Lançamentos A2 Filmes (Assassino em Série) | Crítica - NoSet
Cinema

Lançamentos A2 Filmes (Assassino em Série) | Crítica

Com lançamento em plataformas digitais pela A2 Filmes (acompanhe os outros lançamentos logo após o texto), Assassino em Série (The Liquidator, Xinlizui zhi Chengshi zhi Guang, 2017) é um suspense policial chinês baseado no livro Evil Minds: City Light, de Lei Mi. Tomando emprestado várias referências dentro do gênero, o filme segue a linha dos thrillers orientais carregados de tensão e repletos de reviravoltas para manter atento um público sedento por histórias de assassinos, investigação e mistério. O cinema asiático já chamou bastante atenção com alguns exemplares do tipo nos últimos anos, como exemplo obrigatório para qualquer cinéfilo temos os excepcionais sul coreanos Memórias de Um Assassino (Bong Joon-ho, 2007) e O Lamento (Hong-jin Na). Em tese, esse deveria ao menos seguir as boas influências de seus vizinhos indiretos, mas não é exatamente o que acontece.

Na trama, a policial forense Mi Nan (Cecilia Liu) é designada para participar da investigação sobre um assassinado com requintes de crueldade ocorrido dentro de uma escola. Ao que parece, a morte é só o início das ações de um serial killer que se auto intitula Luz da Cidade, ganhando até um certo apoio público por escolher vítimas supostamente criminosas e que foram soltas pela ineficiência da lei. O especialista criminal Fang Mu (Deng Chao) é escolhido para auxiliar no caso por sua experiência e poder de dedução, mas dessa vez ele terá a maior prova de sua carreira frente a um caso jamais visto antes.

Iniciando já de maneira frenética com uma perseguição a pé por um parque de diversões (e que logo veremos que não terá função alguma no restante da trama), o filme precisa de poucos minutos para jogar suas cartas e mostrar como conduzirá sua narrativa. O ritmo é acelerado e a história não perde muito tempo em apresentar o vilão e a primeira vítima – aliás, numa cena que mostra a duradoura influência da franquia Jogos Mortais ao colocar alguém em uma situação de vida ou morte diante de algum puzzle que necessitará ser desvendado para que a vítima se liberte. Extremamente hiperestilizado, a obra lembra um recorte de uma série policial repleta de vícios visuais saídos de um videoclipe: algo que se mostrará um dos principais problemas durante todos os seus 124 minutos.

Não há problema algum em escolher por uma abordagem que obviamente preza um exagero em nome de um entretenimento no lugar de um realismo. Para isso basta observar a forma quase satírica como nos é apresentado Fang Mu, quando o personagem parece conscientemente brincar com aquelas figuras de detetives problemáticos, porém geniais e cheios de artimanhas teatrais para arrancar pistas de suspeitos. O problema é que a abordagem flutua em meio a uma série de escolhas problemáticas, tanto em termos de tom quanto de construção narrativa. É difícil decidir se o diretor Xu Jizhou quer manter a coisa no campo da metalinguagem ou se quer insistir numa seriedade que sempre se sabota por sua inabilidade de dar importância ao drama dos personagens.

Desse modo, por mais que o roteiro – também do diretor – tente estabelecer ligações emocionais com ao menos dois personagens, elas são logo sabotadas por uma direção desmedida que não hesita em transformar cada momento pessoal em um dramalhão digno de novela através de uma trilha sonora exagerada, além de colocar vários dos personagens reagindo de forma inverossímil a outros que acabaram de conhecer, forçando relações entre eles e emulando um senso inexistente de profundidade dramática. É por isso que o filme se sai melhor nos momentos em que foca na trama e nas reviravoltas, mesmo que várias dessas sejam também hipervalorizadas pelo roteiro – um destaque negativo vai para alguns segmentos que descaradamente copiam momentos icônicos do cinema, como um certo diálogo que vai saltar aos imediatamente para quem conhece bem o excepcional thriller de David Fincher, Seven – Os Sete Crimes Capitais.

Para complicar a situação, Jizhou parece ter escolhido ir por um caminho totalmente contrário aos dos cineastas sul coreanos citados anteriormente, já que abandona qualquer sutileza colocando sua câmera para se chacoalhar de forma esquizofrênica basicamente em todas as sequências mais dinâmicas, tornando a ação – e qualquer outro segmento mais acelerado – completamente caótica. Mas a culpa pela questão também é compartilhada na mesma importância pelo equivocado trabalho de montagem, que além de aumentar a sensação de desorientação, inexplicavelmente resolve picotar a narrativa através de diversas elipses (saltos temporais nos cortes) que criam descontinuidades desnecessárias e prejudiciais para o controle do ritmo, fazendo com que personagens e subtramas subitamente comecem e acabem de maneira abrupta – para isso, notem como mal dá tempo para que absorvamos uma cena antes que seja interrompida por outra já no meio da ação, tornando os espaços dramáticos nulos para que o espectador possa estar emocionalmente engajado na história.

Assassino em Série se redime um pouco no seu terço final, quando consegue criar situações no enredo que verdadeiramente surgem como uma surpresa para o público. Uma pena que isso vem tarde demais e a experiência já estava cansativa (também pesa a duração do longa), além de ainda não ter coragem de prosseguir com algumas escolhas mais corajosas que, ao menos no fim, dariam de fato o peso que sempre pretendeu desde o começo.

Nota: 

Direção: Xu Jizhou

Elenco: Chao Deng, Ethan Juan, Shishi Liu, kar Yan Lam

Sinopse: Quando um misterioso assassinato acontece – um professor é morto dentro da sala de aula – e não há muitas pistas, a investigadora Mi Nan chama Fang Mu, um especialista forense com grande poder de dedução, para ajudar no caso.

Um segundo homicídio acontece, agora uma mulher é morta em um incêndio criminoso, e a investigação aponta para o trabalho de um serial killer que se auto intitulou “a luz da cidade” e está atacando pessoas que cometeram crimes e conseguiram escapar da condenação por causa de brechas na lei.

O assassino começa um jogo de gato e rato com Fang, deixando pistas para seus próximos crimes e brincando com a polícia, ao mesmo tempo em que conquista a opinião pública, sendo considerado um justiceiro pela população. Quando Fang descobre a identidade do maníaco, a perseguição atinge um nível muito mais pessoal e perigoso.

Alugue já!

NOW
https://goo.gl/e62grM

LOOKE
https://goo.gl/jf14ed

VIVOPLAY
https://goo.gl/doqxrK

iTUNES
https://goo.gl/GdXTQc

 

CONFIRA OS OUTROS LANÇAMENTOS DIGITAIS DA A2 FILMES

 

PISTOLEIROS
(American Gunslingers)

Gênero: Western/Ação/Aventura
Elenco: William Adams, Jezibell Anat, Tori Barker
Direção: Christopher Forbes
Origem: EUA/2017

Depois da Guerra Civil Norte-Americana, Charles Holley volta para casa e descobre que sua família foi assassinada. Deste momento em diante, a missão de vida de Charles é executar sua vingança.

Ao longo de sua jornada, ele encontra dois guias, o Reverendo MacKenzie, que está em busca de redenção enquanto peregrina pelo país, e o misterioso Carlo, que o leva até Animus Smite, o homem que controla, na base da violência, a cidade. Smite é dono de um rentável negócio de apostas que acontece no saloon de propriedade de Miss Lorena.

Holley chega ao local e entra no jogo, já suspeitando que Smite tenha algo a ver com o assassinato. As cartas estão na mesa e é hora da vingança!

Vingança Sem Perdão!

Já disponível para locação digital!

LOOKE
https://goo.gl/pVjJG9

VIVOPLAY
https://goo.gl/y75bK8

iTUNES
https://goo.gl/grjDLP

KRAMPUS – O ACORDO
(Krampus The Reckoning)

Gênero: Terror/Suspense
Elenco: Monica Engesser, Amelia Haberman, James Ray, Kevin Tye, Sean G P Anderson, Owen Conway, Carrie Fee, Shawn Saavedra
Direção: Owen Conway
Origem: EUA/2015

Considerada por muitos ao seu redor uma garota estranha, Zoe possui um amigo imaginário, mas não se trata de um amigo comum – estamos falando de Krampus, o ser sombrio que acompanha o velho São Nicolau, figura que deu origem ao Papai Noel.

Durante o feriado de Natal, o Krampus solta sua ira sobre os moradores de uma pequena cidade e quer punir a todos. Este demônio não vai parar enquanto não tiver levado todas as almas do local para o inferno com ele!

Ninguém está seguro!

Hoje nas plataformas digitais!

LOOKE
https://goo.gl/NHzk6h

VIVOPLAY
https://goo.gl/AazQ3z

Você pode conferir outros lançamentos da A2 em http://www.a2filmes.com.br/

Aproveite!

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo