Thor Indigno: Das HQs para o Cinema - NoSet
Livros & HQs

Thor Indigno: Das HQs para o Cinema

Salve Nosetmaníacos, eu sou o Marcelo Moura e hoje falamos das fases de Thor nas HQs e Cinema.

Thor (2011):

Direção Kenneth Branagh, produção Kevin Feige, produção executiva Alan Fine, Stan Lee, David Maisel, Patricia Whitcher e Louis D’Esposito, roteiro J. Michael Straczynski e Mark Protosevich, baseado em Thor de Stan Lee e Jack Kirby. Elenco Chris Hemsworth, Natalie Portman, Tom Hiddleston, Stellan Skarsgård, Kat Dennings, Clark Gregg, Colm Feore, Idris Elba, Ray Stevenson, Jaimie Alexander, Rene Russo e Anthony Hopkins. Companhia produtora Marvel Studios e distribuição Paramount Pictures. Com o orçamento milionário de US$ 150 milhões e uma ótima receita de US$ 450 milhões, Thor é um filme americano baseado no personagem da Marvel Comics de mesmo nome. É o quarto filme do Universo Cinematográfico Marvel e o filme conta a história de Thor, um deus que é expulso de seu lar e enviado à Terra por ter reiniciado uma antiga guerra. Obrigado a conviver com mortais, ele deverá aprender a ser um verdadeiro herói para combater as forças do mal que ameaçam a Terra.

Sinopse: Em 965 D.C., Odin, rei de Asgard, declara guerra aos Gigantes de Gelo de Jotunheim e seu líder Laufey, para os impedir de conquistar os nove reinos, começando com a Terra. Os guerreiros Asgardianos derrotam os Gigantes de Gelo e conseguem pegar a fonte do seu poder, uma caixa de gelo. No presente, o filho de Odin, Thor se prepara para ascender ao trono de Asgard, mas é interrompido quando os Gigantes de Gelo tentam recuperar a caixa. Contra a ordem de Odin, Thor viaja para Jotunheim para enfrentar Laufey, acompanhado por seu irmão Loki, sua amiga de infância Sif e os Três Guerreiros Volstagg, Fandral e Hogun. Uma batalha acontece até Odin intervir para salvar os Asgardianos, destruindo a frágil trégua entre as duas raças. Devido à arrogância de Thor, Odin tira-lhe todo o poder divino e bane-o para a Terra como um mortal acompanhado de seu martelo Mjölnir, agora protegido por um encantamento para permitir que apenas os dignos possam empunhá-lo.

Thor 2: O Mundo Sombrio (2013):

Direção Alan Taylor, produção Kevin Feige. produção executiva Nigel Gostelow, Stan Lee, Alan Fine, Victoria Alonso, Craig Kyle e Louis D’Esposito, roteiro Christopher Yost, Christopher Markus e Stephen McFeely, história Don Payne e Robert Rodat, baseado em Thor de Stan Lee, Larry Lieber e Jack Kirby. Elenco Chris Hemsworth, Natalie Portman, Tom Hiddleston, Anthony Hopkins, Stellan Skarsgård, Idris Elba, Christopher Eccleston, Adewale Akinnuoye-Agbaje, Kat Dennings, Ray Stevenson, Zachary Levi, Tadanobu Asano, Jaimie Alexander e Rene Russo. Companhia produtora Marvel Studios e distribuição Walt Disney Studios Motion Pictures. Com orçamento de US$ 170 milhões e uma bela receita de US$ 645 milhões em todo mundo.

Sinopse: Há muitos anos, Bor, pai de Odin, derrotou o exército dos elfos negros liderados por Malekith, que, com a ajuda de um elemento chamado Éter, queria fazer o Universo voltar a ser o que era antes de sua criação: pura escuridão. Após derrotar os Elfos, Bor ordena que o Éter seja enterrado em um local profundo, já que não pode ser destruído. Sem que Bor soubesse, Malekith, seu braço-direito Algrim e alguns outros Elfos escapam. De volta aos dias de hoje, em Asgard, Loki é condenado à prisão perpétua por Odin após a batalha de Nova York. Enquanto isso, Thor e seus amigos Fandral, Volstagg e Sif combatem seres de Vanaheim; é a última batalha de uma série para trazer paz para os Os Nove Reinos. Em Londres, a astrofísica Jane Foster, que não vê Thor desde os eventos do primeiro filme, tenta realizar um encontro com um homem chamado Richard, mas é interrompida por sua estagiária Darcy Lewis. Ela leva Jane a uma fábrica abandonada onde as leis da física ficam irregulares em alguns pontos. Jane acaba sugada por um vórtice e é levada para o local onde o Éter ficou guardado por milhares de anos. O elemento entra em seu corpo e a deixa exponencialmente mais forte que um ser humano comum.

Thor: Ragnarök (2018):

Direção Taika Waititi, produção Kevin Feige, produção executiva Victoria Alonso, Louis D’Esposito, Alan Fine, Stan Lee e Thomas M.Hammel, roteiro Stephany Folsom, baseado em Thor por Stan Lee, Larry Lieber e Jack Kirby. Elenco Chris Hemsworth, Mark Ruffalo, Tom Hiddleston, Jeff Goldblum, Idris Elba, Cate Blanchett, Tessa Thompson, Karl Urban e Anthony Hopkins.

Sinopse: Após os eventos de Vingadores: Era de Ultron, Thor deve encontrar Odin, desaparecido após o final de Thor e o Mundo Sombrio. Para ajudar a encontrá-lo, Thor terá ajuda de Loki, Hulk e Dr. Strange.  Como já confirmado, após muirta reclamação de participar do elenco já em Thor 2, , Natalie Portman não estará mais no elenco e dificilmente voltará a franquia.

Comentários: Fãs são assim, criam expectativas imensas sobre o possível roteiro de um filme, principalmente se for da Marvel ou da DC Comics, justamente alegando que enxergam possíveis arcos clássicos para os filmes que ainda não estrearam. Foi assim com Batman VS Superman, onde arcos do Coringa com Uma Morte em Família, assim como a possibilidade de Jason Todd (Robin II) ser o próprio Coringa bombardearam a Internet. Agora no terceiro e possivelmente último filme da franquia Thor, pelo menos com Chris Hemsworth, Tom Hiddleston e Anthony Hopkins nos papéis principais, muitos boatos foram aparecendo de acordo com o que saia de informação e fotos. No início acreditava-se que o arco Ragnarok seria a épica batalha do bem contra o mal, ou Thor e seus aliados contra Loki e seus aliados somados aos Gigantes de Gelo, para destruir os Nove Mundos, mas com o tempo isso se tornou apenas uma virada do roteiro. Muito foi dito e muito ficou na especulação do Hulk estar no filme para vermos um possível arco Planta Hulk e agora, confirmado a presença do Dr Strange nele, muito pode ser verdade. É bom lembrar que nas HQs, Strange junto com o grupo Iluminatti, expulsam o Hulk da Terra e que acidentalmente o Gigante Verde cai em Sakkar, podendo ser visto também na animação em DVD da Marvel, Planeta Hulk. Artes já vazaram mostrando o combate de Thor e Hulk em uma arena, e nesse combate o Hulk aparece com a mesma armadura do famoso arco das HQs.

O que gerou mais especulações ainda foi que no mesmo esboço, Thor não está com sua tradicional arma, o Mjolnir e sim com uma espada e em outros (como acima) com seu possível machado criado no Século 12. Nesta época Thor enfrentou um ser fortalecido pelos Celestiais chamado Apocalipse. Procurando vingança, Thor abençoou sua arma, o Jarnbjorn, com seu próprio sangue para imbuí-lo com o poder de perfurar a armadura Celestial. No arco Pecado Original, Thor retornou à Terra para ajudar os Vingadores a investigar o assassinato de Uatu e mais tarde, enquanto lutava contra Nick Fury, Fury parou Thor sussurrando um segredo não revelado a ele, o que fez com que o Deus do Trovão se tornasse “indigno”, perdendo sua capacidade de empunhar o martelo encantado, Mjolnir. Após perder a capacidade de empunhar o Mjolnir, Thor pegou seu machado de batalha Jarnbjorn como um substituto. Mais tarde Jane Foster mostrou-se digna de empunhar o Mjolnir, e tornou-se a nova Thor.Thor Odinson após um tempo desistiu de recuperar seu oMjolnir e passou a se chamar apenas Odinson.  Muito disso é realmente só especulações, principalmente porque os roteiristas alegaram várias vezes que o Hulk não se encaminha para a saga Planeta Hulk e muito menos Hulk Contra o Mundo, onde Banner e Stark tem seu verdadeiro confronto final.  Thor pode ter sido simplesmente afastado de seu martelo, mas é bom lembrar que com o encantamento de Odin, esse afastamento pode até gerar o personagem Bill Raio Beta na saga. Estamos com boas expectativas para Thor 3 e dá para viajar bastantes,mas o filme promete ser épico só por ter o Hulk no elenco, mas ainda assim, mantendo o humor característico da Marvel e nada sombrio como a DC. No arco das HQs da batalha na arena em Sakkar, Hulk enfrentou o Surfista Prateado, na animação de mesmo nome, foi Bill Raio Beta e agora pode ser o Thor, mas qual, o indigno ou apenas um sem martelo.

Gostou da matéria, é só seguir o meu instagram para acompanhar lançamentos e opinar: https://www.instagram.com/marcelo.moura.1253/

 

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo