Iron Fist: A Polêmica Série da Netflix e Marvel - NoSet
Séries & TV

Iron Fist: A Polêmica Série da Netflix e Marvel

Por Marcelo Moura

Punho de Ferro (Das HQs a Série): Punho de Ferro (Iron Fist) é um herói, lutador de artes marciais e personagem da Marvel Comics. Seu nome verdadeiro é Daniel “Danny” Rand. Foi criado por Roy Thomas e Gil Kane. Sua primeira publicação foi na revista Marvel Premiere número 15, em Maio de 1974. Punho de Ferro também teve suas histórias publicadas no Brasil pela Editora Abril, na revista “Heróis da TV” na década de 1980. Roy Thomas, seu criador,  afirma que se inspirou em filme de Kung Fu e um herói da Era de Ouro das HQs, Amazing Man, criado por Bill Everett. Punho de Ferro foi outro personagem Marvel, que assim como O Mestre do Kung Fu, tentou aproveitar a onda de filmes marciais dos anos 70. Seu poder era concentrar sua força interior em um dos punhos, o tornando duro como ferro, daí seu nome heroico. Sua melhor fase se deu ao ser desenhado pelo então promissor artista John Byrne e roteirizada por Chris Claremont. Essa dupla ficaria famosa pela série de histórias posteriormente produzidas da equipe mutante dos X-Men. Uma curiosidade é que em uma das histórias da dupla, um vilão canadense tem sua estreia nas HQs. Dentes-de-Sabre, antes um mercenário de pouca importância, que passaria a ser relevante a outro personagem mutante, Wolverine. Após algumas histórias solo, Punho de Ferro teve a sua revista fundida com a de outro herói, Luke Cage, com trejeitos inspirados no lutador Mohamed Ali, e que depois passaria a se denominar simplesmente Cage. Com a saída de Byrne, a revista acabou por ser cancelada.

Origem do Punho de Ferro nas HQs: Daniel Rand é filho do empresário norte-americano Wendell Rand que, ainda jovem, descobriu a mística cidade de Kun Lun. A cidade só se manifestava na Terra a cada 10 anos e quando Daniel estava com 9 anos, ele, seus pais e o sócio Harold Meachum fizeram nova expedição para procurá-la. Causando a morte dos pais de Daniel, Harold voltou para tomar os negócios de Rand. Daniel encontra a cidade e ao expressar seu desejo de vingança contra Harold, é treinado em artes marciais, por ordem de Yu Ti. Após 10 anos e ao fim de seu treinamento onde aprende a controlar seu Ki, sua energia espiritual, recebe uma ” tatuagem ” em forma de dragão alado em seu peito. Após esse tempo quando a cidade voltou a aparecer na Terra, Daniel agora transformado no Punho de Ferro, volta à civilização para realizar a sua vingança.

Principais Poderes do Punho de Ferro nas HQs: Danny é capaz de concentrar a energia natural de seu corpo em sua mão, manifestando-se como um brilho sobrenatural em torno de seu punho fechado. Punho de Ferro é um dos maiores lutadores do Universo Marvel capaz de enfrentar qualquer inimigo. Este “Punho de Ferro” pode atacar com dureza sobre-humana e impacto, enquanto sua mão se torna insensível à dor e lesão. No entanto, a façanha de convocar a potência necessária deixa Rand fisicamente e mentalmente esgotado, incapaz de repetir o ato por um tempo, até mesmo um dia inteiro em determinadas situações. Também pode concentrar a energia Ki internamente para se curar, ou externamente para curar as lesões de outros, bem como telepaticamente fundir sua consciência com a mente de outra pessoa.

Rand é um mestre em todas as artes marciais de K’un Lun, bem como vários estilos de luta da Terra. O verdadeiro nome da técnica que Danny utiliza é o Punho do Dragão, um golpe onde Danny canaliza seu chi em seu punho e aumenta a força do mesmo nas proporções desejadas a seu alcance, visto que este já levou seu poder a níveis extremos. Personagens como Luke Cage e até mesmo Colossus, demonstraram não serem nada páreo perante tal poder, mesmo sendo derrotados pelo golpe quando o Punho de Ferro ainda estava em sua fase clássica, bem longe de seu auge. No início, Danny só conseguia usar o poder em seu punho direito, mas com o tempo e após estudos, aprendeu a usar em seus dois punhos. Após bastante treinamento, Danny se torna um grande dominador de sua energia. Ele consegue concentrá-la por todo o seu corpo, moldá-la, aperfeiçoar seus golpes e até mesmo habilidades como cura são usadas pelo seu domínio do próprio chi.

Iron Fist (Netflix 2017): Baseado em Punho de Ferro de Roy Thomas e Gil Kane, desenvolvedor Scott Buck, produtor executivo Alan Fine, Stan Lee, Jeph Loeb, Joe Quesada e Scott Buck, distribuída por Netflix, elenco Finn Jones, Jessica Henwick, David Wenham, Jessica Stroup, Tom Pelphrey e Rosario Dawson, Empresa de produção Marvel Television e ABC Studios, com treze capítulos na primeira temporada e relacionado as séries Demolidor, Jessica Jones, Luke Cage e Os Defensores.Marvel’s Iron Fist, ou simplesmente Iron Fist, é uma websérie americana criada para Netflix por Scott Buck, baseada no personagem homônimo da Marvel Comics. Ela está situada no Universo Cinematográfico Marvel, compartilhando a continuidade com os filmes da franquia e é a quarta de quatro séries que levará a uma minissérie crossover, The Defenders. A série é produzida pela Marvel Television em parceria com a ABC Studios, com Buck servindo como showrunner.

Finn Jones estrela como Danny Rand / Punho de Ferro, um especialista em artes marciais com a capacidade de recorrer ao poder do Punho de Ferro. Jessica Henwick, Tom Pelphrey, Jessica Stroup, e David Wenham também estrelam. Depois de um filme baseado no personagem ter gastado mais de uma década em desenvolvimento na Marvel Studios, o desenvolvimento para a série começou no final de 2013 na Marvel Television, com Buck contratado como showrunner da série em dezembro de 2015 e Jones escalado como Rand em fevereiro de 2016. As filmagens começaram em Nova York em abril de 2016 e terminaram em outubro de 2016. A série recebeu críticas principalmente negativas de críticos, com muitos criticando o ritmo e a narrativa, as sequências de luta, e interpretação de Jones como Rand. Alguns aspectos elogiados da série foram as aparições de personagens estabelecidos, Claire Temple e Jeri Hogarth, além do desempenho de Henwick como Colleen Wing.

Sinopse: Danny Rand retorna para Nova York, após ter desaparecido por 15 anos, para combater a corrupção com uma proficiência em Kung Fu e a habilidade de invocar o poder do Punho de Ferro.

Crítica: Exageros a parte de fãs quanto a sexualidade e etnia de Finn Jones, ou sua saída das redes sociais devido a acusações e etc, Iron Fist segue, em seus capítulos iniciais exatamente o que era esperado, uma série interessante, boa de ser ver, mas com o ritmo costumeiro lento das séries da Netflix, o que quer dizer lento mesmo. Foi assim em Jéssica Jones e Demolidor em sua primeira temporada, o que foi só corrigido no Demolidor na segunda temporada, mas aí também tinha para dividir O Justiceiro e a Elektra, que dividido por três, deram um ritmo melhor a série.  Eu realmente gostei do trabalho  de Finn Jones (Danny Rand / Punho de Ferro) que faz um trabalho de artes marciais com a delicadesa de uma dança, bem diferente de Jessica Henwick (Colleen Wing), que faz um trabalho de luta mais ligado a força, quase como se fosse uma comparação de estilos Orientais e Ocidentais das Artes marcias, ou talvez esta seja realmente a intenção dos roteiristas para escrever esta temporada.  Após ler algumas críticas de sites americanos, eu realmente esperava algo bem pior e para meu alívio, não foi.

Do elenco de apoio a inclusão de medalhões da uma cara nova e forte as séries da Netflix, principalmente com atores como David Wenham (Harold Meachum) de filmes como 300, Van Helsing, Senhor dos Anéis e Lion, e da atriz Carrie Anne Moss (Harper) da franquia Matrix, que já tinha aparecido no mesmo personagem na série Jéssica Jones em sua primeira temporada , assim como  Rosario Dawson (Claire Temple) reprisando seu papel de séries anteriores da Marvel/Netflix e Wai Ching Ho (Gao) que reprisa seu papel de Demolidor.

Curiosidades: Um filme do Iron Fist estava em desenvolvimento na Marvel Studios desde 2000, originalmente para ser co-financiado pela Artisan Entertainment. Ray Park foi contratado para estrelar, mas o projeto passou por vários diretores e, finalmente, não foi produzido. O desenvolvimento continuou depois que a Marvel Studios começou a autofinanciar seus filmes no meio da década, com Marvel empregando um grupo de roteiristas para desenvolver algumas de suas propriedades “menos conhecidas”, incluindo o Punho de Ferro. Em 2010, Rich Wilkes foi contratado para escrever um novo rascunho para o filme e em maio de 2013, Iron Fist foi dito ser um dos “projetos no horizonte” para a Marvel.

Em outubro de 2013, Deadline informou que a Marvel estava preparando quatro séries dramáticas e uma minissérie, num total de 60 episódios, para oferecer a serviços sob demanda e canais por assinatura, com Netflix, Amazon e WGN America expressando interesse. Algumas semanas depois, Marvel e Disney anunciou que iria fornecer Netflix com séries em live-action centrada em torno de Punho de Ferro, Demolidor, Jessica Jones e Luke Cage, que levam a uma mini-série baseada nos Defensores. Este formato foi escolhido devido ao sucesso de Os Vingadores, para o qual os personagens Homem de Ferro, Hulk, Thor e Capitão América foram todos introduzidos separadamente antes de serem unidos no filme.  Em janeiro de 2015, o título oficial foi revelado a ser Marvel’s Iron Fist.

E para onde vamos???

 

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo