10 razões do porque o Aranha de Tobey Maguire é melhor que de Andrew Garfield.

Salve Setmaniacos: Tobey Maguire é melhor que Andrew Garfield?

Homem Aranha (6)
1 – Alma: Os filmes de Sam Raimi tinham Alma, não eram filmes feitos apenas com a intenção de se ganhar dinheiro, mas eram filmes feitos por alguém que era tão fã do personagem quanto nós. Alguém que se preocupava com que cada detalhe do filme tivesse respaldo nas HQs. Alegrias, tristezas, medo, tudo aquilo que líamos nos quadrinhos do Aranha, Sam Raimi trouxe com maestria para o Cinema. No novo “espetacular” até se tenta fazer isso, mas o faz de forma gratuita, forçada, como na cena em que Andrew Garfield (Peter Parker) chora ao ver a bolsa antiga do pai. Depois chora ao ver uma foto, depois chora ao falar com a tia sobre isso, depois chora….

2 – Inimigos bem construídos: Não importa qual seja o vilão, em toda a trilogia de Sam Raimi os vilões tem seus motivos para serem o que são. Normam Osborn era pinel e egoísta e a formula do duende apenas fortaleceu aquilo que ele já tinha de ruim. Dr. Octavius deixou-se levar pela culpa ao ver a esposa morrer, ao ser dominado pelo próprio invento, quis provar que não errou e que a morte da esposa não foi culpa dele. Homem-Areia era apenas um bandido qualquer, roubando para ajudar a filha, mas as circunstâncias o transformaram num vilão sem que fosse esse o desejo dele. Ele não queria ser vilão, apenas foi vitima da própria falta de sorte e das escolhas erradas que fez na vida. Venom, ou melhor, Eddie Brock, era egoísta, narcisista e julgava que qualquer coisa que lhe acontecesse de errado era culpa dos outros, não dele. Ao se juntar com o Simbionte que só queria vingança, Eddie se tornou o próprio veneno que queria para os outros. Agora compare com os vilões de “espetacular”.

Homem Aranha (4)Lagarto é um CRTL+C,CRTL+V do Duende Verde. Um sujeito que injeta um formula e si mesmo e passa a se transformar e ficar “do mal”. Electro era um bobão que ao ver que o povo nas ruas tava dando mais atenção ao Aranha do que a ele, resolve virár vilão. Rino apareceu só pra cumprir tabela. Duende “Harry” verde . Foi o único que teve uma motivação coerente.

3 – Foco em Peter Parker: Assista qualquer filme da trilogia de Raimi e você verá que o foco em todos os 3 filmes são em Peter Parker. Já no Espetacular o foco é a Oscorp. Tudo é Oscorp. Tudo gira em torno da Oscorp. O Aranha surgiu por causa da Oscorp, os pais de Peter trabalhavam na Oscorp, a namorada de Peter trabalha na Oscorp, o professor que virou Lagarto era da Oscorp, o caminhão que o Rino roubou era da Oscorp, o civil que o Aranha salvou de ser atropelado pelo caminhão Oscorp era funcionário da Oscorp, que virou mais um vilão que veio da Oscorp. Alysson Smithy, outro vilão famoso do Aranha, trabalha na Oscorp, Felicia Hard trabalha na Oscorp, o melhor amigo dele é filho do dono da Oscorp, o cachorro que mijou no poste é da Oscorp…preciso continuar???

ha1

4 – Poder e Responsabilidade: Peter Parker da trilogia de Raimi era um sujeito que sofria por ser o Aranha, tal qual nos quadrinhos. A carga de responsabilidade que ele carregava por ser um Herói o privava de praticamente tudo. Ele não tinha vida própria e isso pesava demais em seu ombro. E não houve sequência melhor da personificação disso, do que na cena em que ele está na festa em Homenagem ao Filho de J.J.Jamenson (HA2), aonde tudo dá errado para o Herói. Nos Filmes de Webb, nada dá errado para o Peter e ele só sente o golpe da responsabilidade quando alguém morre. Ele é incapaz de assumir uma responsabilidade mesmo quando promete ao pai moribundo da Gwen, que se afastará dela para que ela não seja vitima de sua nova vida.

5 – Roteiro bem escrito e sem absurdos: Ainda que HA3 tenha suas falhas, todos os filmes do Raimi eram impecáveis. As situações eram coerentes com a proposta fantasiosa da franquia, não havia “saídas Fáceis” e situações absurdas ilógicas. Agora em Espetacular 01, fomos agraciados com um antivírus “Mágico” que já estava prontinho na Mesa de Peter Parker, bastando apenas espalhar ele pelo ar. O que não era difícil, pois – PASMEM!! – na Oscorp havia um aparelho que servia exatamente para isso(!) LOL. E o que dizer dos Guindastes que ficaram todos alinhados, quarteirão após quarteirão, só pra facilitar a ida rápida do Aranha até a Oscorp? Mas não há nada mais absurdo do que ver o imbecil povo de Nova York de Webb, parado, assistindo um louco soltar raios pelas mãos e explodindo tudo, sem se preocupar com a própria segurança. Ou então, verem um doido numa armadura de rinoceronte, fuzilando e atirando mísseis por todos os lados, e uma mãe muito da atenciosa, deixando seu filho ir parar no meio da rua aonde tá o tal doido.

Homem Aranha (3)

6 – Tio Ben é Importante: Todo mundo sabe que a morte do Tio Ben foi à força Motriz que motivou Peter a se tornar o Aranha. O peso, a dor, o sentimento de culpa, tudo isso é que motiva Parker a não deixar que algo semelhante aconteça com mais alguém. Em Espetacular, Tio Ben sequer existe. Sua morte foi meramente uma morte qualquer, sem nenhum significado, dano ou perda para o protagonista, mas pela bolsa velha cheia de poeira do Pai, ele chorou.

7 – J.J.Jamenson: Não importa qual seja a mídia games, quadrinhos, filmes, desenhos. Qualquer coisa que tenha uma historia do Aranha mas não tenha J.J.Jameson É FAIL! Só o fato de em Espetacular J.J.Jameson não dá as caras, já coloca a trilogia de Raimi um milhão de anos luz acima dos Filmes de Marc Webb.

8 – Fotografia: Vendo a trilogia do Aranha você nota como a Nova York de Raimi é viva, colorida, remetendo exatamente ao espírito nova-iorquino que encontramos nas Hqs. Nos dois Filmes do Webb a cidade é toda escura, suja, triste, parece mais uma Gotham City genérica do que Nova York.

9 – Cenas Épicas e memoráveis: É impossível, mesmo depois de todos esses anos, se esquecer da Cena do beijo de cabeça pra baixo em M.J., do Aranha se balançando entre os prédios pela primeira vez, do confronto entre o Aranha e Dr.Octopus em cima do trem, do aranha se sacrificando para salvar esse mesmo Trem minutos depois, da luta dele contra o Areia nos tuneis do metrô e varias outras cenas que nos fizeram prender a respiração. Em espetacular, para não ser injusto, tivemos a morte da Gwen. Fim.

Homem Aranha

10 – Origens diversificadas: Na trilogia original cada vilão e herói tem sua origem criada separadamente, aleatoriamente. Mais uma vez remetendo ao material original aonde a criatividade de Stan Lee criava os mais diversos personagens elaborando as mais diversas origens possíveis. Em espetacular a preguiça e a falta de criatividade falaram mais alto e a origem de tudo e de todos vem da Oscorp. Pra que criar diversidade? Pra que imaginação?

Põe tudo ligado a Oscorp, pois Oscorp é Deus.

 

 

 

 

Emissário Zen – Hai
The Big N Channel
Facebook: The Big N Channel

Deadpool e Aranha

 

 

 

Mais do NoSet

4 Comments

  • Concordo em gênero, número e grau…

    • Nós é que agradecemos a sua leitura.

  • Bem legal. Tudo a ver!

  • Perfeito,mas os erros de HA3 tem um motivo,a sony interferiu no projeto se San Raimi que não tinha o venom nos planos

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.