WandaVision: O que Vimos e Achamos dos dois Primeiros Capítulos. - NoSet
Review

WandaVision: O que Vimos e Achamos dos dois Primeiros Capítulos.

Salve Nosetmaníacos, eu sou Marcelo Moura e hoje falamos da primeira aventura em Streaming do Universo Marvel e Disney Plus, e já cutucando muita gente, é mais ousado, interessante e inteligente que muitas séries e filmes de super heróis por aí.

WandaVision é uma minissérie americana criada para o Disney+ por Jac Schaeffer, baseada nos personagens da Marvel Comics Wanda Maximoff / Feiticeira Escarlate e Visão. A série é ambientada no Universo Cinematográfico da Marvel (UCM), compartilhando a continuidade com os filmes da franquia. Os eventos ocorrem após os acontecimentos do filme Vingadores: Ultimato. A série é produzida pelo Marvel Studios, com Schaeffer atuando como roteirista principal e Matt Shakman na direção.

Elizabeth Olsen e Paul Bettany reprisam seus papéis como Wanda Maximoff / Feiticeira Escarlate e Visão, respectivamente, da série de filmes. Teyonah Parris, Kat Dennings, Randall Park e Kathryn Hahn também estrelam. Em setembro de 2018, a Marvel Studios estava desenvolvendo uma série de séries limitadas para o Disney+, centradas em personagens coadjuvantes dos filmes da MCU, como Maximoff e Visão, com a expectativa de que Olsen e Bettany retornassem. Schaeffer foi contratada em janeiro de 2019, a série foi anunciada oficialmente em abril e Shakman entrou em agosto. As filmagens começaram em Atlanta, Geórgia, em novembro de 2019. Em março de 2020, a produção foi interrompida devido à pandemia de COVID-19, e esperava-se que fosse retomada em julho em Los Angeles.

WandaVision estreou em 15 de janeiro de 2021 e está prevista para consistir em nove episódios. É a primeira série da Fase Quatro do UCM. A série foi elogiada pelos críticos por suas homenagens as sitcoms clássicas e as performances de Olsen e Bettany, entretanto o enredo não-sitcom foi criticado por alguns como não sendo tão original.

WandaVision: Episódios 1 e 2 (EUA, 15 de janeiro de 2021)
Criação: Jac Schaeffer
Direção: Matt Shakman

Duração: 30 min. (1X01), 37 min. (1X02)
Roteiro: Jac Schaeffer (1X01), Gretchen Enders (1X02)
Elenco: Elizabeth Olsen, Paul Bettany, Debra Jo Rupp, Fred Melamed, Kathryn Hahn, Teyonah Parris, Asif Ali, Emma Caulfield Ford, Amos Glick

Sinopse: WandaVision, da Marvel Studios, mistura o estilo das sitcoms clássicas com o Universo Cinematográfico da Marvel, e acompanha Wanda Maximoff e o Visão, dois super-seres vivendo uma vida ideal no subúrbio, começando a suspeitar que nem tudo é o que parece.

Crítica: Inteligente, ousado, bem humorado e aterrorizante, para quem entende e gosta de roteiros, arcos e sub tramas, WandaVision surpreende por ser mais complexo que a maioria dos filmes e séries de super heróis, principalmente se falando de Marvel e DC Comics. É bom lembrar que a série além de ser uma continuação direta de Vingadores Ultimato, onde o Visão morreu e deixou marcas fortes em nossa heroína, também tem em sua história o arco das HQs de A Queda dos Vingadores e Dinastia M, além de ser a porta de entrada para o Dr. Estranho 2: Multiverso da Loucura e Homem Aranha 3: O Aranhaverso, apostas altas de Kevin Feige, então logo teremos mais caras conhecidas do Universo Marvel, além de também em algum momentos vermos mais mutantes e super heróis.

Sua trama (Jac Scheaffer) nos dois primeiros capítulos se baseia visualmente nos anos 50 da televisão, homenageando séries como A Feiticeira, I Love Lucy e The Dick Van Dyke Show, e apesar de parecer simples, com dois super heróis tentando ter uma vida normal no subúrbio americano, tem mensagens subliminares com as vozes no rádio, os comerciais do relógio Strucker (Tempo) e a Torradeira Stark (tecnologia), e personagens importantes na subtrama como a Agnes (uma possível referência a mentora da Wanda, Agatha Harkness), nos envolvem como em uma série de terror que está no primeiro arco apresentando seus personagens.

Elizabeth Olsen e Paul Bettany dominam a cena e estão brilhantes em seus papeis com os casais mais famosos da televisão dos anos 50 e assim como Dick York, Bettany é um marido sensível e amedrontado em vários momentos e Olsen uma mulher moderna ao melhor estilo Elizabeth Montgomery, é decidida e poderosa, mesmo que nos anos 50. A melhor cena do casal é da árvore que bate na janela de madrugada, uma referência bem humorada e Poltergeist de Spielberg.

Para assistir este WandaVision e outros conteúdos da Disney? Assine já Disney+

Gostou da matéria, é só seguir o meu instagram para acompanhar lançamentos e opinar: https://www.instagram.com/marcelo.moura.1253/

Topo