Jovens Titãs em Ação! Nos cinemas. Humor para todas as idades. - NoSet
Cinema

Jovens Titãs em Ação! Nos cinemas. Humor para todas as idades.

Poucos filmes conseguem conciliar e unir pais e filhos em uma mesma sala. Via de regra, filmes são bem específicos para seus públicos. Ou os filhos vão para agradar os pais ou vice-versa. Repito: são poucas as obras que conseguem manter públicos distintos unidos. E é aí que começa nosso review de Jovens Titãs em Ação! Nos cinemas, uma animação que permite que o papai e a mamãe vão ao cinema com seus filhos e, felizmente, se divirtam muito.

E o que é essa animação, afinal?

Simples. Esse longa de animação dos Jovens Titãs é, sobretudo, a confirmação de que a Warner tem muito mais tino para o sucesso quando o assunto é desenhos animados. Ao contrário de algumas obras polêmicas (que eu particularmente gostei), a empresa quase sempre consegue unanimidade em suas animações. E desta vez não será diferente.

A história é simples e eficiente.

Robin, o eterno menino-prodígio, percebe que todos os heróis da DC (ao menos os que se destacam) já tiveram um filme deles lançado. Ele quer ter um filme só seu e recebe o apoio dos demais integrantes dos Jovens Titãs. Mas a verdade é que a equipe é considerada realmente infantil. Ninguém, nem mesmo os vilões, levam a sério os Titãs, em especial o Robin.

Decidido a mostrar que tem potencial para que produzam seu filme, Robin descobre que precisa ter um arquiinimigo à altura de nomes como o Coringa, Sinestro, Lex Luthor e outros. E é nesse ponto que somos apresentados ao Slade, o Exterminador nas HQ.


E a zoação começa.

Não adianta. Jovens Titãs entra para zoar com tudo e todos. Marvel, Disney e até os próprios filmes de heróis da Warner são literalmente avacalhados por essa animação. Ao longo dos rápidos 84 minutos (gostaria que fossem mais), nem o Rei Leão escapa. E isso não quer dizer que há piadas de mal gosto ou aplicadas de forma equivocada. Praticamente em todo o filme é possível ver que a DC e a Warner sabem brincar com seus erros.

O bigode do Superman, Lanterna Verde, o jato invisível da Mulher-Maravilha, as “Marthas”… e muito mais estão entre os elementos usados para fazer um humor ágil, inteligente e divertidíssimo. Os pais reconhecerão muitas das referências e brincadeiras embutidas, enquanto os filhos certamente se acabarão com os diálogos rápidos, os exageros e o estilo da animação que, apesar de relativamente simples, cativam visualmente.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Dubladores

Apesar da maravilhosa versão no idioma original (onde, inclusive, Nicolas Cage faz o Superman), eu precisava assistir à versão nacional dublada. Os talentos de Charles Emmanuel (Mutano), Manolo Rey (Robin), Luisa Palomanes (Estelar), Mariana Torres (Ravena), Eduardo Borguerth (Ciborgue) e Ricardo Schnetzer (Slade), além de Guilherme Briggs (consagrado ao dar voz ao Superman), foram um espetáculo à parte e garantiram, sobretudo aos pequeninos, a conservação das vozes às quais estamos acostumados.

Sensacional é o mínimo que posso dizer!

Agora, vamos aos famigerados SPOILERS!

A partir deste ponto, siga por sua conta e risco… mas a verdade é que serão poucos spoilers.

Presenças ilustres e referências.

São tantos personagens e referências que fica difícil citar. Mas, por conta da brincadeira com a inexistência de um filme do Robin, a Warner e a DC conseguiram incluir uma lista grande de participações mais do que ilustres nessa animação.

Entre tantos personagens, podemos destacar: Jonah Hex, o Átomo, Watchmen, Monstro do Pântano, Desafiador, Kid Flash, Besouro Azul, Supermoça, Lanterna Verde (John Stewart), Mulher-Maravilha, Batman, Superman, Gavião, Shazam, Krypto, Zan, Jayna, Comissário Gordon, Flash, Hera Venenosa, Mulher-Gato, Stan Lee, Bizarro, Glick, Canário Negro, Homem-Borracha… e outros que só descobrirei quando sair em Blu-Ray.

Podemos acrescentar as várias homenagens aos desenhos clássicos inseridos através de animações com visual diferente, filmes e séries, como Batman – The animated series, Tron, De Volta para o Futuro, Perdidos no Espaço, o Rei Leão (uma das mais hilárias passagens da animação), Deadpool, Meninas Superpoderosas, e outras que não identifiquei, mas existem.

A velha intriga sobre quem é quem envolvendo Deadpool e Deathstroke (Exterminador) é outra passagem muito legal.

Robin e sua busca.

A história foca na busca de Robin pelo prestígio que até personagens menos conhecidos têm. Ele é o líder dos Jovens Titãs e foi parceiro do Batman, mas ele deseja o destaque que um protagonista merece. Para ter seu próprio filme, deixar de ser motivo de piadas e ganhar o respeito dos demais Titãs, ele resolve apagar os maiores obstáculos ao seu sucesso: os outros heróis. Essa é uma das mais divertidas passagens da animação, o que garante muitos risos e emoção ao som da música tema de De Volta para O Futuro.

Genial!

Por que Slade?

Deathstroke ou Exterminador (em português) é um mercenário dotado de alta capacidade mental, reflexos inimagináveis e habilidades acima de quase todos os humanos e de muitos heróis. Ele é um inimigo comum aos Jovens Titãs (nos quadrinhos e na série de TV) e já foi até um contratado de Darkseid.

Logo, diante do que está dito acima e também porque ele é um inimigo comum na série, nada mais justo que tê-lo nessa nova obra da Warner/DC. Slade Wilson é um vilão tão pertinente que foi o destaque ao final do filme da Liga da Justiça.

Fim dos spoilers.

Não falei que eram poucos spoilers? Bem, fechando a matéria é preciso destacar a criatividade das equipes da DC e da Warner que souberam brincar com suas próprias falhas. Jovens Titãs em Ação! Nos cinemas tem vários méritos além dos já citados. Ao apostar em um longa de animação com o estilo e a abordagem da animação do Cartoon Network, eles mostraram que estavam realmente focados no público infantil. Porém as várias inserções de elementos incomuns, incluindo referências à Marvel, Disney e outros universos distintos, são o ponto-chave para atrair e cativar o público colateral nesse tipo de filme: os pais das crianças.

Eu fiquei muito feliz e posso afirmar que a diversão vai do início ao fim da obra. Não houve momentos chatos e estava perceptível a boa recepção por parte dos demais espectadores na cabine de imprensa. Assim, se os adultos curtiram demais, imaginem o quanto será legal essa experiência para suas crianças?

Jovens Titãs em Ação! Nos cinemas é um longa-metragem de animação que tem o potencial altíssimo para agradar os mais velhos e, assim como na TV, divertir os pequeninos. Voltado primordialmente para as crianças… de todas as idades!

Divirtam-se e aproveitem para curtir esse final de semana nos cinemas.

 

Clique para comentar

Deixe uma resposta

NoSet é um lugar para se divertir e descobrir curiosidades sobre cinema, séries, HQ’s, games, músicas, livros e muito mais. Além de notícias você também pode ouvir nossas opiniões pelo podcast, sempre de um jeito inteligente e descontraído. Sejam bem-vindos e sintam-se na poltrona do seu cinema favorito.

Assinar NoSet por Email

Digite seu endereço de email para receber notificações de novas publicações por email.

Junte-se a 115.038 outros assinantes

Facebook

Copyright © 2016

Topo