Power Rangers Movie 2017: Ainda Não Foi Desta Vez Zordon. - NoSet
Cinema

Power Rangers Movie 2017: Ainda Não Foi Desta Vez Zordon.

Salve Nosetmanáicos, eu sou o Marcelo Moura e hoje falamos de mais uma franquia que tem um reboot para os cinemas.

Power Rangers – O Filme (2017)

Direção Dean Israelite, produção Haim Saban, Brian Casentini, Wyck Godfrey e Marty Bowen, roteiro John Gatins, história Matt Sazama, Burk Sharpless, Michele Mulroney e Kieran Mulroney, baseado em Power Rangers de Shuki Levy e Haim Saban. Elenco Dacre Montgomery, Naomi Scott, RJ Cyler, Ludi Lin, Becky G, Elizabeth Banks, Bryan Cranston e Bill Hader, companhia produtora Saban Films, Toei Company e Temple Hill Productions, distribuição Lionsgate. Com o orçamento de US$ 105 milhões e receita de apenas 120 milhões, Power Rangers é um filme de ação e aventura norte-americano baseado no grupo homônimo da primeira temporada dos Power Rangers

Sinopse: Segue a história de cinco adolescentes normais que precisam se tornar algo extraordinário quando eles descobrem que sua cidade, Angel Grove, e o mundo, está prestes a ser obliterada por um ataque alienígena. Escolhidos pelo destino, nossos heróis rapidamente descobrem que são os únicos que podem salvar o planeta. Mas para isso, eles precisam resolver suas vidas primeiro, antes de se juntarem como os Power Rangers.

Crítica: O terceiro filme para os cinemas da franquia dos Power Rangers é o melhor, só que isso infelizmente não é motivo para se comemorar.  O novato diretor Dean Israelite tenta dar um toque dramático a franquia, dando uma personalidade mais forte aos personagens adolescentes principais, que no inicio até que funciona muito bem, já que os Power Rangers originais da série eram garotos perfeitinhos de Alameda dos Anjos e assuntos próprios de adolescentes americanos como em 13 Reasons to Why não eram nem questionados na época. O problema é que Israelite esquece que o filme é um filme de ação e não um drama de descoberta do herói adolescente dentro de cada um e por isso o filme demora muito a mostrar o que todos querem ver, os Power Rangers lutando e morfando.

As influências no roteiro de filmes como O Clube dos Cinco e a franquia de personagens como Homem Aranha, até citado no filme, e o fato das roupas dos Power Ranger não serem mais colantes andrógenas e sim armaduras que saem de dentro do corpo, que lembram muito a do Homem de Ferro, mostram muito a onde a Saban pretende conquistar o mercado, aproximando seu universo principalmente com os dos heróis como da Marvel.

Algumas piadas inteligentes e momentos bem produzidos até fazem parte do roteiro, principalmente as ligadas aos Transformers de Bay, pena que não seja ele o diretor da franquia, porque a falta de explosões e boas cenas ficam claras quando você chega a 2/3 do filme. A explicação de quem foi o Zordon, atuado por Bryan Cranston (Breaking Bad) e também quem foi a Rita Repulsa, atuado por Elizabeth Banks (Jogos Vorazes), antos de ambos representarem o bem e o mal foi bem interessante. A nova versão do Alpha, mais humorado e menos bobalhão (algo assim), dublado por Bill Hader (Satrirday Night Life) são o que há de melhor no filme. Digamos assim, agora que já achamos os erros, se a série cinematográfica partir daqui e tivermos um filme com realmente os Power Rangers, talvez aí  teremos um bom filme.

Curiosidades: Em 7 de maio de 2014, a Saban em parceira com a Lionsgate anunciaram um novo filme baseado na franquia dos Power Rangers. Roberto Orci foi ligado a produção como produtor e Ashley Miller e Zack Stentz contratados para escrever o roteiro de 600 páginas,sendo revisitado por outros roteiristas. Desde então, Orci disse que o filme teria ”uma continuidade dentro do mundo” apesar de abandonar o projeto em 19 de setembro de 2014 devido há estar trabalhando em ”Star Trek: Beyond” mas tornando-se um produtor executivo. O diretor Dean Israelite descreveu o tom do filme como ”aterrada e maduro”, mas também “completamente brincalhão”.

O diretor de elenco, John Papsidera foi o responsável pela escalação dos atores e para os papéis principais do filme. O estúdio Lionsgate procurou nomes desconhecidos, talentos jovens para o projeto. Atores como KJ Apa, Austin Butler, Mitchell Hope fizeram teste para o papel de Jason, o Ranger Vermelho, Daniel Zovatto, Ross Butler e Brian Marc participaram do teste ao papel de Zack, o Ranger Preto. Stefanie Scott e Anna SophiaRobb foram testadas para o papel de Kimberly, a Ranger Rosa. Somente durante o mês de outubro de 2015, foi revelado o elenco protagonista do longa seria Naomi Scot, Dacre Montgomery, Ludi Lin, RJ Cyler e Becky G.

Previamente agendado para o dia 21 de julho de 2016, teve a estreia adiada para a data para 13 de Janeiro de 2017, mas novamente adiado, para 24 de março de 2017, por parte da Lionsgate querer focar totalmente na franquia. No início de fevereiro, a atriz Elizabeth Banks foi anunciada para viver a vilã Rita Repulsa. Em 3 de março de 2015, Dean Israelite disse que queria que essa história refletisse na adolescência de hoje, sendo que o filme trataria o amadurecimento dos personagens que começariam o filme não sendo amigos, tratando da diversidade dos personagens, além dos uniformes clássicos serem mantidos mas se tornando ”modernos, de qualidade e audacioso”, e elogiando a capacidade de Elizabeth Banks para o papel. Bryan Tyler irá compor a trilha sonora do filme. No dia 21 de Junho, o ator Bryan Cranston (Breaking Bad) foi anunciado para viver ”Zordon”, o mentor do Rangers.

Uma Graphic Novel que continua a história do filme foi anunciada para dia 29 de Março. Esta irá contar a história dos Rangers após os eventos do filme e introduzirá Tommy o Ranger Verde ao time. Será roteirizado por Ryan Parrott e desenhado pelo artista brasileiro Lucas Werneck.

Brian Tyler é o responsável das trilhas de fundo que tocam durante o filme e durante os créditos. Além disso, incluiu a música “Power” do rapper norte-americano Kanye West desde o segundo trailer e inclui dentro do filme. A canção “Give It All (With You)” com Santigold e Vince Staples, que contém partes da música “The Power” do grupo Snap! (na qual foi incluída na trilha sonora do filme lançado em dezembro de 1995 pela Fox), também está inclusa nesse filme.

Para terminar, na última da luta, é possível ver parte da equipe original dos Power Rangers da televisão tirando fotos do MegaZord.

Gostou da matéria, é só seguir o meu instagram para acompanhar lançamentos e opinar: https://www.instagram.com/marcelo.moura.1253/

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo