfrentar a terrível criatura, que está a transformar o planeta em um verdadeiro inferno e descobrir o único desejo que pode libertar a humanidade.

Crítica: Wishmarter é um dos meus filmes B preferidos, principalmente por ser produzido pelo mestre do terror em filmes baratos e cults, Wes Craven. O diretor Robert Kurtzman criou junto com Craven um mito do cinema de terror, o Djin (Gênio) é um dos piores e mais malévolos vilões do cinema e é uma pena que não teve o mesmo reconhecimento que vilões como o Pinhead, Jason, Chucky ou Freddy .

No elenco Andrew Divoff como The Djinn e Nathaniel Demerest se imortalizou no papel principal do gênio do mal, mas também fez filmes importantes no cinema como Força Aérea 1 (1997), Indiana  Jones (2008), 48 Parte 2 (1990) e Caçada a Outubro Vermelho (1990).

Curiosidades: Wishmaster é notável por apresentar muitos atores de filmes de terror populares. Robert Englund , que era Freddy Krueger na série Nightmare on Elm Street , interpretou um colecionador de antiguidades, Kane Hodder , que interpretou Jason Voorhees na sexta-feira da 13ª série, interpretou um guarda de segurança, Tony Todd de Candyman, Ted Raimi de Candyman , Darkman , Evil Dead II e Army of Darkness , Ricco Ross de Aliens , Joseph Pilato de Dia dos Mortos , Reggie Bannister é a voz de Angus Scrimm em Phantasm, Jenny O’Hara de Demônio, o filho de Jack Lemmon conhecido como Chris Lemmon de Just Before Dawn e George “Buck” Flower , ator com pequenas participações em vários filmes de terror dos anos 1980 e início de 1990, muitas deles dirigido por outro mestre do terror John Carpenter. Também é interessante notar uma estátua Pazuzu, uma personificação da figura demoníaca que possuía a personagem de Linda Blair na série Exorcista. Uma referência velada ao Mthos de Cthulhu pode ser ouvida no encantamento usado para aprisionar o Djinn; As palavras “Nib Shuggurath”, um Spoonerism de Shub Niggurath. O roteirista Peter Atkins também é conhecido pelo seu trabalho em Hellraiser.

Wishmaster foi lançado com um orçamento estimado de US$ 5 milhões e seu total bruto somente nos EUA foi de US$ 16 milhões. Durante o seu fim de semana de estréia nos cinemas, de 19 a 21 de setembro de 1997, o filme fez US$ 6 milhões de bilheteria, colocando-o em terceiro lugar nas bilheterias, atrás de In & Out, que estreou no primeiro lugar, e The Game em sua segunda semana. O filme foi amplamente criticado pelos críticos. Ele atualmente detém uma classificação de aprovação de 21% no site do agregador de revisões Rotten Tomatoes , qualificando-o como “podre”. San Francisco Chronicle chamou-o “uma extravagância de maus efeitos especiais e agindo pior”. Wishmaster gerou três sequelas, todas as quais foram lançadas direto para vídeo.

O Wishmaster 2: Evil Never Dies , dirigido e escrito por Jack Sholder, foi lançado em 1999. Andrew Divoff retomou seu papel como Djinn. Para derrotar o Djinn em Wishmaster 2 , a heroína usa o encantamento usado pelo feiticeiro para aprisionar o Djinn no início do primeiro filme. Wishmaster 3: Beyond the Gates of Hell , dirigido por Chris Angel, escrito por Alex Wright, foi lançado em 2001. Divoff não voltou para este filme eo Djinn foi interpretado por John Novak . Para derrotar o Djinn neste filme, o Waker deseja a ajuda do anjo Michael e com sua espada acaba matando o Djinn. Wishmaster: The Prophecy Fulfilled , dirigido por Chris Angel e escrito por John Benjamin Martin, foi lançado em 2002. A filmagem começou logo após o fim de semana após a conclusão do Wishmaster 3 em 2000. O papel do Djinn foi novamente de  John Novak . Neste filme final, o Djinn é morto pelo namorado paraplégico do Waker por um desejo que ele fez para ter uma arma que poderia matar o Djinn. O Waker realmente fez um terceiro desejo no início do filme, mas o Djinn é incapaz de conceder o desejo para o Waker amá-lo para quem ele realmente é desde que o amor deve ser dado livremente.

O Mestre dos Desejos 2 – O Mal nunca morre (1999):

Direção Jack Sholder, produção Tony Amatullo e Robert Lansing Parker, roteiro Peter Atkins, Jack Sholder, elenco Holly Fields, Chris Weber e Al Foster. Com um orçamento estimado na metade do se antecessor, de US$ 2.500.000, Wishmaster 2: Evil Never Dies é um filme de terror, produzido nos Estados Unidos em 1999, co-escrito novamente por Peter Atkins e Jack Sholder. Sequência do filme O Mestre dos Desejos (1997), estreou na televisão americana em 12 de março de 1999 e foi lançado diretamente em DVD, em agosto do mesmo ano. Sua continuação é O Mestre dos Desejos 3 – Além da Porta do Inferno (2001).

Sinopse: O Djinn é acordado novamente durante um assalto mal sucedido. Agora ele está solto, transformando os mais profundos desejos nos piores pesadelos das pessoas. O Djin oferece-se para ser preso no lugar dos criminosos com a intenção de ir para a prisão, onde poderá coletar as 1001 almas que precisa para realizar os desejos de sua libertadora e líder do grupo, Morgana, a qual recusa-se a fazê-los enquanto conhece a história do ser maligno ser. Auxiliada por um padre, ela terá de elaborar o desejo perfeito para aprisioná-lo mais uma vez.

Crítica: Sem o charme do elenco de principal do primeiro filme, mas ainda com aquele delicioso humor negro que encantou fãs de filmes B, Jack Sholder (A Hora do Pesadelo) consegue contar uma história deliciosa e não dever quase nada a seu antecessor, principalmente na parte da prisão, onde eu me diverti demais.

No elenco a volta de Andrew Divoff como The Djinn e Nathaniel Demerest, Bokeem Woodbine que participou de filmes como Homem Aranha, Fargo, Riddick e o Vingador do Futuro e Tony Todd de Candyman.

Curiosidades: O filme recebeu muitas críticas negativas e atualmente detém um 0% “Rotten” em Rotten Tomates com base em nove avaliações. Durante sua entrevista para o documentário “Behind the Curtain Part II” (2012), o escritor / diretor, Jack Sholder, teve a dizer sobre o filme: “Essa é uma obra que eu tenho sentimentos muito mistos porque há partes dele que eu realmente gosto, mas eu acho que, em suma, é um pouco ruim. Para dizer a verdade, eu não vi desde que eu o estava fazendo e eu pensei que era bom.Eu pensei que era um pouco engraçado ou inteligente e definitivamente sinto que tem mérito.Do que eu posso resumir, é um daqueles filmes que divide as pessoas Algumas pessoas não gostam, outras gostam e você sabe, também foi uma sequela de um filme que eu achava que não era um bom filme, é um filme que eu fiz e não me arrependo. Você sabe que há um monte de coisas que eu acho que é muito bom a partir dele, como a cena do cassino que era muito boa.”

O Mestre dos Desejos 3 – Além da Porta do Inferno (2001):

Direção Chris Angel, roteiro Alex Wright e Peter Atkins, elenco Jason Connery, A.J. Cook e Tobias Mehler. Wishmaster 3: Beyond the Gates of Hell é um filme de terror, produzido nos Estados Unidos em 2001, co-escrito novamente por Peter Atkins e Alex Wright e dirigido pela primeira vez, sendo o terceiro diretor da franquia, Chris Angel. Foi lançado diretamente em vídeo e  filmado em locação no Canadá, classificado como proibido para menores de 16 anos por conter cenas de extrema violência, sexo e linguagem obscena. Teve uma quarta continuação e final chamada O Mestre dos Desejos 4 (2002).

Sinopse: Ao acidentalmente acordar o Djinn, durante uma pesquisa na universidade, a jovem Diana que estuda religiões e mitologia antiga, vive a maior aventura de sua vida enquanto tenta fugir em meio à matança desenfreada. Levada a estranhos lugares e esconderijos, ela descobre que o único jeito de derrotar o ser é invocando um arcanjo para que lute com o Djinn e o derrote para sempre.

Crítica: Como todo filme B que se torna franquia, a regra é clara quanto a queda de qualidade do filme. O Mestre dos Desejos sofre do mesmo problema em relação ao seu primeiro e isso fica bem claro nesta continuação sem nenhum charme ou interesse. Chris Angel consegue o feito de dirigir o 3 e 4 filme da franquia, e ficar por ai no cinema sem nenhuma referencia ou crédito por isso.

Com um elenco de seriados de TV, vale a pena citar a entrada de John Novak (Lendas da Paixão) como The Djinn, que não tem o charme ou o crédito de Andrew Divoff. A.J. Cook (Criminal Minds) como Diana Collins.

O Mestre dos Desejos 4 (2002):

Direção Chris Angel, roteiro Peter Atkins e John Benjamin Martin, elenco Tara Spencer-Nairn, Michael Trucco e Jason Thompson. Wishmaster 4: The Prophecy Fulfilled é um filme de terror, produzido nos Estados Unidos em 2002, co-escrito pela quarta vez por Peter Atkins e John Benjamin Martin e dirigido pela segunda vez por Chris Angel. Esse quarto e último filme da quadrilogia O Mestre dos Desejos, foi filmado em 2000, logo após “O Mestre dos Desejos 3 – Além da Porta do Inferno” com separação de apenas 3 dias entre o término de um e início de outro.

Sinopse: Depois de ser mais uma vez despertado, o mestre dos desejos incorpora no advogado de uma moça e tenta realizar três desejos dela, para libertar demônios destruidores sobre a terra. Mas tudo se complica quando a jovem lança seu último pedido: o inesperado desejo de amar a maligna criatura.

Crítica: Três filmes feitos a pressa, quase filmados consecutivamente, é claro que não dá para pedir alguma qualidade neste trabalho de Peter Atkins, que roteirizou os quatro filmes. Chris Angel repete na direção a mesma qualidade que apresentou no filme anterior e manteve os mesmo erros, um filme desinteressante e sem nenhuma qualidade.

No elenco a inexpressiva Tara Spencer-Nairn como Lisa Burnley. Tara fez mais de dez filmes em Hollywood e nunca se destacou e nenhum, não vai ser neste, né. Victor Webster como Caçador tem no seu histórico cinematográfico vários filmes e séries, mas curiosamente esteve em filmes B como Escorpião 3 e 4.

Curiosidades: Os dois últimos filmes foram filmados em Winnipeg , Manitoba , Canadá . Em uma cena onde o Djinn mostra Lisa uma ilusão do paraíso, estão estando em um lago no parque de Assiniboine , um local notável para a cidade. O Assiniboine Park Pavilion pode ser visto logo acima da linha de árvore no fundo da cena.

Em 2006 foi lançado o filme Leprechaun vs Wishmaster, mas não vamos citá-lo aqui por falta de informação sobre o mesmo.

Gostou da matéria, é só seguir o meu instagram para acompanhar lançamentos e opinar: https://www.instagram.com/marcelo.moura.thor/

Mais do NoSet

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.