Origens Secretas: Origenes Secretos (2020) - NoSet
Cinema

Origens Secretas: Origenes Secretos (2020)

Salve Nosetmaníacos, eu sou o Marcelo Moura e hoje vamos falar de um interessante filme espanhol da Netflix que homenageia todo o universo das HQs da Era de Ouro e Prata. Origens Secretas é um filme espanhol de 2020 dirigido por , escrito por David Galán Galindo e Fernando Navarro, baseado no romance homônimo de Galindo e estrelado por Verónica Echegui, Leonardo Sbaraglia e Javier Rey. O filme foi lançado em 28 de agosto de 2020 na Netflix e estava programado para ser exibido no Festival de Cinema de Málaga de 2020, mas os cineastas o retiraram da programação quando as datas do festival mudaram de março para agosto.

Origens Secretas: Netflix 2020: Dirigido por David Galán Galindo, escrito por David Galán Galindo e Fernando Navarro, baseado em Origens Secretas de David Galán Galindo. Estrelando Veronica Echegui, Leonardo Sbaraglia e Javier Rey, música por Federico Jusid. Produção In Post We Trust, La Chica de la Curva e Nadie es Perfecto, distribuído pela Netflix. Data de lançamento 28 de agosto de 2020, tempo de execução de 100 minutos.

Sinopse: Origens Secretas se passa em Madri, 2019. Quando um serial killer começa a espalhar o caos, matando pessoas anônimas que, aparentemente, não possuem nenhuma conexão uma com as outras, um fã de quadrinhos e uma fã de cosplay se unem para parar esse vilão.

Crítica: Um dos mais divertidos filmes B (de baixo custo) que já assisti, Origens Secretas é uma ótima opção para os fãs do universo Geek, Nerd e Cosplay e demonstra o quanto o cinema espanhol está a frente da desconstrução do cinema Hollywoodiano, neste caso dos heróis de tantas produções mega milionárias da Disney (Marvel) e da Warner (DC), é quase um versão espanhola da trilogia do mestre Nolan para o Cavaleiro das Trevas.

O diretor David Galán Galindo faz várias homenagens ao universo das HQs e Animes, que vão de uma aparição do Stan Lee (duble) entregando uma carta, o crime evolvendo a criação do  Hulk, envolvendo os problemas com as cores, até a Saylor Moon, um cosplay feito pela capitã da polícia. E essa mistura vai do inicio ao final do filme, com vários easter eggs enquadrando perfeitamente com o roteiro policial sobre um serial killer que usa essas referências de HQs para criar seus crimes.

Mesmo com a proposta de Galindo de criar um roteiro que mistura tantas referências, há uma outra questão dramática real envolvida sobre o estereótipo de como se enxerga os Nerds, que logo são discriminados como fracassadas e solitários por seu corpo, suas roupas e seu estilo de  vida, e são vários os exemplos no filme que isso não é verdade, mas sim de uma parte de uma geração que optou por não seguir o padrão social de visual exigido pela sociedade de uma época, mas pessoas que viram que a escolha do estilo de vida e o sucesso independe de qualquer definição. Se não fosse o terceiro arco, poderíamos claramente dizer que o filme é um triller policial e social, e não um filme sobre super heróis, mas a escolha de Galindo faz todo sentido na sua conclusão.

O roteiro de David Galán Galindo e Fernando Navarro não é algo inédito ou surpreendente, mas é uma crítica social ao respeito as escolhas do próximo e ao universo cinematográfico das HQs, e isso não é novidade no velho continente, filmes como O Poço, REC, Tudo sobre a Minha Mãe, O Labirinto do Fauno, entre tantos outros mostram o quanto vale a pena estarmos abertos a produções que fogem do estilo de sucesso americanazinado, que existe outra maneira de se enxergar tudo a nossa volta para transformar em cinema de qualidade.

Comentários: Origens Secretas (“Secret Origins”) é um título compartilhado por várias HQs publicados originalmente nos Estados Unidos pela DC Comics, que contam as origens dos personagens do Universo DC.

O primeiro número de Secret Origins foi um one-shot de 1961, Secret Origins Special Giant Issue #1, que trazia apenas material reimpresso. O título tornou-se uma série regular de reimpressões em fevereiro–março de 1973, e depois de 7 números, foi encerrada em outubro–novembro de 1974. O título foi usado em várias compilações de histórias de origens, entre elas: Limited Collectors’ Edition #C–39 (outubro–novembro de 1975) e #C–45 (junho–julho de 1976), assim como DC Special Series #10 (1978) e #19 (outono de 1979).

Sua encarnação mais famosa foi uma revista com um total de 50 números que circulou de abril de 1986 a agosto de 1990, além de três anuais e um especial. Normalmente, em um número era esclarecido as origens pós-Crise de vários personagens, geralmente dois, pois a maioria dos números da revista tinha o dobro de páginas de uma HQ normal, ou seja, 48 páginas. Roy Thomas foi o escritor/consultor editoral inicial da série; os números posteriores foram supervisionados por Mark Waid. Mais três especiais surgiram em 1998–1999. Em 2004, a série voltou ao formato de reimpressão através do especial “Weird Secret Origins” apresentando o Senhor Destino, o Espectro, Homem-Animal, Magia (ou Encantadora), Metamorfo, Congo Bill, El Diablo, e Mundo Bizarro.

Uma nova série mensal focando nos personagens de Os Novos 52, foi lançada em abril de 2014 com cover date de junho de 2014. O primeiro número mostrou as origens de Superman, Supergirl e a versão de Dick Grayson como Robin. A série foi cancelada no número 11 (maio de 2015), à venda desde março de 2015.

Gostou da matéria, é só seguir o meu instagram para acompanhar lançamentos e opinar: https://www.instagram.com/marcelo.moura.1253/

 

Topo