Freddy Krueger: A Hora do Pesadelo (1984 a 2010) – History.

Salve Nosetmaníacos, eu sou o Marcelo Moura e hoje vamos falar de mais uma daquelas franquias de terror de pouco orçamento e um sucesso mundial no cinema: A Hora do Pesadelo de Wes Craven se tornou um mito no universo cinematográfico slacher e persiste a quase 30 anos com um dos personagens mais aterrorizantes e cultuados do planeta. Com uns 3 filmes excelentes e o resto risivel, que tal lembrarmos as datas e um pouco da história desse mito dos cinemas.

A Hora do Pesadelo: 

“Um, dois, O Freddy vem te pegar,

Três, quatro, é melhor trancar a porta,

Cinco, Seis, Agarre seu crucifixo,

Sete, oito, fique acordado até tarde,

Nove, dez, não durma nunca mais”.

 

A Hora do Pesadelo (1984):
A Nightmare on Elm Street é um filme do gênero terror, dirigido e escrito por Wes Craven. Com orçamento de US$ 1.8 milhões o filme alcançou a bilheteria de US$ 25,500 milhões em todo mundo.

Curiosidades: Após ter alguns pesadelos com Freddy Krueger, Nancy tenta não dormir e para permanecer acordada. Ela assiste The Evil Dead (A Morte do Demônio) de 1981. Um pôster rasgado de The Evil Dead também pode ser visto durante o filme. Na antológica cena onde Glen é sugado para dentro de sua cama, um pôster de Saturno pode ser visto na parede de seu quarto, em referência a 2001: Uma Odisseia no Espaço. Outra obra de Arthur C. Clarke é referenciada no filme quando Nancy prepara uma série de armadilhas em sua casa, remetendo ao livro Childhood’s End.

We Craven é conhecido como do terror de baixo custo, com filmes como a franquia Pênico, O Monstro do Pântano,  Aniversário Macabro e uma dezenas de filmes que se tornaram cults, sem nenhum efeito especial e muita maquiagem.

Dois atores ficaram presos ao personagem e nunca mais puderam se desvincular dele. O ator Robert Englund com cerca de nove participações como Freddy, além de vários outros filmes de terror em sua carreira e apresentador de tv. O mesmo valeu para Heather Langenkamp, a nossa Nancy, com quatro filmes na franquia, a jovem atriz acabou ficando presa a filmes baixo orçamento de terror em toda sua carrreira.

A Nightmare on Elm Street 2: Freddy’s Revenge (1985):
A Nightmare on Elm Street 2: A Vingança de Freddy é o segundo filme da série. Direção Jack Sholder (Wishmaster).

Curiosidades: Com um orçamento de US$ 3.2 milhões, o filme rendeu US$ 29,9 milhões. Wes Craven o criador da franquia A Hora do Pesadelo recusou-se a trabalhar neste filme, porque ele nunca quis que a franquia continuasse (ele até queria que o primeiro filme tivesse um final feliz). Craven disse também que não gosta da ideia de Freddy manipular o protagonista a cometer os assassinatos.

Grande parte das críticas negativas era devido ao fato que o filme leva o roteiro em uma direção completamente diferente de seu antecessor. Ao invés de apenas perseguir os adolescentes e matá-los em seus sonhos, Freddy comete atos aleatórios de violência no mundo real, o que no anterior fez apenas brevemente.

A Nightmare on Elm Street 3: Dream Warriors (1987):
A Nightmare on Elm Street 3: Dream Warriors é o terceiro filme da série. Dirigido pelo diretor Chuck Russel (O Escorpião Rei) e roteiro de Wes Craven, o filme bateu nada menos que US$ 44 milhões de bilheteria.

Curiosidades: A droga Hypnocil que é destaque neste filme, também aparece no filme Freddy vs. Jason e é mencionado nos roteiros de Freddy vs Jason vs Ash. O hospital psiquiátrico Westin Hills reaparece no filme A Nightmare on Elm Street 5: The Dream Child.

A Nightmare on Elm Street 4: The Dream Master (1988):
A Nightmare on Elm Street 4: The Dream Master é o quarto filme da série. Dirigido por Renny Harlin (Die Hard).

Curiosidades: Com orçamento de US$ 7 milhões, o filme bateu novamente a bilheteria de US$ 44 milhões, mostrando o poder que Freddy tem sobre seus fãs.

A Nightmare on Elm Street 5: The Dream Child (1989):
A Nightmare on Elm Street 5: The Dream Child é o quinto filme da série. Direção Stephen (Predador 2, Contagem Regressiva, A Sombra e a Escuridão e Perdidos no Espaço).

Curiosidades: A música “Bring Your Daughter.to the Slaughter” de Bruce Dickinson, gravada em 1989, fez parte da trilha sonora do filme.

A Hora do Pesadelo 6 – Pesadelo Final – A Morte de Freddy (1991):
A Nightmare on Elm Street 6: Freddy’s Dead: The Final Nightmare é o sexto filme da série com uma bilheteria mundial de US$ 34 milhões.

Curiosidades: Os últimos dez minutos do filme são em 3-D. O efeito foi, graças a deus, eliminado para o VHS e versões de televisão, com a notável exceção da versão de aluguel no Reino Unido e a versão Laserdisc nos Estados Unidos. O conjunto de DVD box, lançado em 1999, inclui dois pares de óculos 3-D para uso com o efeito reintegrado.

New Nightmare (1994):
New Nightmare é o sétimo filme da longa série.

Curiosidades: O filme conta com o retorno da atriz Heather Langenkamp e Wes Craven no elenco, roteiro e na direção. Ele deveria ser realmente o encerramento da franquia e o fim do personagem, mas Robert Englund ainda retornaria para mais um filme.

Freddy vs. Jason (2003):
Freddy vs. Jason é um filme americano lançado que traz Freddy Krueger e Jason Voorhees, dois dos maiores ícones do cinema de horror da década de 1980. Direção Ronny Yu e roteiro Wes Craven e Victor Miller.

Curiosidades: A demora no roteiro e nas gravações desagradou demais os produtores da franquia de Sexta Feira 13, que às pressas lançaram o péssimo Jason X, para não perder dinheiro. O filme se passa no futuro e no espaço, totalmente fora da linha da franquia original de Jason e o resultado deu no que deu, fãs irritados.

O filme foi para agradar os fãs, que sempre sonharam com as duas lendas do cinema slacher aparecessem juntos em um filme de terror, um confronto tão esperado nos cinemas quanto Batman vs Superman ou King Kong vs Godzilla, mas sem o mesmo orçamento dos filmes citados.

A Nightmare on Elm Street (2010):

A Nightmare on Elm Street é um reboot sem graça e sem charme do primeiro filme de terror da franquia de mesmo nome, escrito por Wesley Strick e Eric Heisserer, com os personagens originais de Wes Craven, dirigido pelo diretor de clipes musicais Samuel David Bayer.

Curiosidades: O remake ou Rebbot tenta, de maneira série, atualizar o mito do Freddy com um tema mais profundo e psicológico na trama. Infelizmente não funcionou bem e ficou superficial demais, tirando todo o glamour do personagem de terror.

f18

Elenco Estelar da Franquia:

Robert Englund é ator, dublador, músico e diretor norte-americano.

Johnny Depp é ator, músico, produtor de cinema e diretor.

Heather Langenkamp é a atriz que participou de pelo menos três filmes da franquia.

Patricia Arquette é atriz estadunidense. f19

Laurence Fishburne é ator indicado ao Oscar,Globo de Ouro,SAG Awards e BAFTA de Melhor Ator.

Vincent Damon Furnier (Alice Cooper) é cantor, compositor e ator americano.

Ken Kirzinger é ator mais conhecido por fazer o papel de Jason Voorhees. f21

Wes Craven é um genial produtor, argumentista e editor de cinema para filmes B de sucesso norte-americano, célebre por ter criado as famosas séries de franquias de terror Pânico e A Hora do Pesadelo e de com pouco, fazer muito.

f9

Gostou da matéria, é só seguir o meu instagram para acompanhar lançamentos e opinar: https://www.instagram.com/marcelo.moura.thor/

Mais do NoSet

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.