Superman/Shazam: o retorno do Adão Negro. - NoSet
Desenhos

Superman/Shazam: o retorno do Adão Negro.

O que poderia oferecer perigo para o Homem de Aço? Praticamente invulnerável, quase nada no universo pode ferir o Superman, mas há um ponto fraco nele que vai muito além da Kriptonita: a magia.

Para ilustrar melhor essa fragilidade do Kriptoniano, basta que se lembrem da reação dele ao tocar a espada de guerra da Mulher-Maravilha em O Reino do Amanhã.


Feita a apresentação de um ponto crucial da trama, vamos à apresentação do curta-metragem Superman/Shazam: o retorno do Adão Negro, obra que faz parte do selo de curtas, DC Showcase que conta com outras produções como Jonah Hex, Arqueiro Verde, Mulher-Gato e O Espectro.

A trama é muito simples e relata os momentos que antecederam o regresso do Adão Negro ao nosso mundo, após mais de 5 mil anos de exílio imposto pelo Mago. Em busca de vingança, o Adão capta a energia de um menino que pode se tornar tão poderoso quanto ele. Para evitar isso, o vilão resolve matá-lo, mas não contava com uma intervenção à altura dele: o Superman que está ao lado do garoto como o repórter Clark Kent.

Pouco antes do começo do caos, o roteiro nos leva à triste rotina de Billy Batson, um órfão com intenções nobres, porém cercado pela mais absoluta pobreza. São as atitudes de Billy diante dos oprimidos e contra os opressores que chamam a atenção do Mago.

Voltando ao confronto entre o Superman e o Adão Negro, fica evidente que o Homem de Aço não tem resistência à magia, o que o torna muito vulnerável aos ataques do ex-escolhido do Mago. Esta também é a premissa para que surja o Shazam (chamado na animação de Capitão Marvel). Deste ponto em diante, temos a aguardada união entre Shazam e Superman para tentar derrotar o vilão.

O único ponto mais interessante, fora as cenas de ação no padrão Dragon Ball Z, é a forma como Adão Negro mostra o quanto não valoriza nenhuma vida. Tal como um Predador, ele sabe quando é o momento de honrar com seus próprios princípios.

Com duração de apenas 24 minutos e 27 segundos, tenho certeza que mal perceberão que o filme acabou.

Vale como curiosidade e mostra algumas partes que foram aproveitadas nas cenas já mostradas do filme Shazam, com Zachary Levi no papel principal.

Esta é uma produção que conta com a parceria entre a DC Entertainment e a Warner Bros. Pictures, cuja direção ficou a cargo de Joaquim dos Santos.

A animação apresenta grandes nomes na dublagem, seja na versão original que contou com George Newbern como Clark Kent / Superman, Jerry O’Connell como Capitão Marvel, Arnold Vosloo como Adão Negro, Zach Callison como Billy Batson, entre outros. Já a versão nacional tem os já consagrados Guilherme Briggs como o Superman/Clark Kent, Reginaldo Primo é o Capitão Marvel, Francisco Júnior como o Adão Negro e outros de igual destaque.

Esse curta serve para atiçar a velha discussão de como ficará Dwayne Johnson como o Adão, principalmente em um confronto direto com Zachary Levi. E por falar em discussão, vale relembrar que é muito bom ter o Capitão Marvel ao lado do bem. Imaginem uma versão tão sombria quanto a que vimos em O Reino do Amanhã?

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo