The Crown: A série sobre o reinado da Rainha Elizabeth II - NoSet
Review

The Crown: A série sobre o reinado da Rainha Elizabeth II

Salve Nosetmaníacos, eu sou o Marcelo Moura e hoje falamos de mais uma série da Netflix de sucesso.

The Crown: Primeira, Segunda e Terceira Temporada.

Criador e roteirista Peter Morgan, produtor Andrew Eaton, produtores executivos Peter Morgan, Stephen Daldry, Andy Harries, Philip Martin, Suzanne Macki, Matthew Byam-Shaw, Robert Fox, Tanya Seghatchian, Nina Wolarsky e Allie Goss, distribuição Netflix.

Elenco da 1ª e 2ª temporada com Claire Foy, Matt Smith, Vanessa Kirby, Eileen Atkins, Jeremy Northam, Victoria Hamilton, Ben Miles, Greg Wise, Jared Harris, John Lithgow, Anton Lesser e Matthew Goode.

Elenco da 3ª temporada com Olivia Colman, Tobias Menzies, Helena Bonham Carter, Ben Daniels, Jason Watkins, Marion Bailey, Erin Doherty, Jane Lapotaire, Charles Dance, Josh O’Connor, Geraldine Chaplin, Michael Maloney, Emerald Fennell e Andrew Buchan. Empresas produtoras Left Bank Pictures e  Sony Pictures Television e emissora original Netflix.

The Crown é uma série de televisão de drama biográfico criada e escrita por Peter Morgan para a Netflix. A série é uma história biográfica sobre o reinado da Rainha Elizabeth II do Reino Unido. Peter Morgan, que escreveu o filme The Queen, de 2006 e a peça de teatro O Público, escreve o roteiro com o diretor Stephen Daldry, também envolvido.

A primeira temporada foi disponibilizada em 4 de novembro de 2016 e contém dez episódios. The Crown tem recebido aclamação da crítica, pelas atuações, direção, roteiro, fotografia e a precisão histórica dos eventos ocorridos durante o reinado da Rainha Elizabeth II. Elogios significativos da primeira temporada centraram-se principalmente nas atuações de Claire Foy como a personagem principal e John Lithgow como Winston Churchill. A segunda temporada foi disponibilizada em 8 de dezembro de 2017. A terceira temporada estreou em 17 de novembro de 2019, tendo a atriz Olivia Colman como a rainha Elizabeth II.

Foi vencedora do Globo de Ouro de Melhor Série Dramática e também do Globo de Ouro de Melhor Atriz em Série Dramática, para Claire Foy em 2017, e para Olivia Colman em 2020. The Crown, o drama mais caro já produzido pela empresa de streaming Netflix e o primeiro a ser realizado no Reino Unido, traça a vida da Rainha Elizabeth II do Reino Unido a partir do seu casamento em 1947 até aos dias atuais. Além da Rainha Elizabeth II, a série traz menções sobre a vida política e pessoal de vários outros personagens históricos que fizeram parte de seu reinado, como Filipe, Duque de Edimburgo, Princesa Margarida, Príncipe Carlos, entre outros. São esperados um total de 60 episódios, ao longo de seis temporadas.

A segunda temporada tem o príncipe Phillip (Matt Smith) como personagem central, ao contrário da primeira, que manteve os holofotes sobre a jovem rainha Elizabeth II e estreou em 8 de dezembro de 2017. Para a terceira temporada, a atriz Claire Foy confirmou que será substituída no papel da Rainha Elizabeth II por uma atriz mais velha.

Crítica: Essa vai ser rápida devido a quantidade de informações e curiosidades que a matéria possui. Comecei a assistir The Crown com uma pulga atrás da orelha, já que sou fã de adaptações históricas que vão desde Roma da HBO, passando por Vikings do History até O Último Reino da Netflix. Então assistir uma série dramática e histórica foi um desafio que ainda não conhecia.

The Crown é uma belíssima obra “cinematográfica de época” perfeita em tudo. É impressionante como a série passa a sensação que estamos em uma janela assistindo ao passado, nos deixando envolvidos com a trama e seus personagens.

Do elenco meus aplausos para o incrível e irreconhecível John Lithgow como Winston Churchill, Lithgow é uma dos maiores atores de séries e cinema e fez trabalhos como Cemitério Maldito, Footloose, Interestelar, Planeta dos Macacos, No Limite da Realidade e Brincando nos Campos do Senhor.

Outras megas atrizes são Claire Foy (temporadas 1–2) e Olivia Colman (temporada 3) como Rainha Elizabeth que não podemos deixar de citar. Colman mais conhecida por suas em A Favorita, Fleabag e Assassinato no Expresso do Oriente. Já Foy é mais conhecida por seus trabalhos em O Primeiro Homem, Millenium e Caça as Bruxas.

Curiosidades: Stephen Daldry concorreu três vezes como Melhor Diretor (Billy Elliot, As Horas e O Leitor), já Peter Morgan foi indicado pelos roteiros de A Rainha e Frost/Nixon. The Crown é uma adaptação da peça The Audience, do próprio Peter Morgan.

The Crown é uma das séries mais caras da história da TV, na primeira temporada o orçamento girou em torno de US$130 milhões. Outro ponto alto da série é o impedimento do discurso do rei George VI devido a sua gagueira, já detalhado no filme O Discurso do Rei (2010).

John Lithgow, como Winston Churchill, teve como instructor William Conacher. Para capturar o timbre tímido e nasal de Chruchill, Lithgow encheu suas narinas de algodão e monitorava seu dialeto com precisão para manter o sotaque durante a série. A icônica porta preta da Downing Street foi feita em uma escala maior do que a original para que John Lithgow não parecesse maior do que Winston Churchill na época.

Alex Jennings, que interpreta o abdicado duque de Windsor, já atuou como Príncipe Charles em A Rainha (2006), o Príncipe de Gales. Ambos os projetos foram escritos por Peter Morgan.

Muitas atrizes que compõem o elenco já interpretaram rainhas inglesas em outros trabalhos, como Claire Foy, que foi Anne Boleyn em Wolf Hall (2015), e Victoria Hamilton, que foi a Rainha Victoria em Victoria & Albert (2001).

Gostou da matéria, é só seguir o meu instagram para acompanhar lançamentos e opinar: https://www.instagram.com/marcelo.moura.1253/

Topo