“Os Mistérios de Penny Dreadful” - NoSet
Séries & TV

“Os Mistérios de Penny Dreadful”

penny dreadful

O que esperar quando são colocados em um uma mesma trama uma médium, um misterioso cowboy, um explorador, Dr. Frankenstein e Dorian Gray? Foi justamente o que a série “Penny Dreadful” fez em suas três temporadas.

Falando assim o frio na espinha pode até não aparecer, mas adicione isso aos casos relacionados a Jack Estripador e às histórias do Drácula. Isso tudo com o cenário macabro da Londres Vitoriana, nome pomposo para a época do reinado da rainha Vitória (1937 – 1901), que foi marcado pelo aumento populacional, ocasionando uma péssima infraestrutura urbana (resumindo, era uma cidade nojenta nos pontos que a nobreza não frequentava).

Agora que vocês já devem estar imaginando o nível de susto que pode levar, vamos a história de fato. O senhor Malcom Murray, o explorador, tem uma missão, encontrar sua filha, Mina, raptada por uma criatura sobrenatural. Ao seu lado ele tem a Vanessa Ives, amiga de infância de sua filha, mas que a traiu e isso fez que as famílias se afastassem até que Mina assombra Vanessa, que é médium, pedindo por ajuda. Logo eles percebem que precisaram de mais ajuda.

penny dreadful

Primeiro Vanessa procura por Ethan Chandler, um cowboy estadunidense bem típico. Ele trabalhava em um circo, sua habilidade é a mira na hora de atirar, assim como sua agilidade. Isso os ajudaria a passar por seres que realmente morrem com uma bala. Ethan aceita o trabalho e decide ficar por Londres, depois é mostrado que ele tem um passado obscuro e se mostra avesso a violência.

Na primeira missão com Ethan, eles capturam uma das criaturas que raptam Mina. Eles levam o “corpo” para ser examinado, mas só conseguem que o médico legista assistente o atendam (afinal estão muitos ocupados com as recentes vítimas do Jack Estripador). Este médico estuda coisas fora do comum e consegue avançar nas investigações, depois ele acaba integrando o grupo, para outras tarefas médicas. Ele é o Dr. Frankestein. A partir daí surgem os vários mistérios e horrores dessas histórias.

Eu sei que vocês estão esperando da parte de Dorian Gray, mas tudo o que sei é que ele é o típico Dorian Gray, um belo jovem sedutor da elite londrina, que esconde o segredo de nunca envelhecer. Isso porque eu só estou começando a assistir a série, estou no começo da primeira temporada, mas já viciada, apesar dos trilhões de susto que tenho a cada episódio.

Não sou muito fã de filmes de terror, mas esta série me chamou atenção por causa dessa mistura de personagens tão clássicos, que dão uma lógica a trama. Venhamos e convenhamos que tem filme de terror aí que só existe para assustar, num tem história nenhuma envolvida. Até onde eu assisti a trama é bem guiada e os personagens são intrigantes, mesmo os secundários, como a criação do Dr. Frankestein que o persegue para lhe fazer uma noiva (é até meigo, mas precisa assistir para entender a meiguice).

A fotografia da série é um show, você se sente numa Londres macabra, cheia de fumaça e aquele ar de mistério, em casas nobres, aqueles palacetes, com janelas enormes e iluminação horrível. Uma pessoa como eu, que se assusta com tudo, ver assombro em todos os momentos de uma série assim. Passei o primeiro capítulo super tensa, fechava os olhos todas vezes que os personagens entravam em um ambiente fechado.

O elenco merece muitos elogios, três nomes são mais famosos, o que te faz ter expectativas (até agora as minhas estão sendo cumpridas), mas os mais desconhecidos também exercem um trabalho excelente, alguns exemplo são, Harry Treadaway, que dá vida ao Dr. Frankestein, Reeve Carvey, que vive Dorian Gary, Rory Kinnear (é um homem, não é a Gilmore kkkk), que interpreta o monstro de Frankestein, e Danny Sapani, ele é Sembene, leal criado do Sr. Murray. Pesquisei outros trabalhos deles, o único que encontrei entre o elenco de filmes conhecidos foi Rory Kinnear, que fez muitos dos filmes de 007.

Os três principais personagens são vividos por atores mais conhecidos. Sr. Malcom Murray é vivido por Timothy Dalton, conhecido por alguns trabalhos com dublagem, mas popular por causa do filme “Um Conto Quase de Fadas” (“The Beautician and The Beast” – 1997), que é um dos clássicos da “Sessão da Tarde” da Globo, já perdi as contas de quantas vezes já assisti (e adoro).

Ethan Chandler é interpretado por Josh Hartnett, que já fez muitos filmes conhecidos, como “Pearl Harbor” (2001) e “Dália Negra” (2006), trabalhou com Frank Langella, Rosario Dawson, Teresa Palmer, Penn Badgley (Gossip Girls) e Alexis Bledel (Gilmore Girls) no filme “Parts Per Billions” de 2004 (ainda não assisti, mas está na lista). Mas ele ficou muito popular por causa no filme “Divisão de Homicídios” (“Hollywood Homicide” – 2003), ele era um detetive, mas tinha um trabalho secundário de professor de yoga e o sonho de ser ator, passa o filme inteiro ensaiando para um peça que ele gritava “Estela” (confessa que você viu pelo menos a propaganda na AXN).

Por fim a mais misteriosa das personagens e a mais famosa do elenco, Eva Green, que vive Vanessa Ives. Se você não está ligando o nome a pessoa, lembre-se da bruxa que transformou Johnny Depp em vampiro no filme “Sombras da Noite” (“Dark Shadows” – 2012), a Angelique. Ainda não lembrou? Ok, lembre-e da “amiga” de Rodrigo Santoro em “300: Rise of an Empire”, a Artemísia. Se ainda não sabe quem é, então deve ir conferir o filme “O Lar das Crianças Peculiares” (“Miss Peregrine’s Home for Peculiar Children”) que estreia dia 29 desse mês, Eva é a própria Miss Peregrine.

Por hoje é só de tentar assustar vocês, espero que vocês vão lá conferir a série. Uma “boa” notícia é que só tem três temporadas (a última foi a de 2016), com 9 ou 10 episódios de (mais ou menos) 50 minutos, então dá pra assistir tudo em pouco tempo (se você não for assombrada como eu, que não consegue fazer maratona kkk).

Beijinhos e até a próxima.

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo