Thundercast: Vamos falar sobre Cheetara! - NoSet
Desenhos

Thundercast: Vamos falar sobre Cheetara!

Fala galerinha, convidaria vocês fácil, fácil para uma sessão de cinema, uma corridinha, uma balada quem sabe ou um barzinho com drinks, mas hoje vamos fala de uma personagem feminina muito forte, e se não fosse ela, coitado do Lion-O.

Quem é ela e sua História?

Sexo: Feminino

Espécie: Guepardo

Afiliações: ThunderCats – Nº de episódios: 117

Equipamento: Bastão

Habilidades: Super Velocidade

Conhecendo Cheetara: Ela é um membro feminino dos ThunderCats, um clérigo cuja a habilidade é tirar proveito de sua velocidade, a mais emocionalmente e madura da equipe, tem a capacidade de ler os sentimentos dos outros com bastante facilidade.

Uma loira linda com manchas até a cintura, usa uma roupa marrom que expõe muito de seu decote e barriga, aparenta ter em torno de vinte e poucos anos, sua face apresenta uma curva ascendente rosa pálido ao redor de seus olhos vermelhos e pálidos, dando a impressão de maquiagem dos olhos.

Sua História: Pouco foi revelado do passado Cheetara, exceto pelo fato de que ela era um órfão como uma criança. Não se sabe onde ela morava na época, mas durante sua infância, ela veio a Thundera para se juntar aos Clérigos. Foi quando ela conheceu Tygra, um príncipe de Thundera e adotou o filho de Cláudio (o atual rei na época) que foi um guarda em sua juventude e corou a primeira vez que a viu. Ela perguntou a Tygra se poderia encontrar os Clérigos, ele levou-a até eles e desejou-lhe sorte. Depois de falhar o teste de iniciação por Jaga, ela foi expulsa por não ter paciência. Cheetara jurou que não deixaria a porta da frente do templo, até que ela foi dada uma outra chance. Tygra, depois de ter se apaixonado por ela e vê-la todo esse tempo, dá a ela uma flor chamada de Dia Astrid (cada pétala é dito ter um dia de vida dentro). Cheetara é tocado por isto e se apaixona por ele em troca. Depois de muitos dias de sentar na frente das portas e alimentando-se das pétalas da Astrid dia, ela entrou em colapso por falta de alimento, convencendo Jaga que ela, de fato, ter paciência, finalmente, levá-la para começar seu treinamento.

Cheetara-thundercats-4597636-375-600As personagens femininas são as mais evoluídas deste mundo, sendo elas racionais ou irracionais. Uma tremenda gata, para não dizer outra coisa…hehe!

Ser que tem, como poder gerar um outro ser, é algo que ainda me impressiona! A nossa heroína Cheetara é um ser de uma magnitude de sentimento e beleza interior, que me emociona.

O poder de super velocidade, fica em segundo plano quando nos lembramos do seu sexto sentindo sobre os seres que ela mais ama, sua atitude de proteção e cuidado, nos mostra o quanto essa personagem é um ser especial e única em nossos imaginários, quando falamos de desenho, porque, na vida real nossas heroínas estão sempre ao nosso lado.

Neste período curto da minha vida, posso dizer que já conheci algumas Cheetaras como: Tempestade, Vampira, Batgirl, Viúva Negra, Wilma, Betty, Olivia Palito e muitas outras. E durante esse tempo elas nos deram, carinho, segurança, abraços, beijos de carinho, palavras e aprendizados, umas para lhe ferir ou tocar nas feridas, mas ao longo do tempo entendemos, outras palavras de conforto, emocionante, carinhosas e verdadeiras, sempre com lições que levamos para toda a vida, basta voce saber usa-las com sabedoria e amor e no tempo.

Cheetara representou toda uma geração dos anos 80,90 e por que não dizer atualmente, ela é um mix de todas as mulheres, que tem vontade, sabedoria, o dom da vida e do amor, seja com amigos, familia e até para aqueles que não são próximos, mas ela sempre estendera a mão para lhe ajudar.

Sensual e feminista, está seria suas definições, sem ser vulgar e ofender as demais companheiras heroinas, ela é forte, emotiva, familia e amiga, senhoras e senhores, está é Cheetara.

Cheetara_Cartoon

 Heroínas se descreve assim:

“Agora preste atenção
Lembre-se, ninguém precisa nos ver chorar!
Cada vez que uma mulher guerreira corajosa cai…
cada vez que uma mulher se ergue é porque escolheu
“vencer”.
Cada vez que ele precisa se recuperar
Ela se recupera dezenas de vezes!
isto porque,
só conseguem as verdadeiramente poderosas!

Poema de: Sonia Solange da Silveira ssolsevilha Poetisa do Cerrado

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo