Você acredita?! - “Um Quarto Vazio” - NoSet
Livros & HQs

Você acredita?! – “Um Quarto Vazio”

Religião é uma daquelas coisas que não se discute, apenas se respeita, afinal trata-se de crenças individuais, cada um tem uma história de vida e afinidades que o atraem para sua religião. O Espiritismo ainda é bem desconhecido pela maioria, mas pode trazer muitas explicações para nossa vida.

Se você é como eu, ainda tem um certo receio de ler ou falar sobre isso. A recomendação é começar aos poucos, como ler um romance inspirado numa psicografia (carta escrita por um espírito através de um médium). O primeiro que li foi “Um Quarto Vazio”, escrito por Roberto Carvalho, inspirado pelo espírito Francisco.

É a história de Reginaldo e Denise, um casal bem sucedido financeira e profissionalmente, que perdem seu filho único, Felipe, de 20 anos, em uma situação que pareceu ser acerto de contas do tráfico de drogas. Depois do ocorrido eles começam a se acusarem pelo fim trágico do filho e a vida de casal vai acabando aos poucos.

Alexandre, amigo de Felipe, confirmou que o rapaz era mesmo usuário de drogas e ainda comprava para alguns colegas, como forma de ajudar a pagar o que era de seu uso pessoal.

Um ano depois da morte de Felipe seu pai tem uma experiência que não soube explicar direito, mas que o fez mudar toda perspectiva da morte. Depois que seu amigo Lourenço lhe entrega um panfleto com alguma explicações espiritas, Reginaldo é levado para o plano espiritual por Francisco, que mostra alguns dos estágios deste plano e, por fim, leva-o para ver filho.

Esse momento com Felipe no plano espiritual faz com que Reginaldo volte a cuidar melhor de Denise e procure mais informações, além de deixar de sofrer pelo o que poderia ter ocorrido.

Na mesma época Alexandre é sequestrado e quase morto pelos mesmo bandidos que mataram Felipe, decide, então, revelar um segredo, quem usava e vendia drogas era ele, o amigo apenas tentou o ajudar com a dívida que tinha com os donos do tráfico de drogas.

Depois disso a “Lei da Atração” começa a funcionar. Reginaldo descobre, aos poucos, que Felipe e Alexandre eram amigos em outra vida, Felipe era usuário de drogas e arrastou Alexandre para essa vida, porém ele foi esse último quem morreu e deixou uma viúva, logo nessa nova experiência era Felipe quem deveria sofrer as consequências para que Alexandre pudesse se salvar.

Além disso, a fisioterapeuta que cuida de Alexandre na recuperação seria a esposa que ele havia deixado na outra vida. Nessa vida ela havia perdido o irmão e a mãe, sobrevivendo apenas o pai para que ele pudesse a criar e reencontrar com Alexandre.

Detalhe, o pai dessa fisioterapeuta é um novo amigo de Reginaldo, da Casa Espírita que passou a frequentar.

Como praticamente leiga na doutrina espirita, concordei com algumas coisas que estão no livro, como que a ideia de céu e inferno não é encorajada pelo espiritismo, o que ocorreria é uma evolução do espirito. O espírito que tivesse feito algum crime muito grave numa vida sofreria por algum tempo no plano espiritual, isso até que possa reencarnar e se redimir do que havia feito.

Porém há coisas que ainda tenho muito receio, sou muito incrédula em acreditar, não sei se é pela forma que foi retratado no livro ou se é porque eu sou teimosa para algumas coisa. A tal “Lei da Atração” é a principal, honestamente me pareceu novela das oito, que todo mundo se encontra em um único lugar, mesmo que ninguém aparente ter ligação com ninguém e é uma cidade enorme, mas sempre se encontram.

Novamente, isso pode ser a ideia que o livro tenha passado para mim, mas não me fechei completamente para essa questão.

Sobre o autor:

O poeta, escritor e palestrante Antonio Roberto de Carvalho nasceu no dia 2 de março de 1964, em Liberdade (MG). Atualmente reside em São Paulo. Membro de três academias de letras, escreve desde a adolescência, tendo recebido vários prêmios literários e distinções do mérito cultural. Tem mais de vinte livros (próprios e mediúnicos) publicados, nos gêneros: romance, poesia, conto e infanto-juvenil. Em 2004, aos quarenta anos, Roberto se tornou espírita e descobriu a sua condição de médium de inspiração. Desde então, passou a inserir em seus escritos os preceitos básicos da Doutrina codificada por Allan Kardec. É vinculado à equipe de médiuns do Grupo Espírita Pescadores de Amor, localizado no bairro de Itaquera, em São Paulo.

O livro é bem interessante de se ler, ele é dividido em três partes, a primeira descreve o que aconteceu no plano terreno, a segunda mostra como aquele homem incrédulo passa a acreditar no que é invisível aos olhos e o terceiro conta como essa experiência dele pode contagiar aqueles que estão ao seu redor.

Como enfrentar a dor da perda? É necessário entender como desapegar da matéria! A obra Um Quarto Vazio, escrito por Roberto de Carvalho, publicado pela editora Boa Nova, mostra personagens que perderam um ente querido e explica o que é preciso para conquistar o entendimento desta situação.

Inspirado pelo Espírito Francisco, o autor narra a história de um jovem assassinado por criminosos. Conta de que forma a pessoa que faleceu é recebida após a passagem, sobre as dificuldades do desprendimento do corpo físico e das angústias que sente.

Em outro panorama desta trama, um pai e uma mãe recebem a notícia da morte de seu filho. Os sentimentos de dor, desolação, raiva, por vezes a culpa e, até mesmo, negação, são esperados. Entre os seres humanos, não há possibilidade de encarar de outra maneira falecimento tão prematuro e cruel.

(…) esses “altos e baixos” fazem parte da eterna aprendizagem do existir e que nenhuma experiência, seja de gozo ou de sofrimento, dura mais do que o tempo necessário para os devidos ajustes ao cumprimento das leis universais a que toda a humanidade é submetida, para a sua própria evolução.

Neste contexto, Roberto de Carvalho escreve tudo que envolve situações que levam indivíduos criminosos a cometerem tais atrocidades e o que se passa dentro daqueles que perdem uma pessoa querida. Com muita propriedade são correlacionadas as situações que acerca luto, crime e futuro para quem continua vivo.

Em Um Quarto Vazio, os leitores irão compreender melhor as fases do processo de morte, as atitudes que podem ser tomadas em relação a este fato irrevogável e de que forma é possível entender que este acontecimento natural é necessário para a evolução do ser humano.

Que venham mais livros que me tirem da zona de conforto e me façam ficar curiosa por tópicos diferentes.

E vocês, o que conhecem da doutrina espírita? Conhece o livro já? Comenta suas opiniões e experiência.

Beijinhos e até mais.

1 Comentário

1 Comentário

  1. Pingback: Nívia Colunista: Novidades do NoSet Fev-Mar

Deixe uma resposta

NoSet é um lugar para se divertir e descobrir curiosidades sobre cinema, séries, HQ’s, games, músicas, livros e muito mais. Além de notícias você também pode ouvir nossas opiniões pelo podcast, sempre de um jeito inteligente e descontraído. Sejam bem-vindos e sintam-se na poltrona do seu cinema favorito.

Siga nosso Twitter

Assinar NoSet por Email

Digite seu endereço de email para receber notificações de novas publicações por email.

Junte-se a 126.308 outros assinantes

Facebook

Copyright © 2016

Topo