Rambo: First Blood Part II - NoSet
Cinema

Rambo: First Blood Part II

Rambo: First Blood Part II ou no Brasil: Rambo II – A Missão.

Este filme de 1985, dirigido por George P. Cosmatos e roteiro de Sylvester Stallone e James Cameron. Este é o segundo filme da saga de Jonh Rambo o veterano de guerra do Vietnã interpretado por Sylvester Stallone.

Rambo II a missão é um  filme de ação e com um pequeno drama, comovente, e acima de tudo humano, e na minha opinião o segundo melhor filme da franquia, sendo que o primeiro Rambo – First Blood é o melhor.

Jonh Rambo está preso devido aos problemas de seu retorno a civilização americana, após a guerra do Vietnã os ex – combatentes sofreram uma grande rejeição por parte da população, e essa foi a temática do primeiro filme.

Neste segundo filme ele tem uma grande proposta de seu ex-coronel, Samuel Trautman, uma missão no Vietnã. Ele deverá tirar fotos de prisioneiros de guerra americanos que ainda estão em campos de concentração, com essa missão ele terá a possibilidade da liberdade e voltar ao exército americano.

Este é o único filme que Jonh Rambo se apaixona, no local de encontro para a missão ele terá a ajuda de Co Bao, uma mulher, que está trabalhando para os americanos estará a sua espera para auxiliá-lo na missão, que deverá ser cumprida em um período de 36 horas.

Ao chegar no acampamento de prisioneiros ele resolve ignorar as ordens recebidas e invade o local para tentar resgatar alguns prisioneiros, e assim a história segue.

Esse filme é um clássico dos anos 80 para os meninos, mas também é um filme que nos ensina o quanto as pessoas não são dispensáveis.

“O que vocês chamam de inferno, ele chama de lar.”

“Eu sou dispensável… É como se alguém te convidasse para uma festa, e se você não fosse, não faria diferença.”

Trautman: Rambo você merece outra medalha pelo que fez.

Rambo: Deveria dar pra eles, merecem mais do que eu.
Trautman: Não fuja mais John, agora você é livre, volte para o exército.
Rambo: Voltar pra quê? Meus amigos morreram aqui e uma parte de mim também.
Trautman: A guerra e tudo o que aconteceu pode estar errado, mas por favor não odeie seu país por isso.
Rambo: Eu morreria por ele.
Trautman: Então o que é que você quer?

Rambo: Eu quero o que eles querem, que todo cara que veio pra cá e que deu tudo de si quer. Que nosso país nos ame tanto quanto nós amamos ele, isso que eu quero.( That’s what I want ).

1 Comentário

1 Comentário

  1. Bruno Leon Configurações

    2 de janeiro de 2018 em 04:59

    Filmaço!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo