A Bela e a Fera - Madame de Beaumont & Madame de Villeneuve - NoSet
Livros & HQs

A Bela e a Fera – Madame de Beaumont & Madame de Villeneuve

❝Tudo pode ser corrigido – orgulho, raiva, gula e preguiça -, mas a conversão de um coração mau e invejoso é uma espécie de milagre.❞

Resenha do clássico original A Bela e a Fera:

As que são as mais difíceis, são as mais doces presas.

Título:  A Bela e a Fera
Autoras: Madame de Beaumont e Madame de Villeneuve
Editora: Zahar
Páginas:  240
Classificação: 4/5
Adicione:Skoob
Compre:Amazon Saraiva

O conto A Bela e a Fera fez parte da minha infância, assim como a de vocês, acredito eu. Meu primeiro contato com a história foi através da animação, depois em filmes adaptados, até chegar ao live-action lançado pela Disney esse ano, estrelado por Emma Watson. Neste pequeno livro vamos encontrar a versão original do clássico, com diversas diferenças em alguns pontos da história, mas nunca mudando o foco principal.

O enredo de “A Bela e a Fera” vai muito além de uma jovem que se casa com uma Fera que no final se revela um lindo príncipe preso sob um feitiço. Nessa edição bolso de luxo da Zahar, o leitor vai encontrar duas versões da mesma história.

A versão clássica, escrita por “Madame de Beaumont” em 1756, que conta em resumo a história que conhecemos e inspirou quase todos os filmes, e adaptações. E a versão original, de “Madame de Villeneuve” que foi publicada em 1740, e é de uma riqueza espantosa, que traz pontos diferentes das histórias e a própria Fera dá a voz ao monstro para que ele mesmo narre seu destino.

É uma leitura fácil, rápida e apaixonante! Ambas as autoras tem escritas caprichadas, bem elaboradas, chegando até algumas frases se tornarem poéticas. Um clássico que vale a pena ler e conhecer sua versão original, sem falar na explicação no início da leitura, dizendo que “A Bela e a Fera“, pode ter sido baseado em um caso verídico. A edição é toda ilustrada, em capa dura, e conta com uma perfeita tradução do premiado André Telles, uma apresentação reveladora e instigante assinada por Rodrigo Lacerda.

Estou muito acostumada com a animação da Disney, então em alguns momentos durante a leitura da versão original, tive dificuldade em aceitar algumas diferenças, por exemplo, ao invés de utensílios mágicos, Bela é servida por macacos e pássaros, as janelas de seu quarto são capazes de lhe transportar, permitindo que a jovem assista a espetáculos em diversos lugares. O lado bom das diferenças, é que a trama se estende ao contar a história do príncipe. A Fera é um pouco mais contida, se resumindo suas aparições somente na hora do jantar, porém é notável o quão boa ela é. Outra diferença que achei ótima, é que a noite, Bela tem sonhos com um jovem e uma mulher misteriosa que dá um toque de suspense no enredo.

Ainda que eu continue preferindo a animação da Disney ao clássico original, a Bela e a Fera é uma boa leitura, adorei saber detalhes do original, a história que pode ter sido baseado em um caso real, e a versão estendida do drama do príncipe. A edição da Zahar está impecável, em capa dura e contém ilustrações da época, além de falar um pouco sobre as autoras e todo o contexto por trás da obra. É um excelente presente para que ama livros clássicos.

Melhor Quote:
Tudo pode ser corrigido – orgulho, raiva, gula e preguiça -, mas a conversão de um coração mau e invejoso é uma espécie de milagre.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo