Estrelas envelhecem? - “Rock’n Roll: Por trás da fama” - NoSet
Cinema

Estrelas envelhecem? – “Rock’n Roll: Por trás da fama”

Logicamente que todos envelhecem, é o o rumo natural da vida, mas para atores e outros profissionais que trabalham com a imagem esse processo pode ser traumático, porque a indústria sempre irá investir mais em quem tem aquela imagem jovial.

Esse é o tema da comédia “Rock’n Roll: Por trás da fama” (“Rock’n Roll” – 2017), filme dirigido, escrito e protagonizado por Guillaume Canet e tem a ideia de parodiar a sua própria vida, ou seja, ele basicamente fez da sua vida uma grande comédia para poder criticar os padrões hollywoodianos.

A trama começa quando Guillaume está dando uma entrevista para Vogue junto com a co-estrela do filme que está filmando, em que ele faz o papel dela, porém ela tem seus 20 e poucos anos e ele seus 40 e poucos. Durante a entrevista a repórter pergunta a ele como é ver a nova geração, a co-estrela completa dizendo que ele não é mais tão “rock’n roll”, que agora ele é visto como um pai de família.

Depois disso Guillaume começa a tentar voltar a ser “rock’n roll”, passando a se incomodar com a vida que tem com a namorada, Marion (Cotillard) e o filho. Ele passa por uma transformação extrema de sua figura física, voltando a ser o centro das atenções. Isso o fez conquistar os papeis que queria, mas acabou afastando de sua família, apesar de ter os amar.

A ideia do filme é muito boa, é preciso parar de imaginar que só é bonito, só é passível de sucesso, aquele rosto jovem e corpo perfeito. Por outro lado, o ator deve ter a maturidade de saber envelhecer, de saber que variar o tipo de papel faz parte de seu crescimento profissional.

“Rock’n Roll” pode até mostrar tudo isso, mas ele se torna exagerado demais, fazendo com que algumas cenas causem até constrangimento para alguns que assistem. Minha impressão é que eles tentaram chocar a todos com tudo aquilo, mas acabaram transformando o filme num besteirol bem americano, não sei se assistiria novamente.

Mas também vi pontos positivos no filmes, além de ter identificado um pouco da ideia central, puder ver Marion Cotillard em um papel completamente diferente. Confesso que não assisti muitos filmes com ela, mas lembro que todos os quais assisti ela tem aquela figura de mulher séria, guerreira, que não depende de ninguém, sempre com muita fibra, já nesse filme ela é o oposto, uma atriz louca, cômica. A cena dela cantando Celine Dion é a melhor de todo o filme!

Honestamente, quem salvou o filme foi Marion. É impossível lembrar que aquela mesma mulher fez papeis dramáticos como Edith Piaf, ela ganhou mais pontos comigo nessa interpretação da caricatura dela mesma.

Em suma, é um filme que tem uma boa mensagem, mas que não foi feliz na execução, porém pode agradar aqueles que gostam de um besteirol.

ROCK N’ ROLL: POR TRÁS DA FAMA

França | 2017 | 123 min. | Comédia

Título Original: Rock n’ Roll
Direção:
Guillaume Canet
Roteiro:
Guillaume Canet, Rodolphe Lauga, Philippe Lefebvre
Elenco:
Guillaume Canet, Marion Cotillard, Gilles Lellouche
Distribuição:
Mares Filmes

Beijinhos e até mais.

1 Comentário

1 Comentário

  1. Pingback: Nívia Colunista: Novidades da coluna – Bailarina do Fórum

Deixe uma resposta

NoSet é um lugar para se divertir e descobrir curiosidades sobre cinema, séries, HQ’s, games, músicas, livros e muito mais. Além de notícias você também pode ouvir nossas opiniões pelo podcast, sempre de um jeito inteligente e descontraído. Sejam bem-vindos e sintam-se na poltrona do seu cinema favorito.

Assinar NoSet por Email

Digite seu endereço de email para receber notificações de novas publicações por email.

Junte-se a 116.102 outros assinantes

Facebook

Copyright © 2016

Topo