Kick-Ass de Mark Miller (das HQs para o Cinema): - NoSet
Cinema

Kick-Ass de Mark Miller (das HQs para o Cinema):

Salve Nosetmaníacos, eu sou o Marcelo Moura e hoje falamos de mais uma adaptação das HQs para uma franquia nos cinemas Live Action.

O Universo de Kick-Ass: Dave é um estudante de 16 anos que se tornou um super-herói, apesar de não ter superpoderes, habilidades de combate, limitado com dois cassetetes que são usados como armas e um treinamento limitado. Dave tem uma capacidade de aguentar a golpes fortes, devido a terminações nervosas que foram danificadas e substituídas por placas de metal na sua cabeça, causado a sua primeira tentativa falhada de super-herói. Ele tem a ajuda de Big Daddy, que é o melhor combatente do crime da cidade. Daddy treinou sua filha para ser uma heroína também, é um especialista em armas de fogo. Ele e sua filha, Mindy, haviam fugido com o passar dos anos, usando identidades falsas. McCready também afirma ser um ex-policial, querendo se vingar pelo assassinato de sua esposa pela máfia, sendo comparado com o Justiceiro. Só que a verdade foi revelado, ele admirava super-heróis como Dave e financiava suas operações com venda de HQs no eBay, também mentiu sobre ser um policial e treinou sua filha para combater a criminalidade para que ela fosse “diferente” e “especial”. No filme, Daddy se chama Damon McCrady, mas nas HQs seu primeiro nome demorou a ser revelado. A fantasia de Big Daddy também é diferente, mais parecida com o Batman, que nas HQs, lembrando o Justiceiro. Hit-Girl é uma menina loira de 10 anos e filha de Big Daddy. Ela tem o conhecimento de artes marciais e armas de fogo, desde sua infância ela combate o crime com seu pai. Como ela e seu pai estão constantemente fugindo, a vida social e sua educação têm sido limitadas a sua formação e combate ao crime. Diferente de Kick-Ass, Mindy é uma super-heroína mais eficiente como Hit-Girl, com uma peruca roxa, armas de fogo, duas Katanas e outras armas de corte. Ela é uma mistura de Rambo e Polly Pocket. No filme, as únicas diferenças são sua peruca que é de cabelo mais liso e as espadas foram substituídas por um bastão com espadas na ponta que pode se dividir em dois bastões.

Red Mist é um herói inicialmente inspirado no Kick-Ass e que causou inveja em Dave devido à imprensa dar mais atenção a ele, porem os dois logo se tornam amigos após se conhecerem. Red Mist mostrou ser muito rico, tendo um “Mistmóvel”, por outro lado, Red Mist não mostrou evidências de proezas de luta, suas técnicas no combate à criminalidade são limitadas a chamar a polícia e direcionando-os para operações de crime. Logo foi revelado que Red Mist era um traidor, sendo o filho do chefe da máfia, John Genovese, e que foi enviado para armar uma armadilha para capturar Kick-Ass, Big Daddy e Hit-Girl. Chris realmente gostou da experiência de ser Red Mist e depois se identifica como um supervilão. Red Misty se tornaria o vilão The Motherfucker, para vingar a morte de seu pai Jhon Genovese. Red Misty reúne uma gangue de outros vilões e se torna um psicopata que morre ao ser devorado por um tubarão. John Genovese, também conhecido como Johnny G, é Ítalo-Americano chefe da máfia de Nova York e pai de Chris. Embora achasse difícil levar a sério, fica irritado com suas operações sendo incomodadas por pessoas fantasiados como super-heróis. Genovese acha Kick-Ass ridículo e identifica Big Daddy e Hit Girl como a fonte de seus problemas. Na adaptação para o cinema, o personagem é renomeado como Frank D’Amico. O filme também retrata D’Amico como sendo bastante atlético e adepto de artes marciais, um traço que não aparece nas HQs. No filme, Kick-Ass mata D’Amico com um tiro de lança míssil. Katie Deauxma é uma estudante de 16 anos da classe de Dave, a quem ele teve uma queda. No começo ela achou que Dave era gay por causa dos boatos relacionados à sua primeira tentativa de ser herói, com isso, ela o aceitou como seu “melhor amigo gay”. Depois de Dave dizer a ela que não era gay, o namorado de Katie enche a cara de Dave de pancada. No filme, ela não tinha namorado e perdoa Dave por ter mentido sobre ser gay e começam um romance.

Kick-Ass – Quebrando Tudo (2010):

Kick-Ass é um filme americano e britânico, dirigido por Matthew Vaughn e baseado nas HQs de Mark Millar e John Romita, Jr., publicada pela Marvel Comics. Roteiro de Matthew Vaughn, Jane Goldman e Mark Millar, elenco Aaron Taylor-Johnson, Christopher Mintz-Plasse, Chloë Grace Moretz, Nicolas Cage e Mark Strong, com orçamento de US$ 28 milhões e receita de US$ 96 milhões em todo mundo.

Sinopse: O filme conta a vida de um adolescente normal, chamado Dave Lizeewski, que decide tornar-se um super-herói por influência das HQsd. Conhecido na mídia como “Kick-Ass”, motiva o surgimento de uma onda de super-heróis no país, assim inclui-se Red Mist, que se torna seu “parceiro” no combate ao crime junto ao misterioso Big Daddy e sua filha Hit-Girl.

Kick-Ass 2 (2012):

Kick-Ass 2 é um filme anglo-americano, dirigido e escrito por Jeff Wadlow e co-produzido por Matthew Vaughn, baseado na HQ de Kick-Ass. No elenco Aaron Taylor-Johnson, Chloë Grace Moretz, Christopher Mintz-Plasse e Jim Carrey. Com orçamento de US$ 28 milhões, o filme bateu a receita de US$ 60 milhões em todo mundo.

Sinopse: Dave Lizewski, entediado depois de ter abandonado a luta contra o crime como Kick-Ass, resolve voltar a ação e pede para treinar com Mindy Macready, a “Hit-Girl”. Já seu inimigo Red Mist fica no controle da imensa fortuna da família e resolve se tornar o primeiro supervilão da vida real e assume a nova identidade de Mother-fucker, planejando se vingar de Kick-Ass.

Crítica: Com a direção Matthew Vaughn (Stardust), Kick Ass (2010) foi uma das melhores e inovadoras adaptações das HQ´s para o cinema. Considerado um marco para os fãs, ele é feito diretamente para a realidade das HQs, sem ter 100% de preocupação com a faixa etária ou mesmo com as cenas de violência gratuita, tão comum nas HQs modernas como em Batman, Lobo, Dredd e que para muitos, nunca iria migrar para o cinema devido à censura e interesses de lucro e etc.

Tudo bem que o romance no primeiro filme não existia na HQ, mas isso é o custo que se paga para uma adaptação nas telonas, assim como a trilogia de Batman de Christopher Nolan não foi perfeita, o clássico Wacthman do Zack Snyder, A Liga dos Cavalheiros Extraordinários e Superman VS Batman, todos são motivos de críticas por detalhes que deixaram a desejar se comparados as HQs. Além disso, Kick Ass traz no elenco jovens atores como Aaron Taylor-Johnson (Vingadores), Christopher Charles Mintz-Plasse e o mega canastrão Nicholas Cage, que esta impagável no papel quase principal de “Batman”, diferente das HQs que dá uma r mais de Justiceiro. Cage usando Bigode está hilário e realmente faz a diferença. Infelizmente o filme nos cinemas não rendeu exatamente o esperado, mas virou Cult em DVDs e garantiu uma polêmica continuação.

Em Kick Ass 2 (2013) do diretor Jeff Wadlow (Cry Wolf), tenta manter mais a mesma linha do original, só que mais maduro, talvez para atrair uma maior público ou ter uma história mais completa. Infelizmente essa decisão, junto com problemas e violências em colégio americanos causou um estrago forte demais na imagem e marketing do filme e acabou com a bilheteria. O elenco principal perde o Nicholas Cage, que não está na continuação e fez falta, substituído de forma patética e esquecível Jim Carrey, que conseguiu ser pior que sua atuação como Charada em Batman, além de suas críticas ao filme depois do acontecido nos colégios dos EUA. Eu que sou fã do ator e elogio tanto suas escolhas e vontade de atuar em diferentes estilos como em Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças (2004), aqui está pobre demais e irreconhecível. Kick Ass 2 é longe de ser melhor do que o primeiro filme, não seu se por causa da mudança de diretor ou da escolha do roteiro, mas os próprios atores ao fim do filme em entrevistas se despediram da franquia e isso também empurrou de a bilheteria para o buraco final. Infelizmente por seu resultado nas bilheterias e dos comentários do elenco, dificilmente teremos um terceiro. Existe a possibilidade ainda de um terceiro filme, agora somente com a Hit Girl no papel principal, mas tudo ainda são boatos não confirmados de 2014.

Curiosidades: Poucos meses antes do filme ser lançado, Jim Carrey retirou apoio ao mesmo abalado pela violência exibida e com o tiroteio na Sandy Hook Elementary School. Carrey escreveu: “Eu fiz Kick-Ass um mês antes de Sandy Hook e agora, em sã consciência, não consigo apoiar aquele nível de violência. Minhas desculpas aos outros envolvidos com o filme. Eu não me envergonho, mas os recentes eventos mudaram meu coração.” Mark Millar respondeu em fórum oficial, afirmando “Sim, a contagem de corpos é muito alta, mas um filme chamado Kick-Ass 2 verdadeiramente deve fazer o que diz” e comparou-o a outros de Quentin Tarantino, Sam Peckinpah, Chan-wook Park e Martin Scorsese. Millar insistiu que o filme se concentra nas consequências da violência ao invés da própria violência. Moretz também comentou “Isto é um filme. Se acreditar que será contaminado pela ação mostrada, você não poderá assistir Pocahontas porque irá se transformar numa princesa da Disney. Se é tão facilmente influenciável, se assistiu The Silence of the Lambs então eu acho que é um assassino serial. É um filme e é falso, eu o conheço desde criança e não quis sair por aí tentando matar pessoas e xingar. Esses filmes ensinam você o que não fazer.”

Gostou da matéria, é só seguir o meu instagram para acompanhar lançamentos e opinar: https://www.instagram.com/marcelo.moura.1253/

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo