Brasil Game Show 2018: Noset no universo Gamer. - NoSet
Games

Brasil Game Show 2018: Noset no universo Gamer.

BGS

Salve Nosetmaníacos, eu sou o Moura e você já pode me seguir no Instagram como marcelo.moura.1253. Tive o prazer de cobrir um dos dias do BSG e foi uma experiência fantástica com cosplay, muita gente se divertindo e muitos produtos para venda. A Brasil Game Show (BGS) é uma feira anual de videogames organizada pelo empresário Marcelo Tavares, atualmente realizada em São Paulo. A feira é considerada a maior conferência do gênero em toda a América Latina e neste anos foi do dia 11 a 14 de Outubro na Expo Center Norte.

BSG, Moura e Noset: Minha primeira experiência na BSG 2018 pelo Noset foi simplesmente inexplicável mas no melhor sentido, pois surpreendeu em tudo . Já tinha participado do Anime Friends 2017 e 2018, além de várias feiras de livros, eventos e shows de Rock, como Paul Mcartney, Metallica, Maddonna e Guns n Roses,  por isso achava que nada me surpreenderia e veria mais do mesmo, só que foi ledo engano de quem lhe escreve. Em um espaço grandioso na Expo Center Norte, o evento foi incrível e mistura um pouco de tudo, coisas de um bom Geek e Nerd, não importa se dos anos 80 ou deste século, tudo foi perfeito. Mas gostaria de iniciar a matéria com algo que me tocou logo no início, falando da educação e dedicação de quem trabalha no evento, dando informação, tirando dúvidas ou indicando as entradas principais. Havia muitos cadeirantes trabalhando e logo de cara vi dois atendentes, em um momento de descontração, dançando, sendo um cadeirante, enquanto tocava uma daquelas músicas tecnopop, um momento tai genial que parei para apreciar e ver a felicidade de todos em volta, mas esqueci de registrar, onde em um trabalho extremamente desgastante, pela quantidade de pessoas que passam neste evento por dia, se tornou algo humano no melhro sentido, inspirador e digno de nota. Outro ponto foi o sorriso de todos os envolvidos no evento, da fila ao SAC, todos foram atenciosos nas explicações, mesmo que em alguns casos contraditórias devido ao tamanho do evento, mas com muita boa vontade pude rodar toda a BGS e me divertir muito.

Multimarcas representaram no evento todo o seu ”knom how” de inovações e idéias em seus stands,que migravam do maquinários ao virtual,  como o próprio Youtube demonstrando suas novidades, opções de  games como Black Desert on Line, roupas de heróis vendidas como a Pitica e Riachuelo, ambas lotadas, brinquedos, miniaturas, mangás e HQs vendidos a vontade, e tecnologia como Actvision, XBOX, Nintendo, PlayStation e muitos outros. Era possível degustar e comprar um Joystick, teclado, cadeiras específicas para um “Gamer”, tecnologia e cores comparáveis a projetados para Fórmula 1 ou mesmo NASA. Muitos empresários que nem são desde meio aproveitaram o evento e surpreenderam com lançamentos como a brinquedos Estrela, relançando seu boneco Falcon, ícone dos anos 80, ou os que estão no mercado, como a Nintendo, lançaram sua próxima versão do famoso game Pokemon GO, mais interativo entre jogador e game. Todos cobertos de muita luz, som alto, muitos apresentadores, Youtuber famosos e fãs aos berros, campeonatos ao vivo, torcidas organizadas e DJ descarregando seu som a todo volume. Vários jogos on line, onde a fila dava volta nos stands, principalmente aqueles com cadeiras, óculos e luvas 3D. Eu ria feito criança com tanta informação sobre jogos novos, que iam desde jogos de Cards on Line até esportes, aventura, luta e ação como  Spiderman, God of War, PES 2019, Destiny, Fortnite e Pugb. Todos com imensos pôsteres nos stands que tiravam o fôlego. Falando em Pugb, fiquei muito curioso com este game, mania mundial, que como LOL, tem fás e equipes em todo lugar. Todos muito bem apresentados em seus stands, com paciência você podia jogar da maneira que quisesse e se interar com este novo universo no mesmo estilo do filme JOGADOR NÚMERO UM do mega diretor Steven Spielberg, desde campeonatos do já conhecido LOL no teclado, PES no controle, todos com telas 4K e imagens surpreendentes, que todos gostariam de ter em casa. Eu que optei só em olhar, fiquei apaixonado com que vi, e rodei por três horas todo o evento com lágrimas nos olhos de felicidade com cada vez que parava em algum stand.

Agora a parte que mais gosto dos eventos, o cosplay e meus queridos amigos cosplayers, e esse evento teve todo mérito sobre o assunto e uma variação de personagens que iam desde filmes, animações, HQs, Mangás, games e séries, que nos deixaram de queixo caído com tanta qualidade. Novamente vi os cosplayers familiares como Loki, Aquaman e  Moira, e dezenas de Coringas, Arlequinas, Panteras Negras, Deadpool, Mortal Kombats e Street Fighters, cada um representando seu clã. Se você quiser acompanhar o belo trabalho deles posso indicar no Instagram aqueles que eu sigo, me inspiro e admiro, como @thor_gabriel, @jhow)loki, @capitaoamericabr, @lucas.asduarte, @toninhomagrao, @debs_rangel, @milagemmi e não posso deixar de citar o belo trabalho que acompanho do minha querida loja @vitorianocosmaker a onde você pode escolher on line o que vai vestir e comprar para o próximo evento. Um dia quem sabe este que lhe fala poderá ter a tão sonhada vestimenta de Odin, é só conseguir aumentar a venda do Vitoriano em 300%, mas eu continuo tentando. Como falei, uma grande festa que não dá para perder. E se pensar que a questão é preço, o convite antecipado saia por R$ 50,00 e na hora, doando 1kg de alimento não perecível, R$ 110,00.

Os serviços complementares são outro ponto a ser lembrado. Tanto nas entradas quanto saídas, não faltava espaço para transitar. Também não era difícil achar informações ou transitar no evento com qualidade, evitando é claro os pontos de competição. As praças de alimentação foram um ponto forte do evento deste tamanho, assim como sanitários e áreas de descanso. Mesmo no final do dia, ainda lotado o evento, as áreas estavam limpas, banheiros bem tratados e a comida muito boa com excelentes opções que iam desde doces a salgados e com um preço surpreendentemente acessível , sem muita fila e demora para sentar. Tudo valeu a pena e agora fico esperando o próximo evento que vou tentar participar se o @Fransescritor não roubar os ingressos do próximo evento, Comic Com ou Ressaca Friends, tudo depende do @noset7.e. Escrevi esta matéria ao som de Van Hallen, Jump, um som inesquecível dos anos 80.

A Brasil Game Show: Realizada pela primeira vez em 21 de junho de 2009, no Rio de Janeiro, sob o título Rio Game Show, e teve um público aproximado de 4 mil participantes. Até aquele ano, o Brasil estava há cerca de três anos sem qualquer evento do gênero. O público dobrou na edição seguinte, que aconteceu nos dias 28 e 29 de novembro 2009. No ano seguinte, a feira foi renomeada para o nome atual, Brasil Game Show, e contou com um público de aproximadamente trinta mil visitantes. Em 2011, a feira recebeu cerca de sessenta mil pessoas, superando as expectativas de cinqüenta mil fãs previstos para aquele ano. Ainda em 2011, foi anunciado que a realização da feira seria alternada entre as cidades de São Paulo e Rio de Janeiro, a partir de 2012. No final de 2012, porém, a organização do evento anunciou que a edição de 2013 seria realizada somente em São Paulo. Em 2012, a expectativa era de que oitenta mil visitantes comparecessem ao evento, mas as expectativas foram novamente superadas, e a BGS alcançou a marca de cem mil visitantes, consolidando o título de maior feira de jogos eletrônicos da América Latina. A edição de 2013 foi realizada no Expo Center Norte, em São Paulo, nos dias 25 (exclusivo para a imprensa), 26, 27, 28 e 29 (abertos ao público) de outubro. A expectativa, desta vez de 150 mil visitantes, foi novamente superada, e a feira contou com o dobro do espaço em relação ao ano anterior. Gigantes do mundo dos games apresentaram seus lançamentos para o público, e entre os destaques estavam o Xbox One (Microsoft) e o Playstation 4 (Sony).

Em 2014, o espaço do Evento foi novamente dobrado, e ocupou todos os cinco pavilhões do Expo Center Norte, em SP. A Feira ocorreu nos dias 8 (exclusivo para imprensa e business), 9, 10, 11 e 12 (abertos ao público) de outubro, contando com mais de duzentos e cinqüenta mil visitantes. Ainda em meados de março de 2014, grandes empresas do mundo dos games confirmaram presença no evento, como Ubisoft, Ongame, Razer e outras. A Brasil Game Show 2015, realizada entre os dias 8 e 12 de outubro no Expo Center Norte, em São Paulo, estabeleceu novos recordes e se firmou como a maior edição do principal evento de games da América Latina. A feira reuniu nos cinco dias mais de trezentos mil visitantes, número superior ao do ano passado, e expôs ao público mais de cem lançamentos. Novamente ocupou todos os cinco pavilhões do Expo Center Norte, em SP. Em uma área de cerca de setenta mil m2, o público pôde encontrar convidados internacionais ilustres, como Phil Spencer, chefe da divisão XBOX da Microsoft, e Yoshinori Ono, produtor do game Street Fighter V. A nona edição da BGS ocorreu nos dias 1 a 5 de setembro de 2016 em novo local, no São Paulo Expo. A mudança de data visou antecipar mais lançamentos e apresentar aos visitantes um número ainda maior de produtos inéditos. Foram mais de 200 marcas expondo no evento, e mais de três mil jornalistas do Brasil e do exterior registrando o evento. Os jogos em realidade virtual foram destaques, onde o público e a imprensa puderam testar em primeira mão o Playstation VR. Em 2017, a Brasil Game Show completou 10 edições, e um segundo evento foi anunciado para o Rio de Janeiro, focado em e-Sports: a Brasil Game Cup Rio (BGC Rio), realizada em Abril de 2017.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo