Ataques com ácido: os vestígios da violência contra a mulher impressos em lançamento ficcional - NoSet
Lançamentos

Ataques com ácido: os vestígios da violência contra a mulher impressos em lançamento ficcional

Crime hediondo é gancho do romance policial da protagonista Betina Zetser, jornalista investigativa que enfrenta traumas e ameaças quatro anos após denúncia de trabalho escravo no interior do Brasil

Vestígios é segundo volume da saga de Betina Zetser, protagonista da escritora e romancista Luciana de Gnone. O ataque com ácido, crime hediondo que frequentemente ganha as manchetes por todo o mundo, é o gancho da próxima matéria investigativa da jornalista.

Da realidade para a ficção, Luciana de Gnone alerta os leitores sobre os vestígios e sinais da violência contra a mulher a partir da história de vítimas que sofreram o ataque dentro da narrativa. Jackeline Fernández, por exemplo, é fundadora de uma organização que dá apoio às mulheres que foram atacadas. Vítima do crime, a personagem é uma das fontes de Betina para a investigação jornalística.

 “— O que quero dizer, Richard, é que não importa qual a cifra percentual dos ataques atuais. Estamos falando de vidas que são destruídas, vidas como a minha, a sua ou de qualquer pessoa que passe por uma situação como essa. Quero muito ajudar de alguma maneira a essas mulheres, quero entender o que está por trás desses ataques, quero ser útil para a sociedade. Esse é o nosso papel, pelo amor de Deus!
Ele não disse mais nada, apenas fez um gesto com as mãos para que me retirasse.
Estava muito decepcionada com sua indiferença. Não entendia como ele poderia reagir assim, tendo uma filha da mesma idade das vítimas da Tanzânia.”
(Vestígios, pág. 65)

Enquanto isso, Bruno, marido de Betina, enfrenta um inimigo do passado que retorna para perturbar a vida do casal. É com esse enredo que Luciana aprofunda a história do primeiro volume da saga, mas sem comprometer o entendimento de quem não leu o primeiro livro. Os pesadelos com Hermano, criminoso responsável por gerenciar trabalhadores escravizados, ganham força após a notícia de que ele está foragido.

Além da saga de Betina Zetser – o lançamento do terceiro e último volume previsto para dezembro de 2020, Luciana é autora de “Crimes em Copacabana”. Semanalmente novos capítulos da série são lançados no Wattpad. As narrativas, apesar de terem tramas diferentes, possuem a mesma protagonista e os crimes acontecem nos anos 1980 no bairro de Copacabana, Rio de Janeiro.

Ficha Técnica:
Título
: Vestígios
Autor: Luciana de Gnone
ISBN: 978-65-86069-56-3
Editor: Casa do Escritor
Páginas: 360
Tamanho: 14 x 21 cm
Preço: R$ 39,90
Link de venda: https://amzn.to/3pfQeLb

Sobre a autora: natural de Brasília, Luciana mudou-se aos cinco anos para a cidade do Rio de Janeiro, onde morou com a mãe e irmãs. Formou-se em Administração de Empresas, em 1997, e em 2001 concluiu a pós-graduação em Marketing pelo IBMEC/RJ. Por 15 anos trabalhou na área de comércio exterior em diferentes empresas. Em janeiro de 2009, embarcou em uma aventura familiar emocionante e foi morar no exterior. Viveu em diferentes países; Cazaquistão, Colômbia, México e, atualmente, na Costa Rica. Iniciou a carreira de romancista em 2014, quando lançou o primeiro romance policial “Súplica em Olhos Mortos”, traduzido também para o espanhol em 2018.

Topo