A adulta Web Série do Super Mario Bros no Canal Nerdice. - NoSet
Geek

A adulta Web Série do Super Mario Bros no Canal Nerdice.

Salve Nosetmaníacos, eu sou o Marcelo Moura e hoje vamos falar de mais uma Web Série brasileira de sucesso, de uma turma que conheci a pouco tempo, mas que sou fá. Dos mesmo produtores, atores e roteiristas malucos de Sereias de Gotham, hoje falamos da franquia Mario Bros do canal Nerdice.

Web Série Mario Bros. (1-4)

Direção e roteiro Octavio Lello, produção executiva Johnatham Ferreira. Elenco Vinny Rodrigues, Mariza Scheid, Luiza Velloso, Ge Alves, Pedro Navarro, Amadeus Freitag, Guido Scagluiusi, Renata Grega, Amanda Santos, RK Play, Vance Poupel, Dig Play, Linda Deterling. Mary Nikky, Mariana Montenegro, Clara Mol, Rodrigo Coelho e Anão Tequileiro. O Canal Nerdice surgiu em novembro de 2018 como um canal de curta-metragens no Youtube de personagens e universos nerds, que se expandiu para o facebook, Instagram e demais redes sociais. No canal você encontrar web séries como o universo do Batman (material já publicado no Noset) e o universo Mario, com Mario Kart e Smash Bros, ale, de outros filmes.

Sinopse: Mario e Luigi devem salvar a Princesa das mãos do vilão, em mais uma web aventura do Canal Nerdice.

Crítica: Com vida própria em cada capítulo e abertas referências cinematográficas, a adorável versão do o que aconteceu após o final dos games de Marios Bros para o Youtube do Canal Nerdice é divertida, sensual, adulta e focada no público adolescente e mais maduro. Diferente de sua irmã mais nova, As Sereias de Gotham (crítica no Noset), que conta uma história underground sobre heróis e vilões do mundo da DC Comics, muito próximo ao universo de Nolan e Snyder, aqui as referências são mais simples de quem viveu as aventuras de Mario e Luigi nos games, desenhos, séries e um filme tenebroso chamado Super Mario Bros (1993). Nesta versão Pós games do diretor e roteirista Lello se diverte mantendo o conceito quase lúdico dos games, mas trazendo para a realidade adulta dos cinemas, onde os personagens tem sentimentos humanos. Infelizmente pelo tamanho da crítica não vou citar o trabalho exemplar da equipe de produção do Canal Nerd, com Som, Imagem, efeitos especiais e etc, mas não vi nada que não fosse de alta qualidade, acima até que Sereias de Gotham, que também gostei bastante.

No episódio piloto, MARIO X BOWSETTE, o diretor Lello traz um estilo original no visual da série, seja no castelo, nas  vestimentas e no jardim, mas utiliza um toque romântico na relação dos protagonistas e um heroísmo nos primeiros momentos, que já esperávamos do universo Mario Bros e de tudo que conhecemos do Game. Mas, conforme a história se desenvolve, o diretor mostra em pouquíssimo tempo um capítulo surpreende, com personagens com sentimentos contraditórios, como o perigo que passam logo após saírem do castelo, a urgência na inocência de ajudar o próximo, um beijo sensual, uma cena com violência, assim como o ciúme do Mario pela Princesa na cena final. Tudo isso demonstra a sutileza do diretor, de fazer algo divertido e em poucos segundos passar tanta informação dramática, dando profundidade aos personagens. Da inocente Princesa ao inseguro Mario, tudo pode acontecer com os personagens em sua nova aventura. Tive que assistir duas vezes o primeiro capitulo para pegar tanta informação do universo paralelo que o Nerdice nos apresenta. Destaque para a voz com sotaque do Mario, ri demais com isso.

No segundo capítulo, LUIGIS MANSION, de longe meu preferido, existe uma arriscada mudança de conceito de filmagem que na hora me chamou atenção. Neste, a série se arrisca e sai do caminho já estipulado anteriormente, nos trazendo uma nova ótica sobre a série. Fugindo da linguagem de filmes românticos usada no piloto, Lello cria a sua versão de um universo de terror com toques de Found Footage, aquela câmera de mão tremida, borrada, com filmagem próximo ao rosto, que criaram uma legião de fãs após o filme Bruxa de Blair. Esta inovação, mantendo ainda o roteiro da história apresentada no primeiro capítulo do universo Mario Bros, deixou esta seqüência inesperadamente divertidíssima. Não posso esquecer de citar a trilha sonora, excelente.

MARIO ODISSEY, a terceira aventura do Canal Nerdice, nova surpresa com um musical bem estilo La La Land ou Cantando na Chuva. Adorei o musical apresentado e a evolução no personagem Mario, aqui mais inseguro quanto as suas motivações e escolhas de parceiros, só conseguindo se focar em salvar sua donzela em perigo e não ao que o universo lhe oferece como uma pessoa normal. Eu diria que esta foi uma escolha do Lello, fazendo uma crítica cinematográfica a dificuldade de se dar “corpo, sustentação e profundidade” a um personagem 2D dos games, demonstrando que a principal função do roteirista e diretor é dar credibilidade e coerência  ao personagem. Se adorei  a versão do episódio inicial fez ao Mario, dando um sotaque forte e sentimentos humanos, aqui sutilmente o levou a outro nível. Não podia deixar de citar que adorei a participação especial de Ryu, Akuma, Link e a banda Negrayscow e Zeladai no final do capítulo.

MARIO KART, quarta e penúltima aventura da turma do Canal Nerdice no universo Mario Bros temos uma aventura no melhor Velozes e Furiosos de Vin Diesel, a apresentação de um vilão a altura da série e uma divertida corrida de Kart que deve ter dado um trabalhão a equipe de som e filmagem. Continuo rindo muito com os sotaques dos personagens e para quem não viu ainda, tem no canal um vídeo hilário da nossa Mulher Gato Nacional, a Grega, contando os melhores erros de produção do canal. Agora é aguardar o final desta incrível saga e ver o que o Canal Nerdice nos trará em SMASH BROS.

Faça como eu, visualize o Canal Nerdice no Youtube e se cadastre. Veja os vídeos e se diverta com essa turma.

Gostou da matéria, é só seguir o meu instagram para acompanhar lançamentos e opinar: https://www.instagram.com/marcelo.moura.1253/

 

Topo