Män som hatar kvinnor - The Girl with the Dragon Tattoo (2009): - NoSet
Cinema

Män som hatar kvinnor – The Girl with the Dragon Tattoo (2009):

Salve Nosetmaníacos. Noset assistiu ao filme e aplaudiu de pé.

man som hatar kvinnor 1

Män som hatar kvinnor / The Girl with the Dragon Tattoo / Os Homens que Odeiam as Mulheres (2009).

Direção Niels Arden Oplev, roteiro Nikolaj Arcel e Rasmus Heisterberg, baseado em Stieg Larsson, elenco Michael Nyqvist, Noomi Rapace e Ewa Fröling.

Tatoo 1

Sinopse: Harriet Vanger desapareceu há 36 anos, sem deixar pistas, na ilha de Hedeby. O local é de propriedade quase exclusiva da família Vanger, que o torna inacessível para a grande maioria das pessoas. A polícia jamais conseguiu descobrir o que aconteceu com a jovem, que tinha 16 anos na época do sumiço. Mesmo após tanto tempo, seu tio ainda está à procura de Harriet. Ele resolve contratar Mikael Bomkvist, um jornalista investigativo que trabalha na revista Millennium. Mikael não está em um bom momento, pois enfrenta um processo por calúnia e difamação. Ele aceita o trabalho, recebendo a ajuda de Lisbeth Salander, uma investigadora particular incontrolável e anti social.

lisbeth salander 1

Crítica: A versão sueca para Os Homens que Odeiam as Mulheres é uma excelente adaptação do livro homônimo do jornalista Stieg Larsson. O até novato e desconhecido diretor Niels Arden Oplev consegue manter a trama principal do filme que realmente encanta, mesmo para quem já leu o livro o filme não decepciona. O estio de filmagem de Opley, muito mais para o cinema europeu do que o américo hollywoodiano também faz a diferença, onde Oplev foge das grandes tomadas e foca nos detalhes e nas atuações de seu elenco, principalmente as feições, sem perder o clima pesado do livro e sem fazer o filme ficar muito caro com locações absurdas. Talvez o único pecado do filme seja não ser tão cruel quanto sua versão literária, mas mesmo assim é excelente se comparado com a outra adaptação americana de Sessão da Tarde, em que metade do livro nem é citado. A versão americana não funcionou, principalmente devido ao seu custo absurdo e agora estão catando esmolas para fazer uma continuação, se é que vai ter. Voltando para a sueca, a atriz sueca Noomi surpreende em um papel extremamente difícil da complicada, fria, hacker e violenta Lisbeth Salander e consegue realmente uma excelente interpretação. Foi tão bem que conseguiu emprego em Hollywood em filmes como Sherlock Holmes (2011), Prometheus (2012) e Dead Man Down (2012). Seguindo a mesma linha, o sueco Michael Nyqvist fez mil vezes melhor o personagem detetive jornalístico Mikael Blomkvist, que o seu concorrente americano Daniel “Bond” Craig. Nyqvist nasceu para este papel e o interpreta com uma maestria igual ao personagem do livro, onde o jornalista, fumante, comilão e alcoólatra Mikael Blomkvist tem que decifrar um quebra cabeça que não sai de sua mente, além de conviver com a acusação de fraude jornalística e ser julgado. Esta versão sueca, caso você não tenha paciência para ler o livro, é a melhor indicação que o Noset pode lhe dar, se você gosta de filmes policiais, com drama e ação.

Tatoo 2

 

Att.
Marcelo The Moura.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo