Constantine - Primeira Temporada na NBC: - NoSet
Review

Constantine – Primeira Temporada na NBC:

Salve Nosetmaníacos, eu sou o Marcelo Moura e hoje vamos falar da primeira e única temporada de Constantine na NBC.

Constantine (1ª temporada -2014):

Personagem baseado nas HQs da DC Comics/Vertgo, canal de divulgação NBC, elenco Matt Ryan (John Constantine), Harold Perrineau (Manny), Charles Halford (Chas), Angélica Celaya (Zed Martin) e Lucy Griffiths (Liv Aberdeen).

Sinopse: A série é sobre John Constantine, um exorcista sombrio, detetive ocultista e vigarista, que está lutando com seus pecados passados, enquanto tenta proteger a humanidade de uma ameaça sobrenatural.

Crítica:

Várias foram às desculpas e explicações de porque a primeira temporada não ter emplacada na NBC, e pior, não ter terminado seus 22 capítulos programados. Aposta era alta da DC Comics no personagem, Constantine não aparecia em Live Action desde seu filme no cinema e sempre foi um queridinho dos fãs das HQs. Infelizmente não importa o termo utilizado, cancelado no 13º episódio de sua única temporada, o principal problema de Constantine é que não acharam o tom correto do roteiro para a TV e por mais que fisicamente parecido que o ator Matt Ryan seja de John, para atender as reclamações de fãs quanto a adaptação de Constantine para o cinema feita por Kaenus Reeves, ainda assim a série não agradou por não se definir entre drama ou galhofa, algo semelhante ao Supernatural, que se assumiu galhofa e vive do charme do elenco após sua quarta temporada, mas ainda assim, começou como uma serie de terror bem forte para após, definir seu mercado.

Na minha opinião, Reeves interpretava melhor Constantine que Ryan, mesmo com poucas referencias ao personagem original fisicamente. Não foi a falta do cigarro que fez a diferença, mas a atuação pedida pelo roteiro para Ryan junto a uma história ruim que derrubou a série, que tinha até boas referencias como o capacete de Nabu, Zatanna, Chas, Papa Meia Noite entre outros. O personagem principal não ofereceu o carisma que os fãs esperavam e ficou longe da famosa contra parte das HQs da Vertigo. Existe uma gritante diferença do debochado, arrogante e falastrão Constantine das HQs para o que foi apresentado na Tv. Infelizmente o lado arrogante e “senhor fodastico” de John como mago e jogador de pôquer é o menos visto na série, dando ênfase somente ao falastrão Mago. A série, que também não pega sério o lado do ocultismo, prefere um humor que não tem conteúdo ou referências, jogando piadas sem sentido, muito abaixo que o carismático Supernatural em sua 11ª temporada trabalha muiot bem isso, ou novamente, ao próprio filme de 2005. Esse humor sutil e necessário, mas viver disso fazendo fã service não dá. Nem o comercial Save Constantine na TV trouxe algum resultado positivo e a série acabou mais cedo que esperávamos.

Mesmo assim, acho que poderemos ver Matt Ryan ainda na pele de John Constantine novamente em um Cross com a quarta temporada da série Arrow, além da menção do nome de John em vários outros capítulos da mesma série, o que pode ser uma chance de alguma novidade para o futuro fora da NBC e na The CW. É bom lembrar que, do mesmo universo de Constantine, temos o recém-lançado Preacher e o já confirmado para segunda temporada Lúcifer, então John ainda pode dar as caras por aí.

Gostou da matéria, é só seguir o meu instagram para acompanhar lançamentos e opinar: https://www.instagram.com/marcelo.moura.1253/

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo