Naftalina: A Fortaleza (1986) - NoSet
Cinema

Naftalina: A Fortaleza (1986)

Alguma vez você já ficou traumatizado após assistir algum filme? O cinema costuma mexer com nossos sentimentos de várias maneiras diferentes. Se após assistir a um longa você estiver indiferente, certamente este será esquecido após algum tempo. Filmes não são lembrados apenas por determinadas cenas ou atores, mas também por sensações.

Um dos sentimentos que mais nos afloram é o medo. Talvez por isso filmes de suspense e terror são tão apreciados, pois de alguma forma aquela determinada cena tirou você de sua zona de conforto. Há relatos diversos de pessoas que passaram a ter fobias após ver um determinado longa. Um exemplo clássico são pessoas que não podem mais chegar perto de palhaços depois de ter assistido “It – A Coisa”. Ou ouvir falar do Papai Noel… Chega a ser algo meio sádico você assistir um filme para ficar triste ou assustado, mas, convenhamos, melhor que seja na ficção do que na vida.

Papai Noel bonzinho…

O mundo atual está completamente diferente dos anos 80 (o que me faz ter ainda mais saudade daqueles tempos). Com a globalização, internet, programas policiais sensacionalistas e séries, a violência é algo completamente banalizado. Do tipo que sabemos dos crimes mais hediondos possíveis e tratamos como se não fosse nada demais. Paradoxalmente, estamos também muito mais conservadores, na era do “politicamente correto”. Nos anos 80 podia tudo, e ninguém ficava escandalizado ou chocado por conta de cenas de nudez, sexo e violência. Mesmo que passassem à tarde na TV aberta. Lembram da propaganda do primeiro sutiã? Nunca a nova sociedade protetora da moral e dos bons costumes ia deixar uma propaganda dessas ir ao ar hoje, protegendo seus filhos da imoralidade (enquanto eles dançam funk e assistem qualquer coisa na internet…)

Esse relato é para introduzir meus comentários e lembranças sobre um dos únicos filmes que realmente me deixou, de certa forma, “traumatizado”. Algumas cenas ficaram cravadas em minha memória até hoje, e certamente na de muitas crianças dos anos 80/90. Esse filme é A Fortaleza (Fortress), um telefilme australiano que estreou em 1986. Também ficou conhecido no Brasil por outro título: Sequestrados. Uma professora e um grupo de 9 crianças de diferentes idades são sequestrados em uma escola por homens usando máscaras (um rato, um gato, um pato e um Papai Noel) e levados a uma caverna no meio da mata. Para sobreviver, eles precisarão aprender a serem fortes, amadurecer e lutar contra seus agressores. Dirigido por Arch Nicholson.

Se você acha que, para fugir, as crianças vão bolar armadilhas no estilo “Esqueceram de mim”, está completamente enganado. E se você achou pesada a forma como foi feita a cena final de Logan com as crianças mutantes, você definitivamente precisa assistir a esse filme para saber o que é uma cena forte! A palavra que mais define A Fortaleza é TENSO! Do início ao fim. É um filme relativamente curto, 1h 25min, mas suficiente para diversas cenas de impacto. Mesmo hoje, reassistindo ao filme mais de 30 anos depois, não sei se pelo histórico já mencionado, continuei conferindo cada cena nervoso. Eu não gosto de filmes de terror, mas curto um bom suspense psicológico. ESSE aqui é um exemplar típico de suspense psicológico bem construído.

Professora, tem um rato lá fora… Um rato, um gato e um outro animal lá fora. Eles estão escondidos mas eu vi…

Vamos relembrar o elenco. A professora Helena Sally Jones foi interpretada pela britânica Rachel Ward, na época com 28 anos, que ficou conhecida antes por ter atuado na série Pássaros Feridos (que passava sempre no SBT). Participou de alguns filmes conhecidos até meados dos anos 2000, quando passou a atuar apenas em filmes praticamente desconhecidos.  Seu último trabalho tinha sido em 2007, mas ela voltou em 2016 no filme “The Death and Life of Otto Bloom“. A maioria das crianças (e do elenco em geral) teve em “A Fortaleza” um de seus únicos trabalhos (espero que não tenha sido por problemas psicológicos), com algumas exceções. As crianças são Sid (Sean Garlick), Tommy (Marc Gray – “Matrix”), Derek (Robin Manson), Richard (Bradley Meehan), Narelle (Rebecca Rigg – “Jogo de poder”, “Jerry Mcguire”, “O Mentalista”), Leanne (Beth Buchanan), Sue (Asher Keddie – “X-Men Origens: Wolverine”), Sarah (Anna Crawford) e Toby (Richard Terril).

 O filme foi baseado em um livro homônimo escrito por Gabrielle Lord, inspirado em uma história real, o sequestro de uma professora e sua classe na Escola Faraday em 1972. Infelizmente nunca foi lançado em DVD no Brasil, apesar de estar disponível no youtube. Um filme que, com certeza absoluta, marcou uma geração.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

NoSet é um lugar para se divertir e descobrir curiosidades sobre cinema, séries, HQ’s, games, músicas, livros e muito mais. Além de notícias você também pode ouvir nossas opiniões pelo podcast, sempre de um jeito inteligente e descontraído. Sejam bem-vindos e sintam-se na poltrona do seu cinema favorito.

Assinar NoSet por Email

Digite seu endereço de email para receber notificações de novas publicações por email.

Junte-se a 118.211 outros assinantes

Facebook

Copyright © 2016

Topo