O Senhor dos Anéis (De J. R. R. Tolkien até Peter Jackson): - NoSet
Cinema

O Senhor dos Anéis (De J. R. R. Tolkien até Peter Jackson):

Salve Nosetmaníacos, eu sou o Marcelo Moura e hoje falamos de maior e melhor adaptação literária que já vimos nos cinemas. Hoje é dia de O Senhor dos Anéis. 

lord-4

The Lord of the Rings: The Fellowship of the Ring (2001):

O Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel é um filme de fantasia dirigido por Peter Jackson, com trilha sonora de Howard Leslie Shore e roteirizado por Philippa Boyens, Peter Jackson e Fran Walsh, baseado no primeiro volume da série O Senhor dos Anéis, de J.R.R. Tolkien. O filme narra à procura do Senhor do Escuro Sauron pelo Um Anel. Os filmes da trilogia O Senhor dos Anéis foram rodados simultaneamente na Nova Zelândia, entre setembro de 1999 e março de 2001. Após o término das filmagens foi iniciado o trabalho de montagem e pós-produção de cada um dos filmes.

Sinopse: Numa terra fantástica e única, chamada Terra-Média, um hobbit recebe de presente de seu tio o Um Anel, um anel mágico e maligno que precisa ser destruído antes que caia nas mãos do mal. Para isso o hobbit Frodo terá um caminho árduo pela frente, onde encontrará perigo, medo e personagens bizarros. Ao seu lado para o cumprimento desta jornada aos poucos ele poderá contar com outros hobbits, um elfo, um anão, dois humanos e um mago, totalizando 9 pessoas que formarão a Sociedade do Anel.

lord-5

Crítica: Sir Peter Robert Jackson, é um premiado roteirista, cineasta e produtor de filmes neozelandês. Produziu filmes como a trilogia do Senhor dos Anéis, o ótimo King Kong e agora a trilogia O Hobbit. Com um surpreendente orçamento de US$ 93 milhões e um elenco de primeira, o primeiro filme de trilogia faz o inacreditável número de mais de US$ 800 milhões no mundo todo de bilheteria, fora merchandising e dvd´s. Jackson faz o que poucos acreditavam ser possível e recria com maestria um dos melhores contos escritos em todo mundo. Não há erro no filme, talvez somente os cortes dos produtores para os mais apaixonados que preferem a versão estendida a adaptação, como eu que vos escrevo, mas ambas são fantásticas. Assistir Hobbits, Elfos, Anões e Magos em uma aventura tão complexa em todos os termos para ser produzido foi uma sensação inexplicável de que a infância não tem idade. Esta é a segunda vez que o livro “A Irmandade do Anel” é adaptado para o cinema. A anterior ocorrera em 1978, chamou-se O Senhor dos Anéis e foi todo feito em animação.

lord-9

Prêmios O Senhor dos Anéis – A Sociedade do Anel:

OSCAR (2002): Melhor Trilha Sonora, Melhor Efeitos Especiais, Melhor Maquiagem e
Melhor Fotografia.

BAFTA (2002): Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhores Efeitos Especiais e Melhor Maquiagem.
lord-3

O Senhor dos Anéis: As Duas Torres (2002):

O Senhor dos Anéis: As Duas Torres é um filme americano-neozelandês, segunda parte da adaptação cinematográfica da trilogia literária de Tolkien.

Sinopse: Após a captura de Merry e Pippy pelos orcs, a Sociedade do Anel é dissolvida. Enquanto que Frodo e Sam seguem sua jornada rumo à Montanha da Perdição para destruir o Um Anel, Aragorn, Legolas e Gimli partem para resgatar os hobbits sequestrados.

lord-6

Crítica: Mesmo dando nota dez para o filme, não é o meu preferido. Com um orçamento de US$ 94 milhões, achei-o maravilhoso em tudo, mas a falta de um personagem tão forte como Boromir (Sean Bean) me fez falta na trama. Bean faz muito bem o papel no primeiro filme e no segundo nenhum ator conseguiu ter esta dimensão dramática, apesar do incrível elenco. Também é o filme que mais senti os cortes dos produtores ficando clara a redução das cenas se compararmos ao livro, principalmente em cenas de batalhas. Após os ataques terroristas sofridos pelos Estados Unidos em 11 de setembro de 2001 chegou a ser cogitada a mudança do título do filme, devido à coincidência com as torres destruídas do World Trade Center. Quem vetou a troca foi o próprio diretor Jackson, que declarou ainda que caso esta mudança fosse feita os fãs o matariam.

lord-7

Prêmios O Senhor dos Anéis – As Duas Torres

OSCAR (2003): Melhores Efeitos Especiais e Melhor Edição de Som.

BAFTA (2003): Melhor Figurino e Melhor Efeitos Especiais.

MTV MOVIE AWARDS (2003): Melhor Filme, Melhor Melhor Equipe (Sean Astin, Elijah Wood e Gollum), Melhor Cena de Ação e Melhor Interpretação Virtual (Gollum).

lord-8

The Lord of the Rings: The Return of the King (2003):

O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei é um filme baseado nos livros da série O Senhor dos Anéis, escrito por J.R.R. Tolkien. Conclui a trilogia junto com os filmes A Sociedade do Anel e As Duas Torres.

Sinopse: Sauron planeja um grande ataque a Minas Tirith, capital de Gondor, o que faz com que Gandalf e Pippin partam para o local na intenção de ajudar a resistência. Um exército é reunido por Theoden  em Rohan, em mais uma tentativa de deter as forças de Sauron. Enquanto isso Frodo, Sam e Gollum seguem sua viagem rumo à Montanha da Perdição, para destruir o Um Anel.

lord-10

Crítica: Fechamento incrível da saga e todos os meus elogios ao elenco principal, Viggo Mortensen (Aragon) teve o melhor papel de sua vida e provavelmente jamais repetirá este sucesso, Orlando Jonathan Blanchard Bloom (Legolas) foi destaque mundial, Sir Ian McKellen (Gandalf) não preciso nem falar do grandioso ator e sua longevidade no cinema, Andy Serkis (Golum) impressionante, Sean Bean (Boromir) atuando demais, Sir Christopher Lee (Saruman) não preciso nem falar também do grandioso ator e sua longevidade no cinema e John Noble (Denethor II) sensacional em sua atuação merecem muita mais que elogios e Peter Jackson uma estátua se igualando em nível a gênios do cinema de mais de uma produção épica como George Lucas e Steven Spielberg como a franquias de Star Wars, Indiana Jones e De Volta para o Futuro que marcaram época. Ao lado de Ben Hur (1959) e Titanic (1997), O Senhor dos Anéis – O Retorno do Rei é o filme mais premiado da história do Oscar. O orçamento disponibilizado pela New Line para produzir os três filmes da série O Senhor dos Anéis foi de US$ 190 milhões.

lord-11

Prêmios O Senhor dos Anéis – O Retorno do Rei

OSCAR (2004): Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Som, Melhor Efeitos Especiais, Melhor Trilha Sonora, Melhor Canção Original (“Into the West”), Melhor Maquiagem, Melhor Edição, Melhor Figurino e Melhor Direção de Arte.

GLOBO DE OURO (2004): Melhor Filme – Drama, Melhor Diretor, Melhor Trilha Sonora e Melhor Canção Original (“Into the West”)

BAFTA (2004): Melhor Filme, Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Fotografia e Melhor Efeitos Especiais.

MTV MOVIE AWARDS (2004): Melhor Filme e Melhor Cena de Ação (batalha de Gondor),

lord-12

Dica: Existe um box maravilhoso com a Versão Estendida do Diretor que eu possuo para trilogia. Apesar dos filmes serem uma adaptação dos livros, o Box é mais detalhado, com cenas cortadas do filme que é quase o livro todo. São pelo menos mais quatro horas, uma hora e meia em cada filme que você sai extasiado, inclusive com cenas pré O Hobbit que quem já leu os livros vai reconhecer fácil.

Elenco da Trilogia: Elijah Wood (Frodo Baggins) é ator norte-americano que iniciou sua carreira em um pequeno papel em De Volta para o Futuro. Participou de vários filmes, mas vale a pena citar Sin City, Eternal Sunshine of the Spotless Mind e Impacto Profundo. Também fez uma ponta maravilhosa em O Hobbit. Viggo Mortensen (Aragorn) é ator Dinamarquês – americano. É muito conhecido pelas atuações na trilogia O Senhor dos Anéis, Até o Limite da Honra, Mar de fogo e 28 Dias. Segundo a lenda, não aceitou voltar em O Hobbit por ser uma distorção da obra original. Orlando Bloom (Legolas) é ator britânico e é principalmente conhecido por seu papel de Legolas nas trilogias de O Senhor dos Anéis, O Hobbit e pelo papel de Will Turner em Piratas do Caribe. Voltou agora em O Hobbit de forma brilhante, mesmo não estando na história original, fez honra ao persoangem que lhe trouxe divulgação mundial. Sir Ian McKellen (Gandaf) é ator inglês de teatro e cinema. Tornou-se especialmente conhecido pelo grande público após atuar na trilogia O Senhor dos Anéis, a franquia dos X-Men, o filme O Código Da Vinci e voltou maravilhosamente agora em O Hobbit, já deixando saudade. Sean Astin (Samwise Gamgee) é ator, diretor e produtor norte-americano e participou de vários filmes, os mais conhecidos são Goonies e Click. Dominic Monaghan (Mariadoc Brandybuc) é ator Inglês e participou da ótima série Lost e do filme X-Men Origens: Wolverine. Billy Boyd (Peregrin Took) é ator britânico nascido na Escócia e participou de filmes como Seed of Chucky e Master and Commander: The Far Side of the World. Liv Tyler (Arwen Undómiel) é atriz e filha do vocalista da banda de rock Aerosmith, Steven Tyler, e da modelo e capa da revista Playboy da década de 1970. Fez vários filmes de sucesso como Armageddon, The Incredible Hulk e That Thing You Do! Sean Bean (Boromir) é ator britânico mais conhecido por interpretar Boromir na trilogia cinematográfica de O Senhor dos Anéis, Eddard Stark na série televisiva do HBO, Game of Thrones e Richard Sharpe na série televisiva Sharpe. John Rhys-Davies (Gimli) é mega ator britânico e fez filmes como Caçadores da Arca Perdida, Indiana Jones e a Última Cruzada, In the Name of the King: A Dungeon Siege Tale, Helena de Troia, As Minas do Rei Salomão e Ivanhoe. Andy Serkis (Golum) é ator e cineasta britânico mais conhecido por fazer papéis de personagens de computação gráfica, onde seu corpo e movimentação servem de molde para o personagem. Seus trabalhos envolvem filmes como King Kong, Planeta dos Macacos, Vingadores 2 e Star Wars. Cate Blanchett (Galadriel) é uma premiada atriz e diretora teatral australiana. Seus filmes são The Curious Case of Benjamin Button, Elizabeth, O Aviador, Caçadores de ObrasPrimas, Indiana Jones e o Reino da Caveira e Robin Hood. Hugo Weaving (Elrond) é um fabuloso ator e dublador nigeriano que participou de filmes como Capitão América, V de Vingança, Matrix e Cloud Atlas. Sir Christopher Lee (Saruman) é ator britânico conhecido por sua versatilidade e longevidade cinematográfica, além de um notório cantor. Tem em sua carreira principalmente os filmes de Drácula. John Noble (Denethor II) é um ator e diretor de teatro australiano, mais conhecido pela trilogia cinematográfica O Senhor dos Anéis e pelo personagem Walter Bishop na série de televisão Fringe. Sir Ian Holm Cuthbert (Bilbo Bolseiro) indicado ao Oscar, vencedor do prêmio Tony. É um ator Inglês. Conhecido por seus personagens em conhecidos Blockbusters, incluindo Alien e O Quinto Elemento. Bernard Hill (Théoden) é um ator britânico de teatro, televisão e cinema. Em uma carreira de mais de trinta anos é mais famoso por interpretar o Capitão Edward J. Miranda Otto (Éowyn) é uma atriz australiana de cinema e teatro e fez filmes como Guerra dos Mundos e o Voo da Fênix. Karl Urban (Éomer) é um ator neozelandês mais conhecido por filmes como Star Wars, Juiz Dredd e Riddick. Brad Dourif (Grima Língua de Cobra) é ator americano de cinema e televisão, que conquistou fama precoce com sua interpretação de Billy Bibbit no filme One Flew Over the Cuckoo’s Nest. David Wenham (Faramir) é ator australiano, mais conhecido pela sua participação em filmes como Van Helsing, 300, Moulin Rouge e Inimigos Públicos. Craig Parker (Elfo Hadir) é ator fijiano. Ficou famoso por seu papel na Trilogia O Senhor dos Anéis, como o elfo Haldir que auxilia Aragorn e o povo de Rohan na Batalha do Abismo de Helm, mas fez séries como Spartacus e o filme Underworld: Rise of the Lycans.

lord-13

Curiosidades: Vamos aproveitar e citar referências de livros que caminham na mesma direção do universo Tolkien da Terra Média. O Silmarillion é uma coletânea de obras literárias de mito – poesias do escritor, editado e publicado postumamente por seu filho Christopher Tolkien, em 1977, com a ajuda de Guy Gavriel. O Hobbit é um livro infanto-juvenil de fantasia escrito pelo filólogo e professor britânico J. R. R. Tolkien. Contos Inacabados de Númenor e da Terra Média, ou simplesmente Contos Inacabados, é uma coletânea de histórias em forma de notas esboçadas do próprio J.R.R.Tolkien. As Aventuras de Tom Bombadil é uma coletânea de poesias escritas por J.R.R Tolkien e publicada em 1962. Bilbo’s Last Song é um poema escrito por J. R. R. Tolkien e por ele presenteado à sua secretária, Joy Hill, em 1966. O livro, assim como Leaf by Niggle, foi publicado postumamente e ilustrado por Pauline Baynes.

hobbit-1

Hoje, 19, de Junho de 2020, nos despedimos do ator Ian Holm Cuthbert, nascido em Goodmayes, Essex, 12 de setembro de 1931, Holm foi um ator britânico que interpretou personagens clássicos e imortais em filmes de grande orçamento, incluindo o Hobbit Bilbo Bolseiro na trilogia O Senhor dos Anéis e em O Hobbit, Sir William Withey Gull em From Hell, Padre Vito Cornelius em O Quinto Elemento, Capitão Phillippe D’Arnot em Greystoke – A Lenda de Tarzan e o androide Ash em Alien, O Oitavo Passageiro. Foi indicado ao Óscar, vencedor do prêmio Tony. Holm faleceu em decorrência da doença de Parkinson.

 

Gostou da matéria, é só seguir o meu instagram para acompanhar lançamentos e opinar: https://www.instagram.com/marcelo.moura.1253/

 

 

 

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo