Liga da Justiça Sombria: A Guerra em Apokolips (2020) - NoSet
Review

Liga da Justiça Sombria: A Guerra em Apokolips (2020)

Salve Nosetmanicos, eu sou o Marcelo Moura e hoje vamos falar da nova e ultima animação do novo universo DC Comics, que encerra a fase do Flashpoint iniciada em 2013.

Justice League Dark: Apokolips War (2020)

Direção Matt Peters e Christina Sotta, produção James Tucker, roteiro Mairghread Scott, história Christina Sotta e Ernie Altbacker. Elenco Matt Ryan, Jerry O’Connell, Jason O’Mara, Taissa Farmiga, Tony Todd, Rosario Dawson, Christopher Gorham, Shemar Moore, Rebecca Romijn e Rainn Wilson. Companhias produtoras Warner Bros. Animation e DC Entertainment, distribuição Warner Home Video.

Justice League Dark: Apokolips War é uma animação norte americana lançada diretamente em vídeo de ação, heroísmo e ficção científica baseado nos personagens da DC Comics e vagamente baseado na equipe da Liga da Justiça Sombria. É o 38º filme do universo animado de filmes originais da DC sendo o 15º e último da linha do DC Universe Original Movie. É uma seqüência direta pro filme de 2017 “Liga da Justiça Sombria”.

O elenco de dublagem principal é composto por Matt Ryan como John Constantine, Jerry O’Connell como Clark Kent / Superman, Jason O’Mara como Bruce Wayne / Batman, Taissa Farmiga como Ravena, Tony Todd como o vilão Darkseid, Rosario Dawson como Diana Prince / Mulher-Maravilha, Christopher Gorham como Barry Allen / Flash, Shemar Moore como Victor Stone / Ciborgue, Rebecca Romijn como Lois Lane e Rainn Wilson como Lex Luthor. O filme foi lançado em 5 de maio na internet e será lançado dia 19 de maio de 2020 para blu-ray e outras plataformas.

Sinopse: Culminando uma jornada animada de seis anos, que começou com Liga da Justiça: Guerra, em 2014, ‘Liga da Justiça Sombria: Guerra de Apokolips’ vai lidar com a Terra dizimada após a invasão do novo deus e tirano Darkseid, que devasta a Liga da Justiça em uma guerra mal-executada pelos heróis da DC. Agora, os restantes da Liga da Justiça, os Jovens Titãs, o Esquadrão Suicida e outros vigilantes, precisam se reagrupar, montar uma estratégia e levar a guerra a Darkseid, para salvar o planeta e seus habitantes sobreviventes. Essa é a guerra para acabar com todas as guerras, e só os vitoriosos poderão viver para aproveitar os espólios.

Crítica: Após os sucessos dos vários reboots nas HQs, como a trilogia da Crise nas Infinitas Terras, Flashpoint, entre outras mais modernas, parece que a DC / Warner resolveram trazer esta técnica para sua animações, e em menos de sete anos, após a ótima adaptação do Flashpoint em animação (2013), temos um novo reboot na casa dos heróis da DC. Apesar da emocionante história contada de Guerra em Apokolips, 0 enredo e seu desfecho me fez torcer o nariz, já que alguns clássicos foram muito bem contados como A Morte do Supeman (Liga da Justiça e Superman), Bloodline (Mulher Maravilha), Silêncio (Batman), assim como Liga da Justiça Sombria (Constantine), O Contrato de Judas (Titãs) e até o Esquadrão Suicida (Arlequina).

Liga da Justiça Sombria: A Guerra em Apokolips (2020) é uma continuação direta da primeira história da Liga da Justiça: War (2014) e levemente influenciada no arco das HQs de Darkseid War com o arco dos Titãs de Trigon, o pai da Ravena. A história é muito bem desenrolada,com todas as referências ao novo universo das animações, principalmente com o sucesso de Constantine aqui e no DC Legends of Tomorrow, aqui dublado pelo ator Matt Ryan, o mesmo Constantine do Arrowverse com seu sotaque inconfundível.  As mortes e transformações fisicas e mentais causadas pelo mais poderoso vilão Da DC Comics é forte e em alguns momentos causam assombro, principalmente com as seqüência dos corpos devastados no final da batalha. Darkseid está cruel ao extremo e não poupa ninguém de seus experimentos ou sua crueldade.

Talvez as únicas críticas fiquem por causa da superficialidade do roteiro no vilão principal, que tem poucos momentos na história que se passa quase 90% após a primeira e fatídica batalha e as escolhas e posicionamento dos personagens, principalmente do Superman, que com uma motivação quase suicida mal motivada leva todos a guerra sem nenhum preparo ou pesquisa contra Darkseid, apenas tentando pegá-lo de surpresa. Logo após, tentando resolver o problema,  sua frieza parece nem sentir remorso pelas perdas, que não foram poucas, de sua primeira tentativa e no final, nem lembrou ou sentiu algo pelo desfecho de Lois Lane, sua amada.

Mais ainda assim Liga da Justiça Sombria: Guerra em em Apokolips  é uma bela história, principalmente se você focar em Constantine, Ravena e Damien Wayne, que levam a história a uma maturidade da jornada do herói de uma maneira clássica e que agrada a um bom fã da DC Comics. Agora é aguardar o novo reboot e ver no que vai dar.

Curiosidades: Liga da Justiça Sombria: A Guerra em Apokolips foi anunciado pela primeira vez em 20 de julho de 2019 na San Diego Comic Con. Em fevereiro de 2020, Os dubladores foram anunciados como os mesmos das animações anteriores do DC Animated Movie Universe , todos reprisando seus respectivos papéis.

Um trailer da animação foi lançado em 4 de março de 2020. A animação foi lançada nas plataformas digitais em 5 de maio de 2020 e lançado em 4K / Blu-ray / DVD em 19 de maio de 2020, respectivamente. O lançamento contará com um curta de animação baseado em Adam Strange .

No site agregador de críticas Rotten Tomatoes , o filme possui uma classificação de 100%, com base em 5 avaliações.

Gostou da matéria, é só seguir o meu instagram para acompanhar lançamentos e opinar: https://www.instagram.com/marcelo.moura.1253/

 

Topo