Logan 2017 (O fim da Trilogia Solo do Wolverine de Hugh Jackman): - NoSet
Cinema

Logan 2017 (O fim da Trilogia Solo do Wolverine de Hugh Jackman):

Salve Nosetmaníacos. Noset leu a HQ e indica.

logan-1

Velho Logan (Wolverine: Old Man Logan):

Velho Logan é um arco das HQs do Wolverine publicado pela Marvel Comics. O arco foi escrito por Mark Millar e ilustrado por Steve McNiven, foi lançado em junho de 2008, sendo publicado em Wolverine número 66 até 72, terminando em Wolverine Giant-Size Old Man Logan em setembro de 2009.  Ele é definido em um universo alternativo. Um novo volume de Old Man Logan foi lançado em 2015 durante o evento Secret Wars, escrito por Brian Michael Bendis com a arte de Andrea Sorrentino.

Enredo: No inicio da história todos os Estados Unidos foram conquistados e divididos entre os supervilões, com áreas pertencentes ao Abominável (depois conquistado pelo Hulk), Magneto (depois conquistado pelo novo Rei do Crime), Doutor Destino e Caveira Vermelha, que se nomeou presidente. Os heróis foram eliminados, com alguns poucos sobreviventes escondidos e espalhados pelo país. Logan vive com sua esposa Maureen e seus filhos Scotty e Jade em um lote de terra estéril em Sacramento, Califórnia, agora parte do território da gangue dos Hulk. Ele precisa de dinheiro para pagar o aluguel para os proprietários deste território: os netos do Hulk, que são produtos de anos de procriação incestuosa entre Banner e sua prima Mulher-Hulk. A fim de pagar o aluguel, Logan aceita um trabalho oferecido pelo Gavião Arqueiro agora cego: ajuda-lo a atravessar todo o país, para Nova Babilônia, e entregar um pacote secreto e ilegal que Logan acha que se trata de drogas.

logan-6

Logan (2017):

Direção James Mangold, produção Lauren Shuler Donner, Simon Kinberg e Hutch Parker, roteiro Michael Green, Scott Frank e James Mangold, história David James Kelly e James Mangold, baseado na HQ Velho Logan de Mark Millar. Elenco Hugh Jackman, Patrick Stewart, Richard E. Grant, Boyd Holbrook, Stephen Merchant e Dafne Keen. Produção Marvel Entertainment, TSG Entertainment e The Donners’ Company, distribuição 20th Century Fox, orçamento de US$ 127 milhões.

Sinopse: Anos após o epílogo de X-Men: Dias de Um Futuro Esquecido, no ano de 2024, um dos últimos mutantes, Logan, cujo fator de cura está começando a falhar e Charles Xavier, protegem uma jovem chamada Laura, que é muito semelhante ao Logan e está sendo caçado por forças sinistra liderada por Donald Pierce.

logan-11

Curiosidades: Em novembro de 2013, a 20th Century Fox tinha começado as negociações para um outro filme solo estrelado por Wolverine. James Mangold estava em negociações para escrever o tratamento para o filme com Lauren Shuler Donner voltando a produção. Mangold disse que a sequela seria inspirada por outras histórias de Wolverine dos livros de HQs e seria feita após X-Men: Apocalypse. Hugh Jackman está definido para reprisar seu papel como Wolverine. David James Kelly foi contratado para escrever o roteiro do filme. Em fevereiro de 2015, Patrick Stewart confirmou sua participação no filme, enquanto afirmando que ele não iria ser apresentado em X-Men: Apocalypse. Jackman revelou em fevereiro de 2015, que ele queria atuar o personagem até que ele, Wolverine, morra. Na sequência desta notícia, em 28 de Março, 2015, Jackman postou em seu Instagram, “Wolverine … uma última vez.” Ele também sugeriu o filme ser uma adaptação do enredo Velho Logan, o que foi confirmado pelo escritor da história, Mark Millar. Em agosto de 2015, Stewart revelou que ele teria um papel importante no filme. Em janeiro de 2016, Jackman confirmou que o roteiro foi próximo da conclusão, mas não sabia quando as filmagens começariam. Em fevereiro de 2016, Liev Schreiber, que interpretou Victor Creed / Dentes de Sabre em X-Men Origins: Wolverine, disse que ele estava em negociações para reprisar seu papel na sequela. Em abril de 2016, Boyd Holbrook foi escalado para o filme para atuar como uma cabeça implacável, ainda sem nome, da segurança para uma corporação global, enquanto Richard E. Grant foi revelado como sendo um anônimo cientista louco. No mesmo mês, Simon Kinberg afirmou que o filme seria definido no futuro. Para o final do mês, Stephen Merchant foi escalado para um papel não especificado. Em maio de 2016, Eriq La Salle e Elise Neal foram lançados em papéis não especificados. Kinberg disse que o filme “tem lugar no futuro e como você e outros têm relatado, é um filme R-rated. É violento, como uma espécie de western em seu tom. É apenas um filme muito legal, mas diferente.” Em março de 2015, Mangold antecipou as filmagens que começariam “no início do próximo ano.” Em maio, Elizabeth Rodriguez estava em negociações para se juntar ao elenco. Em 19 de agosto de 2016, as filmagens de Logan encerraram. Em 28 de Março, 2015, Jackman postou em redes sociais uma foto de Wolverine mostrando o dedo do meio com sua garra, juntamente com a hashtag “#OneLastTime.”  Em 19 de outubro, 2016, Jackman twittou um vídeo de seis segundos insinuando um novo trailer para o filme. O primeiro trailer estreou no dia seguinte, com a melodia de fundo de “Hurt” de Johnny Cash. O trailer foi lançado pela primeira vez em faixa verde norte-americano. Uma versão faixa vermelha internacional do trailer, com violência ligeiramente mais explícita do que o original, também estreou mais tarde naquele dia. O filme está programado para ser lançado em 3 de março de 2017. O título Logan foi anunciada pelo Jackman em 5 de outubro de 2016.

logan-8

Comentários: Logan vai encerrar a trilogia solo do Wolverine no cinema baseado em uma mega saga das HQs Old Logan com a esperança de ser um filme de sucesso, coisa que seus dois anteriores Origens e Imortal não conseguiram mo cinema acumulando críticas e descontentamento dos fãs, principalmente por erros bizarros no próprio roteiro e adaptações de personagens, simples como do próprio Deadpool ou a bala de Adamantium que tira a memória do Wolvie, erros que seriam corrigidos no filme X-Men: Dias de um Futuro Esquecido (2014). Logan promete ser violento, com faixa etária acima dos outros, seguindo o mesmos passos de Deadpool (2016) e trazer a primeira aparição no cinema da personagem X-23, interpretada por Dafne Keen, que seguirá, provavelmente, a franquia e os passos do Wolvie no cinema. X-23, também  conhecida como Laura Kinney ou Laura Howlett,  é uma personagem da animação X-Men: Evolution, onde aparece pela primeira vez no episódio número 41 (3° temporada, episódio 11) intitulado de “X-23”, revelando que é um clone de Wolverine. Sua primeira aparição nas HQs foi em NYX número 3, lançado em 2004, sendo assim ela passou a ser a “irmã caçula” de Wolverine e Dentes de Sabre. X-23, assim como Spyke (sobrinho da tempestade) foi originalmente criada especialmente para a animação, mas seu sucesso a fez transpor para outras mídias com o tempo. Nas HQs  X-23 foi criado por Craig Kyle e Christopher Yost, que escreveram os dois episódios do X-Men: Evolution em que ela apareceu (“X-23” e “Alvo X”). Tanto X-23 quanto Xavier na adaptação cinematográfica são os substitutos dos personagens Gavião Arqueiro e sua sobrinha das HQs devido a contratos entre a Fox e a Marvel. Apesar da X-23 possuir apenas duas garras nas mãos, diferente do Logan, ela possui uma garra em cada pé também.

Abaixo as críticas do filmes anteriores:

logan-2

X – Men Origens: Wolverine (2009):

De Gavin Hood. com Hugh Jackman, Liev Schreiber, Ryan Reynolds, Taylor Kitsch  e Danny Huston.

Crítica: X-Men Origens tinha tudo para ser na época o melhor filme da Marvel e do nosso mutante preferido em 2009, mas as péssimas escolhas de direção e de roteiro do diretor Gavin Hood, além de brigas com os produtores, tiraram o foco do filme e o tornaram terrivelmente difícil de ser aceito pelos fãs do Wolverine. O filme ficou devendo e muito porque não só recortou a origem de Logan como teve um final inexplicável, tanto para o Wolvie quanto para o Mercenário Deadpool, personagem que na época ascendia no universo Marvel de desconhecido para amado por milhões pelo seu jeito louco e irreverente de lidar com o mundo. Tanto Logan, Deadpool e Dente de Sabres tiveram um reencontro bem mais honroso no desenho animado da Marvel, com o anime Hulk Vs Wolverine, e com um respeito bem maior pelos personagens. O que acontece quando uma bala inquebrável atinge um crânio inquebrável. A resposta é um roteiro inexplicável, até mesmo para uma HQ, imagina para um roteiro de cinema. Gavin Hood é um premiado cineasta, roteirista, produtor e ator. O seu filme Tsotsi obteve o Oscar de melhor filme estrangeiro, mas aqui na Marvel da Fox se perde totalmente por deixar claro que não conhece os personagens e sua mitologia. É como um advogado que não conhece sua causa, mas mesmo assim tenta defendê-la.. Do elenco Hugh Jackman é ator, produtor, dançarino e cantor. Ganhou reconhecimento internacional por seus filmes baseados no herói Wolverine e aqui novamente não decepciona em sua atuação. Vai ser difícil ter um novo Wolverine que não seja como o Jackman. Ryan Reynolds é um péssimo ator canadense de rosto bonito. Ele é conhecido por seus papeis em Blade Trinity, Lanterna Verde, National Lampoon’s, The Amityville Horror, Just Friends, Definitely, Maybe, The Proposal e Buried. Também fez uma ponta no filme Ted. Destesto suas atuações, mas aqui acho que o papel caiu como uma luva para seu humor chato e sem graça. Deadpool precisa de uma corpo assim. Isaac Liev Schreiber é ator, cineasta e ganhador do prêmio Tony. Estreou como diretor com Everything Is Illuminated. É casado com a atriz Naomi Watts com quem tem dois filhos. Sou fã do jeito mau carater do ator e quando o vi para o papel de Dente de Sabres juro que torci o nariz pela falta de semelhança física, muito mais para o ator do primeiro filme dos Xmen, e paguei caro por isso. Apesar de não parecer me nada com o personagem, Schreiber entendeu bem sua fúria, motivações e o incorporou de maneira clássica, se tornando peça fundamenteal do filme. Taylor Kitsch também conhecido pelo seu papel principal no filme John Carter, Entre Dois Mundos, está longe de ser Gambit de tão sem graça que o ator é. O filme é razoavel, se você ignorar toda a história do Wolverine e entender que nem a Marvel sabe qual a origem do personagem, de tanto que já foi refeita. O filme mistura as origens de Wolverine em um lidiquificador, assim como os personagens da infância do personagem como Cão (maio irmão de Logan) e Sabres (que ninguem até hoje entende se realmente tem ou não parentesco com Logan), mas o final é realmente de chorar e imperdoável. Uma bala na cabeça.

logan-9

Wolverine Imortal  (2013):

Direção: James Mangold, roteiro Frank Miller e Chris Claremont, elenco Hugh Jackman, Tao Okamoto, Rila Fukushima, Svetlana Khodtchenkova, Famke Janssen, Brian Tee, Hal Yamanouchi e Will Yun Lee.

Crítica: Assisti quatro vezes ao filme, reli minhas revistas do Logan no Japão e pensei bastante antes de escrever esta crítica. Não porque o filme não fosse bom, se pensarmos nele fora do mundo das HQs e de seu antecessor, mas os principais motivos para se apreciar esta obra estão na fotografia japonesa, as boas cenas de ação, um elenco afinado, a ótima Famke Janssen, minha eterna Fênix, que transforma uma ponta do filme em algo grandioso e Hugh Jackman, que representa tudo o que o Logan é e poderá ser um dia no cinema. Jackman simplesmente dá uma sensibilidade ao personagem e mantém sua fúria atuando, o que me deixa sérias dúvidas se um dia alguém poderá refazer este papel e encarar o personagem tão carismático. Contra ele apenas sua altura e o roteiro. Imortal deixa entender que é sequencia de XMen 3. O filme Wolverine Origens, seu péssimo antecessor, não  é nem lembrado,  o que é uma pena apenas pela ótima atuação de Liev Schreiber, que surpreendeu no personagem Dente de Sabre. Não é a primeira vez que a Fox faz isso com seus personagens, é bom lembrar que o também ótimo Noturno, do ator Alan Cumming (não tão ótimo), no filme XMen 2, foi esquecido para o Fraco Xmen 3. A principal falha no filme Wolverine Imortal está em seu roteiro. Ao mesmo tempo que a mão do Diretor James não nos deixa perder o fio da trama, são os detalhes e a falta de profundidade do conceito “Imortal” que nos deixa perplexo, principalmente para os fãs do personagem principal,  pois ela é tratada de maneira casual. A conclusão que chegamos, até pelo fato da pré produção do filme, troca de diretores, roteiro refeito várias vezes  entre outros problemas é que o Diretor James tentou tornar o filme mais  dramático, romântico e não tão brutal, até por ser uma opção para se diminuir a classificação etária de 18 para 14 anos e atrair uma gama maior de fãs e não fãs, mas com isso criando buracos imensos na trama do filme. Mesmo assim, Wolverine Imortal é melhor que filmes como  Wolverine Origens, Blade 3, Conan, O Bárbaro (Remake), Homem Aranha (Remake) entre outros e vale muito a pena conferir nosso herói preferido. Agora com a chuva de acordos entre Sony e Marvel, este que vos escreve ainda torce muito para ver, conforme até pedido do próprio Hugh Jackman, que nosso querido Wolvie seja também introduzido no Universo Cinematográfico Marvel e possamos ter um Hulk VS Wolvie. Seria a “Imortalização” de Hugh Jackman no personagem, se é que ele ainda precisa disso. Só para quem não viu, na cena dos Vimgadores em que a Viúva tenta convencer  Banner a se juntar ao grupo, o nome do Logan é citado pela mesma.

logan-5

Att.

Marcelo The Moura.

logan-12

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo