Sean Connery (1930 a 2020) - NoSet
Cinema

Sean Connery (1930 a 2020)

Salve Nosetmaníacos, eu sou o Marcelo Moura e hoje, com pesar, nos despedimos de um ícone do cinema e um dos maiores agentes secretos ingleses cinematográficos de todos os tempos. Seu nome era Connery, Sean Connery.

Sean Connery:

Thomas Sean Connery Kt., nascido em Edimburgo, 25 de agosto de 1930, nos deixando em Nassau, 31 de outubro de 2020, aos noventa anos, foi um ator escocês famoso desde a década de 1960 pelo papel no cinema do agente secreto do MI6 britânico, James Bond, criado pelo escritor Ian Fleming. Nos mais de sessenta anos de estrelato, Connery construiu uma sólida carreira cinematográfica após deixar o personagem de 007 em 1971, estrelando filmes importantes e populares nos anos seguintes que o imortalizaram no cinema, o levando ao Oscar e por sua contribuição às artes cinematográficas e ao Império Britânico, foi sagrado Sir pela rainha Elizabeth II em 2000.

Filho de pai católico e mãe protestante, Connery começou a vida como leiteiro em sua terra natal e até ter sua primeira oportunidade na vida artística, num musical chamado South Pacific, serviu na Marinha Real, foi motorista de caminhão e modelo vivo para artistas do Colégio de Artes de Edimburgo. Nesta época ele foi terceiro colocado no concurso de Mister Universo de onde, através da insistência de um amigo, saiu para fazer os testes para a peça, que acabou lhe abrindo o caminho para o trabalho de ator nos palcos, na televisão e nas telas de cinema.

Após trabalhos menores no cinema e na televisão inglesa, entre o fim dos anos 50 e começo dos 60, Connery chegou à fama internacional na pele do agente James Bond no filme 007 Contra o Satânico Dr. No em 1962, que inauguraria a mais bem sucedida e longeva série cinematográfica, que em 2012 completou 50 anos, e da qual Connery fez seis filmes oficiais, marcando o personagem de maneira definitiva.

Em 1971, depois de fazer 007 Os Diamantes são Eternos, Connery deixou o personagem, apenas para retornar  em 1983, no filme 007 Nunca Diga Nunca Outra Vez, uma refilmagem de 007 Contra a Chantagem Atômica, feita numa produção de menor qualidade e com um Connery já envelhecido e que se revelou um fracasso de crítica e de bilheteria.

A partir do sucesso de O Homem que Queria Ser Rei em 1975, dirigido por Joh Huston e co-estrelado por seu amigo Michael Caine, sua carreira entrou em ascensão em qualidade e diversidade, fazendo com que Connery se tornasse o único de todos os atores que interpretaram o papel de espião favorito de Sua Majestade a conseguir isso. Nas décadas seguintes, Sean estrelaria sucessos como Highlander, Robin e Marian, O Nome da Rosa, Indiana Jones e a Última Cruzada, Armadilha, A Rocha, Caçada ao Outubro Vermelho, e coroaria a carreira com o Oscar de melhor ator coadjuvante por sua atuação em Os Intocáveis, com Kevin Costner e Robert de Niro, em 1987, numa cerimônia em que foi aplaudido de pé ao por todos presentes no Dorothy Chandler Pavillion, local da festa de entrega dos prêmios da Academia na época.

Nos últimos anos, após o fracasso comercial e de crítica de seu último filme, The League of Extraordinary Gentlemen (A Liga Extraordinária) Connery manteve-se afastado do cinema, em parte por sua decepção com o sistema de Hollywood, bem como por sua alegada declaração de que se concentra em escrever um livro sobre sua vida.

Connery foi nomeado cavaleiro pela Rainha em uma cerimônia de investidura no Palácio Holyrood em Edimburgo em 5 de julho de 2000. Ele havia sido nomeado para o título de cavaleiro em 1997 e 1998, mas essas nomeações foram vetadas por Donald Dewar devido às opiniões políticas de Connery de independência da Escócia. Connery tinha uma vila em Kranidi, Grécia. Seu vizinho era o rei Willem-Alexander da Holanda, com quem compartilhou uma plataforma de helicóptero. Michael Caine (que co-estrelou com Connery em O Homem que Seria Rei em 1975) estava entre os amigos mais próximos Connery era um apoiador do clube de futebol escocês Rangers F.C.

O ator morreu em 31 de outubro de 2020, aos 90 anos, em Nassau, nas Bahamas segundo a BBC, a informação foi confirmada pela família do ator.

Gostou da matéria, é só seguir o meu instagram para acompanhar lançamentos e opinar: https://www.instagram.com/marcelo.moura.1253/

Topo