Review: Minecraft Dungeons - NoSet
Games

Review: Minecraft Dungeons

Minecraft é um sucesso inegável e desde seu lançamento em 2009, o jogo continua tendo os mesmos holofotes e vem conquistando cada vez mais novos fãs pelo mundo todo. falando comercialmente, é uma mina de ouro que a Microsoft tem em mãos, sendo distribuído por diversas plataformas, o jogo desenvolvido pela Mojang Studios consiste em dar ao jogador a liberdade de explorar infinidades de mundos, coletando recursos minerais e construindo tudo em blocos.  São 11 anos de um jogo que se consolidou no mercado em seu primeiro ano e desde então nunca mais parou de crescer, seja em números de vendas, views de vídeos e upgrades técnicos.

Considerando todo esse sucesso não é surpresa que a gigante corporativa explore formatos diferentes desse vasto universo de blocos. Basta lembrar de Minecraft: Story Mode, serie interativa que permite o jogador coletar itens, solucionar quebra-cabeças, dialogar e tomar decisões que influenciaram nos eventos do presente e futuro. E Minecraft Earth, jogo mobile de realidade aumentada nos moldes de Pokemon Go. Esses são jogos que se baseiam no título original e seguem a cartilha do tradicional jogo que conhecemos. Mojang Studios em parceria com Double Eleven trazem um inovador título de RPG de ação e fantasia, que dá outra direção e uma nova visão a indústria de jogos.

Campanha:  Minecraft Dugeons foge de um enredo complexo e conta uma história simples. Um illager exilado por diversas aldeias encontra um orbe da dominância, esse é um artefato poderoso que o corrompe. ele agora passa a se chamar “Arce-Illager”, um poderoso feiticeiro que pretende se vingar e dominar todas as aldeias da região com ajuda de seus lacaios. Para dar um fim aos planos maléficos do feiticeiro “Dungeons” coloca o jogador no papel de protagonista que frustrará os planos do vilão.

O jogador poderá escolher seu personagem entre muitos já pronto em uma galeria, o que limita a criação de um personagem a partir do zero e antes de começar a aventura, você poderá calibrar o nível de dificuldade e o medidor indica se o personagem está forte ou fraco pra fase selecionada, o jogador terá três chances por fase: caso seja derrotado três vezes, regressara de volta a base. Isso pode ser frustrante após chegar longe e enfrentar um boss e perder novamente, mas o jogo não deixa o jogador com mãos atada e não existe penalidade para itens e conquistas, sendo assim o jogador mesmo quando perde sai ganhando.

Multiplayer e cooperativo: a jornada solo pode ser uma verdadeira odisseia à medida que você avança nas 10 fases que terão hordas de criaturas hostis e perigosas, também existentes no título original de Minecraft. há inimigos fáceis de derrotar e outros que exigirão mais tempo, pensando nisso o multiplayer permite a adição de 1 até 4 jogadores na mesma partida. Entretanto, é importante deixar claro que jogos multiplayer por enquanto serão possíveis jogando somente na mesma plataforma, porém, a Microsoft tem planos para a versão crossplay que reúne jogadores de diferentes plataformas, consoles, PC e smartfones, mas ainda sem uma previsão para a adição do recurso.

 

Jogabilidade: Minecraft Dungeons proporciona uma experiencia confortável com controles simples, o que é positivo por ser intuitivo sem dificuldades de aprendizado. Diferente do título original, o spin-off não é um jogo de construção e mineração, ao em vez disso o tradicional hack and slash de jogos de RPG de mesa está presente aqui e se une a elementos mágicos de diferentes variações classificados em dois tipos similares – que falarei a seguir- e poderá ser gerenciado no inventário no qual o jogador poderá administrar seus itens. Espoleto de equipamento, abriga um conjunto de mantos, armaduras e armas com encantamentos que terão uma variação diferente de atributos que poderá ser aumentado em nível de força, velocidade e área ao fazer melhorias. E Artefatos, o jogador terá à disposição porções de vida, totem místicos, estatua de cura e itens que dão upgrade físico por alguns segundos, recuperando a estamina perdida e até mesmo gerando um novo item durante a partida. Diferente do primeiro esse não é possível evoluções além das que já são estabelecidas, explorando ruinas e enfrentando hordas o jogador poderá encontrar versões de níveis superiores dos artefatos.  Todos esses itens são de níveis classificados em “comum, raro e exclusivos” e são acompanhados por uma estatística que mostra os dados e conta com a opção reciclagem, que converte mantos, armaduras e armas de curto e longo acontece, em moedas para serem gastas em equipamentos aleatórios no ferreiro.

 

Visual: a campanha do jogo apresenta um mapa curto e permite o jogador se aventurar em cenários diversificados e com segredos a serem descobertos, o visual é bastante agradável e mantem a estética de designer cubico – marca registrada na franquia de Minecraft –  além disso, o jogo tem grande qualidade nos tons de cores mais vibrantes, iluminação e sombra.

vale destacar também o trabalho sonoro de extrema relevância, como já dito aqui são diferentes cenários vibrantes muito bem detalhados e somado a isso tem a criação da sonoridade do ambiente, como exemplo o vento batendo nos galhos de arvores, arbustos e gramado, o barulho da fogueira, o zumbido dos mosquitos e o som de raios e trovões enquanto a chuva cai, e não menos importante a mudança de caminhar ao pisar no chão de pedregulhos para o gramado e uma ponte de madeira, tudo isso é um trabalho admirável que agrega e enriquece o jogo dando mais realismo e vivencia.

Conclusões finais: Minecraft Dungeons é um grande acerto e além de divertido, oferece um bom RPG de ação ala Diablo e faz um brilhante uso de um visual limitado e muda a mecânica tradicional de construção, trazendo combates hack and slash ao se utilizar de armaduras e armas com encantamentos, itens mágicos e fornecendo melhorias no nível do personagem no decorrer que avança as fases. Dungeons incentiva a exploração e guarda segredos a serem descobertos, fazendo com que o jogador busque cada vez mais subir de nível e adapte-se a um estilo que o favoreça nos combates, buscando em cada fase novos desafios e itens cada vez melhores. No entanto nem tudo é perfeito, bugs foram nítidos em batalhas multiplayer com mais de um jogador, principalmente na fase final fora do castelo em que é necessário o uso de trampolim para chegar a outro ponto e assim dar continuidade a fase, e por diversas vezes o jogadores ficava travado por alguns segundos, tendo que se jogar da muralha para voltar pro jogo. Se o nível no single player é equilibrado e a cada fase vai ficando difícil, no multiplayer a dificuldade é aumentada e a quantidade de hordas parece ter dobrado, o que é positivo e aumenta a ação. por outro lado, tanto a mecânica de jogabilidade ao utilizar-se de armas e os boss em fases secretas ou no final das fases seguem um padrão, não existe upgrade que permite a evolução de novos golpes de uma mesma arma e também um fator surpresa que torne um verdadeiro desafio enfrentar Golems e Enderman. Contudo, não se engane achando que será fácil derrota-los, caso você seja um novato(a) sem experiencia em jogos do gênero RPG vai lidar com algumas derrotas.

Nota: 4/5  Minecraft Dungeons está disponível para as plataformas PlayStation 4, Nintendo Switch, Xbox One, Microsoft Store e na Game Pass.

Topo