Mulheres do Brasil: A História Não Contada de Paulo Rezzutti - NoSet
Livros & HQs

Mulheres do Brasil: A História Não Contada de Paulo Rezzutti


Mulheres que tiveram suas biografias alteradas, deturpadas ou que simplesmente sequer apareceram nos registros convencionais.


Ano: 2018
Páginas: 320
Idioma: Português
Editora: Leya

Mulheres do Brasil – A história não contada resgata a história de mais de 200 mulheres das mais variadas épocas que tiveram suas biografias alteradas, deturpadas ou que simplesmente sequer apareceram nos registros convencionais. Depois de desmistificar as figuras dos imperadores d. Pedro I e d. Leopoldina, o escritor e pesquisador Paulo Rezzutti se dedica a mulheres conhecidas ou ignoradas pela história do Brasil: das guerreiras às vilãs, das mulheres do poder a artistas. Também ilumina trajetórias pouco conhecidas de indígenas e negras escravizadas e avança até os dias atuais, com mulheres como Marielle Franco, a vereadora carioca assassinada em março de 2018 por “ousar” não ser invisível. O livro chega num momento em que a discussão sobre o papel das mulheres na sociedade se intensifica, surpreendendo o leitor ao reapresentar acontecimentos da história do Brasil com as personagens femininas finalmente reinseridas nos papeis de destaque que lhes foram negados pela narrativa oficial.

Mulheres do Brasil: A História Não Contada é obra de Paulo Rezzutti publicado pela editora Leya. O livro nos apresenta diversas histórias de mulheres que tiveram seu papel importante na sociedade, mas que foram esquecidas, e até mesmo apagadas da história.

Este livro é o estopim de todo um drama vivido por mulheres brasileiras. O texto é rico em detalhes, em vários tempos históricos, com nomes e datas, para quem não está apto a esse tipo de leitura, pode se tornar uma leitura mais densa e cansativa, porém é importante ressaltar que vale a pena ler a obra completa.

O feminismo e o empoderamento estão presentes, o que torna obra reflexiva para os dias atuais. Mulheres conhecidas como Marielle Franco e Dilma Rousseff, aparecem no livro, assim como as indígenas e as negras na era da escravidão.

O livro todo é dividido em seis partes:

  1. Mães do Brasil;
  2. Boas, más e perigosas;
  3. Heroínas e vilãs;
  4. O poder das mulheres e as mulheres de poder;
  5. Artistas e mecenas;
  6. Transgressoras.

Paulo Rezzutti, explica neste livro, de maneira crua e realista como mais de duzentas mulheres foram apagadas ou tiveram o seu papel diminuído na história do Brasil. É uma obra com conteúdo forte que vale a pena ler.

Compre:
Amazon || Travessa

Sobre o autor

Paulo Rezzutti é escritor e pesquisador paulista. Membro titular do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo, trabalhou como consultor técnico na exumação dos corpos dos primeiros imperadores do Brasil. Com livros publicados sobre o período do Primeiro Reinado – Titília e o Demonão: Cartas inéditas de d. Pedro à marquesa de Santos e Domitila: A verdadeira história da marquesa de Santos –, Rezzutti lançou pela LeYa, em 2015, D. Pedro – A história não contada: O homem revelado por cartas e documentos inéditos, vencedor do Prêmio Jabuti 2016 na categoria Biografia; e, em 2017, D. Leopoldina – A história não contada:A mulher que arquitetou a Independência do Brasil.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo