The Umbrella Academy: Segunda Temporada (2020) - NoSet
Review

The Umbrella Academy: Segunda Temporada (2020)

Salve Nosetmaníacos, eu sou o Marcelo Moura e hoje falamos de melhor e mais divertida adaptação de uma HQ da Dark Horse em Live Action da Netflix.

The Umbrella Academy (Dark Horse Comics): The Umbrella Academy é uma série de HQ’s escrita por Gerard Way e ilustrada por Gabriel Bá, vencedora do Eisner Award de “Melhor Minissérie” em 2008. O enredo acompanha um grupo de seis crianças dotadas de super-poderes, que foram adotadas por um milionário e criadas como super-heróis.

A série já teve dois volumes lançados pela editora Dark Horse, e o escritor manifestou a intenção de escrever pelo menos mais dois volumes. No Brasil, foi lançado pela editora Devir, além de estar disponível na plataforma de streaming Social Comics.

Sinopse: The Umbrella Academy se passa em um universo alternativo onde o Presidente Kennedy não foi assassinado. A equipe principal é descrita como uma “família disfuncional de super-heróis” (semelhante ao Quarteto Fantástico ou X-Men). Em meados do século XX, em um inexplicável evento, quarenta e três crianças foram geradas espontaneamente por mulheres que não apresentavam sinais de gravidez, das quais sete são adotadas por Sir. Reginald Hargreeves “O Monóculo”, um alienígena mascarado de empresário, que pretende treina-las para salvar o mundo de ameaças desconhecidas.

Na edição “Suíte do Apocalipse”, a equipe se separa por um tempo até terem noticias sobre a morte de Hargreeves, e em seqüência eles reformam a equipe após um deles se tornar um super-vilão.

A academia é liderada por “O Monóculo” (Sir Reginald Hargreeves), um alienígena disfarçado como um empresário milionário e cientista renomado mundialmente. Ele adotou os membros da Umbrella Academy no nascimento que inclui Spaceboy (Luther Hargreeves), Kraken (Diego Hargreeves), Rumor (Allison Hargreeves), Séance (Klaus Hargreeves), Número Cinco (The Boy), Horror (Ben Hargreeves), e Violino Branco (Vanya Hargreeves).

Curiosidades: Os títulos das obras são: Volume 1: A Suite do Apocalipse e Volume 2: Dallas. Em 2009 na San Diego Comic-Con, Gerard Way anunciou o terceiro volume seria intitulado de The Umbrella Academy: Hotel Oblivion.Rumores dizem que esse pode ser o retorno do Dr. Terminal, como referenciado pelo Spaceboy na frase “ninguém pode escapar do Hotel” na edição #3 da Suite do Apocalipse. A Dark Horse havia anunciado que Hotel Oblivion poderia ser lançado em 2010, mas isso não aconteceu.

Em 2017, durante o painel da Dark Horse na San Diego Comic-Con, foi confirmada a sequência intitulada Hotel Oblivion, para lançamento em 2018, contando com a mesma equipe criativa.

O primeiro conto (histórias curtas) foi lançado em 2 de Novembro, 2016 no site da Dark Horse Comics. O a primeira história impressa “But the Past Ain’t Through With You.” foi lançada em 2007 no Free Comic Book Day. Outra história, “Safe & Sound”, foi publicada em Julho de 2007 online no Myspace pelo DH Presents.

The Umbrella Academy: Segunda Temporada: The Umbrella Academy é uma série de televisão norte-americana desenvolvida por Steve Blackman para a Netflix É uma adaptação em Live Action da HQ The Umbrella Academy criada por Gerard Way e o quadrinista brasileiro Gabriel Bá, publicada pela Dark Horse Comics .

A série se inicia em 1989, 43 crianças nasceram inexplicavelmente de mulheres aleatórias, sem ligação entre si, que no dia anterior não apresentavam nenhum sinal de gravidez. Sete foram adotadas por Sir Reginald Hargreeves, um industrial bilionário, que cria a Umbrella Academy e treina seus “filhos” para salvar o mundo. Mas nem tudo correu como planejado. A família se desintegrou, e o grupo se separou na adolescência. Agora, os seis sobreviventes, já na casa dos 30 anos, reúnem-se novamente ao saber da morte de Hargreeves. Luther, Diego, Allison, Klaus, Vanya e Number Five começam a trabalhar juntos para resolver o mistério da morte do pai. Mas eles voltam a se desentender em razão dos conflitos causados pelas diferentes personalidades e habilidades, tudo isso em meio à ameaça iminente de apocalipse global.

The Umbrella Academy: Dark Horse, Social Comics e Netflix

A segunda temporada intitulada de The Umbrella Academy 2 se passa na década de 1960 em Dallas, no Texas, onde os sete irmãos terão que se reunir novamente para impedir um novo apocalipse.

A primeira temporada foi lançada na Netflix em 15 de fevereiro de 2019. Recebeu críticas positivas dos críticos, com muitos elogiando o elenco e o visual, embora o tom e o ritmo tenham sido criticados. Em abril de 2019, a Netflix informou que 45 milhões de famílias assistiram à primeira temporada durante seu primeiro mês de lançamento, se tornando Uma das séries mais assistidas da plataforma. Nesse mesmo mês, a série foi renovada para uma segunda temporada, lançada em 31 de julho de 2020. A série é filmada em Toronto e Hamilton, Ontário.

Sinopse: No ano de 1989 o misterioso nascimento de 43 crianças de mães que não estavam inicialmente grávidas chama a atenção de um excêntrico milionário, Sir Reginald Hargreeves, que busca adotar quantas puder, ele consegue sete delas, dedica suas infâncias à treinamento de combate ao crime, o que os torna emocionalmente distantes da própria família e posteriormente os afasta.

Anos mais tarde, o evento da morte do pai os reaproxima com as misteriosas circunstâncias de seu falecimento. O que não esperavam era o retorno de um irmão desaparecido há 17 anos, que traz com ele a notícia da iminência do apocalipse, o que os obriga a lidar com suas diferenças e trabalhar juntos.

Crítica: E quem disse que uma segunda temporada não pode ser melhor que a primeira e dar vontade de assistir mais de uma vez, costurando as dúvidas que ficaram em aberto na primeira temporada, amadurecendo e dando profundidade aos personagens, tocar em assuntos sociais polêmicos  e dar uma aula de roteiro inteligente para viagem no tempo melhor que Dark (Netflix), The Umbrella Academy alcançou um outro nível em Live Actions e super heróis para séries de TV, esqueça aqui a inocência de um Super herói.

Com uma excelente adaptação em Live Action de uma HQ para o “realismo” do universo real, The Umbrella Academy esbanja talento e impressiona com uma qualidade de roteiro, trilha sonora e adaptação social dos anos 60 que daria inveja a The CW e Dc Universe. As questões raciais, medo da guerra fria, a violência policial, tudo está conectado infelizmente com nossa realidade de maneira nada sutil e nos faz pensar porque após 60 anos ainda cometemos os mesmo erros e não evoluímos socialmente quanto tecnologicamente.

Uma mistura da chata e apocalíptica Patrulha Destino (DC Comics) com os Fabulosos X-Men (Marvel Comics), a série da profundidade e qualidade de seus personagens, todos têm um passado, ou futuro, dependendo do ponto de vista na história, que mistura e influência diretamente o roteiro, fazendo com que a trama se torne maleável para o bem ou para o mal, sem necessariamente ser intencional. É o caso da Violinista Branca Vanya (um personagem muito semelhante a Fênix ou Jean Grey) que sempre está ligada a um tipo de apocalipse, ao líder Número Cinco (uma mistura de Ciclope e Asa Noturna) que não tem limites em suas ações, ou mesmo na ótima adaptação do misterioso e enigmático Sir Reginald Hargreeves (também uma mistura do Chefe da Patrulha Destino e Xavier dos X-Men). Todos eles tem atitudes questionáveis mas que são perdoáveis no conceito final, afinal falamos de uma mundo distópica, com motivações para lá de egoístas, onde vilãnice e heroísmo são dois lados da mesma moeda, para no final salvar a família e o mundo.

Do elenco Adam Godley (Cinco) rouba a cena com uma atuação impecável de um líder obstinado que fará de tudo para conseguir manter sua família viva e unida, não importando os meio. Apesar de seus apena 16 anos, Godley mostra um talento invejável para sua pouca idade e contracena com todos de igual para igual.

Gostei muito da atuação de Kate Walsh (The handler) na segunda temporada, é realmente muito difícil criar um personagem vilão caricato, sem um passado intrigante ou motivação que não sejam apenas o poder, e ainda assim torná-lo extremamente divertido e interessante, uma perfeita homenagem aos vilões da Disney das animações como uma mistura de Cruela (101 Dálmatas) e Malévola (A Bela Adormecida).

Outro ator que me diverte muito é o Robert Sheehan (Klaus), suas interpretações caóticas e seus jeito divertido nos anos 60 como um aborrecido líder espiritual de uma seita me tiraram boas risadas.

É uma pena que séries inteligentes acabem tão rápido e agora pelo menos teremos que esperar quase dois anos para uma terceira temporada. Com um final no melhor estilo Dark na sua segunda temporada, sem a ”pokebola” amarela, agora é esperar uma nova aventura que promete muito.

Curiosidades: Uma versão cinematográfica da série de HQs The Umbrella Academy foi escolhida pela Universal Studios. Originalmente, o roteirista Mark Bomback foi contratado para escrever o roteiro; Rawson Marshall Thurber supostamente o substituiu em 2010. Tem havido pouca conversa sobre o filme desde então, e nenhuma data de lançamento foi definida. Em entrevista ao Newsarama no New York Comic Con de 2012, Way mencionou que houve “boas conversas” e um “roteiro muito bom”, mas que era “uma espécie de submissão ao universo”.

Em 7 de julho de 2015, foi anunciado que The Umbrella Academy seria desenvolvido para uma série de televisão, em vez de um filme original, produzido pela Universal Cable Productions. Em 11 de julho de 2017, foi anunciado oficialmente que a Netflix havia adaptado um live-action da série de ação, prevista para estrear em 2018, com Way atuando como produtor executivo. Jeremy Slater vai escrever o roteiro do piloto, e Steve Blackman é o showrunner. A primeira temporada da série foi lançada na Netflix em 15 de fevereiro de 2019.

Em 2 de abril de 2019, a série foi renovada para uma segunda temporada, lançada em 31 de julho de 2020. A data de lançamento da temporada permaneceu desconhecida até 18 de maio de 2020, onde um conceito de trailer foi lançado onde o elenco principal dançou I Think We’re Alone Now, de Tiffany . Steve Blackman confirmou ao The Hollywood Reporter que ele quer permanecer no curso do que os quadrinhos estão fazendo sem se desviar muito.

As filmagens começaram em 15 de janeiro de 2018 em Toronto, Ontário e terminaram em 18 de julho de 2018. As filmagens para a segunda temporada começaram em junho de 2019 , e foram concluídas em 23 de novembro de 2019

No Rotten Tomatoes, a primeira temporada da série detém um índice de aprovação de 74% com uma classificação média de 7,38 de 10 com base em 21 revisões. O consenso crítico do site diz: “The Umbrella Academy” desenrola um fio imaginário com uma emoção furtiva e um conjunto excepcionalmente atraente, mas a sensibilidade soturna da série muitas vezes se choca com as armadilhas do gênero.” O Metacritic, que usa uma média ponderada, atribuiu à série uma pontuação de 64 em 100 com base em 6 críticos, indicando “revisões geralmente favoráveis”.

Alguns críticos apontam semelhanças entre The Umbrella Academy , DC Universe Patrulha do Destino e Marvel Comics ‘ X-Men, tanto positiva como negativamente.

A segunda temporada foi aclamada pelos críticos, alcançando um índice de 93% de aprovação. O consenso crítico do rotten tomatoes diz : “Prova de que o tempo pode curar quase todas as feridas, a emocionante segunda temporada da The Umbrella Academy alivia sua carga tonal sem perder seu núcleo emocional, dando aos super irmãos espaço para crescer enquanto se diverte com a diversão no tempo”. A temporada obteve uma média ponderada de 63/100 de 10 críticos no Metacritic, significando “críticas geralmente favoráveis”.

Alguns escritores judeus criticaram o retrato do Handler pela The Umbrella Academy . Em particular, seu uso do idioma iídiche e sua participação em uma sociedade secreta que discretamente causa eventos catastróficos foram vistos juntos como um estereótipo anti-semita do povo judeu, controlando secretamente e malevolamente os eventos mundiais.

Em 16 de abril de 2019, a Netflix anunciou que a série havia sido transmitida por mais de 45 milhões de telespectadores em seu serviço no primeiro mês de seu lançamento. Foi a terceira série de TV mais popular da Netflix em 2019.

Gostou da matéria, é só seguir o meu instagram para acompanhar lançamentos e opinar: https://www.instagram.com/marcelo.moura.1253/

Topo