Stardust de Neil Gaiman (Da HQ até o Cinema): - NoSet
Cinema

Stardust de Neil Gaiman (Da HQ até o Cinema):

Salve Nosetmaníacos, eu sou o Marcelo Moura e bem vindos ao mundo mágico de Neil Gaiman nos cinemas.

Stardust – O Mistério da Estrela (2007):

Direção Matthew Vaughn, produção Lorenzo di Bonaventura, Michael Dreyer, Neil Gaiman e Matthew Vaughn, roteiro Jane Goldman e Matthew Vaughn, baseado em Stardust de Neil Gaiman, narração Ian McKellen, elenco Claire Danes, Charlie Cox, Sienna Miller, Jason Flemyng, Mark Strong, Rupert Everett, Peter O’Toole, Robert De Niro e Michelle Pfeiffer. Companhia produtora Marv Films e Ingenious Film Partners, distribuição Paramount Pictures. Com um alto orçamento de US$ 88,5 milhões e uma baixa receita de US$ 135,5 milhões, Stardust é um filme britânico-americano baseado na novela de Neil Gaiman, conhecido autor de Sandman, ilustrada por Charles Vess e originalmente publicada por DC Comics. Trata-se da saga de um jovem rapaz que, ao prometer trazer para sua amada uma estrela cadente, envolve-se em muitas aventuras, já que para cumprir o que disse, precisa atravessar um reino mágico com bruxas, muitos feitiços e personagens fantásticas.

Sinopse: Stardust conta a história de um balconista Tristan que não tinha nenhuma ambição na vida a não ser conquistar o coração da bela Victória, que nada sente por ele. Em uma noite, uma estrela cadente surge nos céus e ele promete ir buscá-la para dar de presente à amada, como prova do que sente. Porém, para isso, ele terá que atravessar uma grande muralha protegida por um incansável sentinela. Do outro lado do muro, Tristan irá conhecer um mundo novo e encantado, que ele nunca imaginou, Stormhold. Ele com o poder da vela da Babilônia logo encontra a estrela e percebe que na realidade ela é uma mulher chamada Yvaine. Ao saber da presença dela, a cruel bruxa Lamia passa a caça-la atrás do coração de uma estrela que dá imortalidade a quem possuir. Tristan e Yvaine também tem que fugir dos príncipes de Stormhold que precisam encontrar o colar que Yvaine usa, um rubi que o último rei arremessou para o céu e fez com que a estrela caísse.

Crítica: Matthew Vaughn é produtor e diretor de cinema inglês. É casado com a modelo e atriz alemã Claudia Schiffer e tem uma belíssima e delicada mão em detalhes para fazer filmes com um conteúdo bem interessante. Já assinou os sucessos como o violento e divertido Kick Ass, Xmen First Class e o controverso Snatch – Porcos e Diamantes. Com um orçamento de US$ 70 milhões, o filme foi um tremendo fracasso de bilheteria, simplesmente porque apesar da estrutura ser a mesma, Stardust do cinema é uma comédia e Stardust das HQs um poema pesado e sexual, erro muito parecido com a adaptação da clássica HQ A Liga Extraordinária de Alan Moore. Talvez o público não tenha entendido o belo conto de fadas cinematográfico recheado de atores estelares ou mesmo porque apesar de tudo, o casal principal, Charlie Cox (Demolidor da Marvel) e Claire Danes, não desse conta do recado e ficou estranhamente abaixo do esperado, ou simplesmente porque o roteiro não define se é um filme de ação, comédia, infantil, ficção ou drama. Mas mesmo assim o filme é uma linda produção, mesmo que a crítica e o público em geral não ache, Stardust é um filme Cult com um estilo único. O filme é bem produzido, tem efeitos grandiosos, um roteiro razoável, mas é um belo conto de fadas, talvez não melhor que o poema ilustrado de Gaiman. Do elenco por ordem de talento temos Robert De Niro, premiado ator, diretor e produtor de cinema norte-americano. Seus primeiros grandes papéis foram nos filmes Bang the Drum Slowly e Mean Streets, ambos de 1973. Apesar de caricato demais no filme, está bem divertido como em filmes como A Máfia no Divã. Michelle Pfeiffer é atriz, cantora e modelo americana. Está excelente no filme como vilã, atuando de maneira soberba como uma bruxa terrível, pena que o filme não é sobre ela. Sir Ian Murray McKellen é um ator inglês de teatro e cinema. Tornou-se especialmente conhecido pelo grande público após atuar na trilogia O Senhor dos Anéis, X-Men, O Código Da Vinci e O Hobbit.Peter James O’Toole foi um ator irlandês. Era pai da atriz Kate O’Toole e do ator Lorcan O’Toole. Na sua carreira teve nomeações para oito Oscars, e deteve o recorde de mais indicações sem nenhuma vitória. Claire Catherine Danes é uma atriz norte-americana. Ficou mundialmente conhecida por ter interpretado Angela Chase na série norte-americana My So-Called Life, Julieta em Romeo + Juliet. Charlie Thomas Cox é um ator Inglês, mais conhecido por seu papel coadjuvante na serie da HBO’, Boardwalk Empire segunda temporada e agora na série Demolidor da Marvel. Henry Cavill é um ator inglês mais conhecido por sua participação no filme O Homem de Aço e Superman VS Batman, da Dc Comics. David William Kelly foi um ator irlandês, que teve vários papéis regulares em obras cinematográficas e televisivas desde os anos 50. Kelly era conhecido especialmente por sua atuação no filme “A Fantástica Fábrica de Chocolate”. Nathaniel Parker é um ator britânico, famoso por interpretar Detetive Inspetor Thomas Lynley na série de drama criminal da BBC, The inspector Lynley Mysteries e também por interpretar Edward Gracey no filme de comédia Haunted Mansion.

Curiosidades: A novela gráfica de 1998 Stardust por Neil Gaiman foi primeiramente selecionada para ser adaptada para filme pela Miramax em 1998. De acordo com Gaiman, o filme “passou por um período de desenvolvimento insatisfatório”, e ele recuperou os direitos do filme quando expiraram. Mais tarde negociações sobre uma versão cinematográfica de Stardust foram iniciadas entre Gaiman, o realizador Terry Gilliam e Matthew Vaughn. Quando Gilliam suspendeu o projeto devido ao seu envolvimento com The Brothers Grimm, Vaughn também teve de fazer uma pausa para realizar Layer Cake. Gaiman e Vaughn voltam a falar sobre o assunto após o realizador ter desistido de X-Men: The Last Stand e em Janeiro de 2005, Vaughn adquiriu a opção para desenvolver a versão cinematográfica. Em Outubro de 2005, o realizador entrou em negociações avançadas com a Paramount Pictures para realizar e produzir Stardust com um orçamento estimado de 70 milhões de dólares. O argumento adaptado foi escrito por Vaughn e a argumentista Jane Goldman. Quando questionado sobre como o livro tinha inspirado a sua visão para o filme, ele disse que queria “fazer uma combinação de Princess Bride com Midnight Run.” Um dos problemas na adaptação da novela foi a sua natureza rude e obscura: um conto de fadas para adultos em que o sexo e violência são apresentados em quantidades fenomenais. Como resultado da adaptação a versão para cinema tem mais humor e trocadilhos, com a aprovação de Gaiman do trabalho de Jane Goldman and Matthew Vaughn. Gaiman não queria que as pessoas fossem ao cinema ver um filme que tentasse ser uma cópia fiel de Stardust e falhasse. Depois de criar a versão audiobook da novela, Gaiman percebeu que tinha 10 horas e meia de material no livro. Isto levou-o a compreender que o filme teria de ser uma versão resumida da novela, deixando de fora partes da obra. Preocupações com o orçamento também foram relevantes na adaptação mesmo com o nível tecnológico de 2006. Vaughn e Goldman decidiram que as bruxas precisavam de ter nomes (no livro eram identificadas colectivamente como Lilim); as suas referências aos clássicos incluem referências a The Books of Magic (Empusa) e Neverwhere (Lamia).Em março de 2006, os atores Robert De Niro, Michelle Pfeiffer, Claire Danes, Charlie Cox, e Sienna Miller entraram no projeto Stardust, cuja produção começou no Reino Unido e Islândia em Abril de 2006, com a maioria das filmagens a decorrerem no Reino Unido. Vaughn escolheu pessoalmente Danes, Cox e Pfeiffer. Pretendia que o papel de Capitão Shakespeare fosse interpretado por De Niro ou Jack Nicholson. Stephen Fry também foi sondado como um possível Shakespeare, mas Vaughn eventualmente escolheu De Niro. O papel de Yvaine foi oferecido a Sarah Michelle Gellar mas ela recusou para poder passar mais tempo com o seu marido, Freddie Prinze Jr..Stardust teve uma recepção favorável pela crítica profissional. Com o Tomatometer de 76% em base de 186 avaliações, o Rotten Tomatoes chegou ao consenso: “A interpretação fiel que capta o espírito do capricho, ação e humor fora de ordem de Neil Gaiman, Stardust manipula vários gêneros e tons para criar uma experiência fantástica”.

Gostou da matéria, é só seguir o meu instagram para acompanhar lançamentos e opinar: https://www.instagram.com/marcelo.moura.1253/

 

 

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo