O Caçador e a Rainha do Gelo (2016): - NoSet
Cinema

O Caçador e a Rainha do Gelo (2016):

Salve Nosetmaníacos, eu sou o Marcelo Moura e hoje falamos de uma continuação que promete apagar o mal estar do seu polêmico antecessor.

The Huntsman: The Winter War (2016):

Dirigido por Cedric Nicolas-Troyan, roteiro Evan Spiliotopoulos e Craig Mazin, estrelando Chris Hemsworth, Charlize Theron, Emily Blunt e narrado por Liam Neeson. O Caçador e a Rainha do Gelo é um filme americano de ação, aventura e fantasia baseado em personagens do conto de fadas alemão de ” Branca de Neve ” dos Irmãos Grimm , bem como ” A Rainha do Gelo “, de Hans Christian Andersen . O filme é uma introdução o filme Branca de Neve e o Caçador e se passa tanto antes como depois dos eventos do primeiro filme.

the huntsman winters war 2

Sinopse: Muito antes de sua morte , a Rainha Ravenna (Charlize Theron) descobre que sua irmã mais nova, Freya (Emily Blunt), não só está envolvido em um caso ilícito com Andrew: Duque de Blackwood (Colin Morgan), como está carregando um filho, que é destinado a se tornar mais bela de todas. Algum tempo depois de Freya dar à luz a uma menina, Freya descobre que Andrew matou sua filha. Com uma raiva alimentada pela dor, Freya mata-o com seus poderes de gelo que estavam suprimidos. Freya abandona o reino e constrói um palácio de gelo solitário no profundo norte, matando qualquer um que se opõe a ela, enquanto acumulando um exército de crianças para treiná-los a servi-los sem saber o que é o amor. Eric (Chris Hemsworth) e Sara (Jessica Chastain), dois de seus guerreiros mais excepcionais, se apaixonam e planejam fugir, só que Freya está ciente de seu segredo.

Branca de Neve e o Cacador

Crítica: O que causa um chifre em Hollywood. Fracasso de bilheteria, com um orçamento bem caro de $ 115 milhões, um diretor novato e um roteiro raso demais, O Caçador e a Rainha do Gelo é mais um daqueles filmes baseados em conto de fadas onde a maior preocupação é com o visual, digno de Nárnia ou Espelho, Espelho Meu, mas se esquece de um roteiro maduro onde as motivações dos personagens tem que ser maiores e importantes do que a ação que ocorre na cena, como no caso do belíssimo Malévola. O roteiro é tão banal que você já pode apostar no final do filme após 10 minutos, é só prestar atenção nas motivações dos vilões, que são claras e inocentes demais.

Não sei se isso realmente é culpa do iniciante diretor Cedric Nicolas-Troyan, que nunca tinha dirigido um filme e peca ao se preocupar demais com o belo visual do filme, ou se do roteiro refeito de Evan Spiliotopoulos e Craig Mazin, que nada tem de profundidade, tornando o filme da metade para o final recheado de piadinhas e cenas engraçadas. Branca de Neve e o Caçador (2012) foi muito mais feliz, principalmente porque Sanders sabia o que estava fazendo e com um orçamento de US$ 170 milhões, batendo a casa de US$ 400 milhões de bilheteria, mesmo com a fraca Kristen Steward (Crepúsculo) como Branca de Neve. Infelizmente a nova versão sem ela é pior e só alcançou a casa dos US$ 159 milhões de bilheteria. Do elenco, só posso repetir a mesma coisa que falei do primeiro filme, Chris Hemsworth tem que se cuidar e parar de viver eternamente Thor, só que com um machado ao invés do martelo, e se pretende ter uma carreira descente.

Kristen Stewart Rupert Sanders Kissing Pictures

Curiosidades: Para quem não se lembra, foi em Branca de Neve e o Caçador que Kristen Steward resolveu dar férias ao seu marido, o vampirão de Crepúsculo, e ter uma amizade com privilégios com o diretor Rupert Sanders. Ambos de castigo ficaram fora da continuação. Sanders foi até inicialmente planejado como diretor da continuação, mas devido estrondosa divulgação do caso amoroso com Stewart, a Universal anunciou que eles não estariam na continuação e que focariam na história do Caçador. Houve também boatos que a Universal teria autorizada uma continuação com apenas Stewart. Um script foi escrito e a produção iniciaria em 2013, com lançamento para 2015, mas não aconteceu. Em 2014 foi anunciado que o filme seria intitulado O Caçador e que não teria Stewart como Branca de Neve. Em 2015 foi confirmado que o especialista em efeitos visuais Cedric Nicolas-Troyan iria dirigir o filme. O roteiro original de Darabont foi refeito por Craig Mazin e Evan Spiliotopoulos . Em suas primeiras semanas o filme teve uma péssima bilheteria e críticas negativas quanto ao seu roteiro, enterrando qualquer expectativa de lucro e sucesso.

stewart

 

Gostou da matéria, é só seguir o meu instagram para acompanhar lançamentos e opinar: https://www.instagram.com/marcelo.moura.1253/

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo