Project X Zone (Nintendo) - NoSet
Games

Project X Zone (Nintendo)

Salve Nosetmaniacos:

p0

Project X Zone (Nintendo):

Alguma vez já imaginou Dante (Devil may cry) lutando ao lado de Dimitri (Darkstalkers)? Ou Ryu e Ken recebendo suporte de Heihashi Mishima (Tekken)? Ou Kite e Black Rose (.Hack) sendo ajudados por Rikiya (the House of Dead)? Pois é, essas e muitas outras combinações inusitadas são o charme e o principal atrativo de PxZ, um verdadeiro Fanservice pra fã nenhum botar defeito.

p4
Aprontando altas confusões:

Com mais de 40 personagens disponíveis, retirados dos mais variados jogos como Street fighter, Resident Evil, Shinning Force, Breath of fire, Super Robot Taisen Endless Frontier, .hack, Megaman, Tekken, até títulos pouco conhecidos como Resonance of Fate, Sakura Wars, Valkyrie Profiles é de ser perguntar que tipo de historia justificaria um crossover tão eclético como esse. Tudo começa com uma secreta organização criminosa utilizando uma tecnologia desconhecida para criar portais Tempo/Espaço/dimensão. Com esses portais você consegue ir aonde quiser, porém, a tecnologia é nova e fora de controle, de modo que nunca se sabe para onde o portal te levará. Essa é a justificativa para os encontros de personagens tão dispares como Chris e Jill (Resident Evil) com X e Zero (Megaman), ou de Kos-mos e T-elos (Xenosaga) com Frank West (Dead Rising). Os personagens principais são Kogoro e Mii, criados exclusivamente para o Game, são em torno desses dois, ou mais especificamente da Mii, que a historia gira. Mas não se preocupe, todos os personagens, TODOS, tem participação marcante durante o jogo.

p2
Combo, combo, combo….

No começo a jogabilidade pode parecer estranha, de fato muitos não vão entender direito o que tem de fazer. Mas, com um pouquinho mais de esforço logo você entende como funciona e estará fazendo os mais cabulosos combos desde o saudoso Killer Instinct do Snes/n64.
A coisa toda funciona assim; no mapa você tem uma visão isométrica dos seus personagens, cada um deles pode andar certo numero de casas, representado no mapa por quadrados, tal qual Fire Emblem. Os quadrados azuis são o limite Maximo que seu personagem pode chegar já os quadrados laranja é o alcance do ataque do seu personagem, qualquer inimigo dentro do quadrado laranja, pode ser atacado. Na hora do ataque é que vem a Cereja do bolo, o esquema é simples, mas exige uma técnica impecável do jogador. Quando for atacar, a visão do game muda para um estilo parecido com jogo de luta, nessa etapa você tem de usar o botão “A” em combinação com D-PAD. “A” sozinho é um golpe. “A” com o D-pad para direita é outro golpe. “A” com D-Pad para esquerda mais um golpe e assim vai. O segredo é encaixar o golpe no momento certo antes do adversário atingir o chão. Caso atinja o chão, ele se recupera e cria um “escudo” ao redor, bloqueando por alguns segundos seus outros golpes e quebrando o seu combo. Quanto mais combos você fizer mais rápido você aumenta uma Barra chamada XP, ao completar 100% nessa barra você pode soltar um especial devastador.

p3
Mas calma ai, que não é só isso:

No meio do seu combo você também pode pedir ajudar por meio de um personagem solo que acompanha sua dupla, ou por meio de suporte, ou seja, outra dupla de heróis que estejam próximos ao herói que você está usando naquele momento. Cada Dupla de heróis, tem seus próprios combos, conhecer bem com tal dupla termina um combo e inicia outro é a chave para se dá bem e criar combos alucinantes. (o meu Record por enquanto é de 170 hits). Segue uma dica, se o inimigo atingir o chão ele se recupera, entretanto quanto mais próximo do chão você emendar o outro golpe, mais chances têm da sequência de golpes serem Críticos, causando mais dano e enchendo mais rápido a barra XP. Há também Skills e outras habilidades que se aprende durante o jogo, mas não vamos estragar a surpresa falando tudo né?

p6
Rir é o melhor remédio:

Se o seu inglês for afiado, se preparar para dar altas risadas nos diálogos que rolam soltos durante o jogo. Apesar de ser um jogo cuja historia é basicamente “séria”, vira e mexe os personagens estão tirando sarro um dos outros, rolando varias referências a fanservice e tudo mais. E Fanservice é o que não falta no game, afinal de contas, não seria um game japonês sem fanservice, ou seria??? KKK. Sem contar os especiais de alguns persons que são nonsense total. Vale ressaltar também a duração do game, que pode chegar a 70 horas de pura jogatina, ou seja 69 horas e 59 minutos à mais do que a campanha do Call of Duty. lol.

p7
Non Multiplayer:

O único ponto negativo do jogo é a falta de um multiplayer. Nem mesmo Multi local o game possui. Praticamente, quando você termina o jogo, a única coisa que te falta é joga-lo novamente.  Seria bacana disputar com um amigo que eliminava os inimigos de uma fase no menor tempo possível, ou quem faz o maior combo, dano Etc…em um chefe de fase, mas enfim..paciência, fica pra próxima.

p8

Emissario Zen – Hai

Facebook: Big N Channel

Site: Big N Channel

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo