7500: Um filme claustrofóbico na Amazon Prime Vídeos. - NoSet
Review

7500: Um filme claustrofóbico na Amazon Prime Vídeos.

Salve Nosetmaníacos, eu sou o Marcelo Moura e hoje falamos de mais um filme de ação e suspense, já disponível no catálogo da Amazon Prime. 7500 é um filme de suspense e ação de 2019, escrito e dirigido por Patrick Vollrath em sua estréia na direção de longas-metragens, e estrelado por Joseph Gordon-Levitt. O filme aborda um tema pesado sobre um sequestro de avião, em mais um ato terrorista. Uma coprodução internacional entre Áustria, Alemanha e Estados Unidos, ocorreu em novembro de 2017 em Colônia e Viena . O título refere-se ao Código Transponder de Emergência para “interferência ilegal”.

7500: Dirigido por Patrick Vollrath, Produzido por Leão Maximiliano e Jonas Katzenstein, roteiro de Patrick Vollrath, baseado  na história de Patrick Vollrath e Senad Halilbasic, Estrelando Joseph Gordon-Levitt, Omid Memar, Aylin Tezel, Carlo Kitzlinger, Murathan Muslu e Paul Wollin. Companhia de produção MMC Studios, Augenschein Filmproduktion, FilmNation Entretenimento e Endeavour Content, distribuído por Amazon Studios (Estados Unidos) e Universum Film AG (Alemanha / Áustria).

Com baixíssimo orçamento de US $ 5 milhões, 7500 teve sua estréia mundial no Festival de Locarno em 9 de agosto de 2019 e foi lançado digitalmente nos Estados Unidos em 18 de junho de 2020 pela Amazon Studios . 7500 receberam críticas mistas dos críticos, embora o desempenho de Gordon-Levitt tenha sido elogiado.

Sinopse: Enquanto um avião de grande porte é sequestrado por terroristas em um vôo de Berlim para Paris e um grupo de jovens busca invadir a cabine da aeronave, um piloto luta contra o tempo, tentando negociar uma possível rendição com os sequestradores para salvar todos os reféns.

Crítica: Excelente em tudo, 7500 é uma aula de cinema, direção e atuação, nos levando aos clássicos filmes de desastre da década de 80 como Aeroporto (1970), Aeroporto 75 (1974), Aeroporto 77 (1977) e Aeroporto 1980: O Concorde e não posso deixar de citar os clássicos do humor Apertem os Cintos O Piloto Sumiu (1980 e 1982) dos irmãos Zucker, que fechou com “chave de ouro” o ciclo clássicos de filmes de desastres em aeroportos.

Sim, para quem não sabe, todo filme que arrebenta bilheterias americanas e mundias, gera uma seqüência de filmes clones e isso foi muito explorado nos anos 80, como filmes de Tubarões após o clássico Tubarão de Speilberg, daí filmes cópias de Psicose do Hitchcock, filmes de prédios pegando fogo após “O Inferno na Torre de John Guilhermin” e na área do terror “O Exorcista” de William Peter Blaty, entre outros, e todos com sequências e cópias de baixa qualidade, lutando para conseguir levantar dinheiro com as idéias do primeiro filme.

O novato diretor Patrick Vollrath acerta mais do que erra, com um baixo orçamento, aproveita do melhor o que tem além das cenas claustrofóbicas, o ator Joseph Gordon-Levitt, que está impecável como Tobias Ellis. O diretor cria uma trama reta, sem muitas distrações ou sub tramas, focando de uma maneira impar e simples na situação e no personagem principal, trabalhando única e exclusivamente na causa e conseqüências de seus atos. Vollrath não perde tempo com apresentações ou motivações longas, nos dá o mínimo que precisamos entender a história e não ficarmos perdidos e logo no primeiro ato, já deixa todas as suas cartas na mesa, trabalhando a continuidade do primeiro arco por toda a a extensão do filme, deixando quase 100% sem ar e presos a trama.

Joseph Gordon-Levitt vai se tornando a cada filme que entrega um excelente ator dramático, e posso afirmar com clareza que sua atuação como Tobias Ellis, me lembrou muito o estilo de atuar de Tom Hanks em filmes do mesmo estilo. Levitt que já esteve como coadjuvante em grandes produções como Lincoln (2012), Sin City (2014), G.I.Joe (2009), A Origem (2010), Batman (2012) e Loopers (2012), neste novo longa ele demonstra que já está pronto para alcançar outro patamar de desafios nos cinemas.

Curiosidades: Em janeiro de 2017, foi anunciado que Paul Dano estrelaria 7500, um filme a ser dirigido por Patrick Vollrath, marcando sua estréia na direção de longa-metragem. As filmagens estavam programadas para começar em meados de 2017 na Alemanha. No entanto, quando as filmagens foram adiadas, Dano desistiu do projeto devido a conflitos de agendamento e foi substituído por Joseph Gordon-Levitt . A produção principal começou em novembro de 2017, em Colônia e Viena .

Falando da participação de Gordon-Levitt no projeto, Vollrath disse: “Joseph é um dos atores mais emocionantes da tela hoje e mal podemos esperar para trabalhar com ele e ver que mágica ele traz para esse papel complexo. ”

No agregador de críticas Rotten Tomatoes , o filme tem uma classificação de aprovação de 66% com base em 97 críticas, com uma classificação média de 6,42 / 10. O consenso crítico do site diz: “O 7500 nunca alcança a altitude máxima como um suspense no céu, mas o sólido desempenho central de Joseph Gordon-Levitt consegue mantê-lo razoavelmente alto”. Em Metacritic , o filme tem uma pontuação média ponderada de 58 em 100, com base em 23 críticos, indicando “críticas mistas ou médias”.

Giovanni Melogli, da Cineuropa, escreveu: “O cenário claustrofóbico é um elemento extremamente eficaz para atingir a meta estabelecida pelo diretor: isto é, delinear o comportamento e as reações humanas em situações extremas, onde racionalidade e emoção se misturam e são combatidas com resultados imprevisíveis”. Allan Hunter, do Screen Daily, descreveu o filme mais como “autenticidade” do que “os heroicos e histriônicos de um sucesso de público americano” e comparou o conjunto limitado à “ingenuidade de Hitchcock ” por sua capacidade de incutir “bastante” de ansiedade suada, gerada pela história, uso de close-ups e a sensação de confinamento “. Da mesma forma,Guy Lodge do Variety chamou abertura do 7500 como “energicamente eficaz gerando um tipo frio suor, levando o público a partir de uma decolagem suave para os primeiros sinais de perturbação rapidamente dobrado em um suspense eficiente.”

Gostou da matéria, é só seguir o meu instagram para acompanhar lançamentos e opinar: https://www.instagram.com/marcelo.moura.1253/

 

Topo