Hellboy: HQs, Animes, Games e Cinema (2004 a 2008)

Salve Nosetmanícos, eu sou o Marcelo Moura e hoje falamos de mais um live action de um personagem das HQs que eu adoro.

Hellboy (2004):

De Guillermo del Toro com Ron Perlman, Selma Blair, Doug Jones, John Hurt e Rupert Evans.Hellboy um filme americano, baseado no personagem homônimo da Dark Horse Comics.

Sinopse: Já perto do fim da 2ª Guerra Mundial, os nazistas tentam eliminar seus inimigos usando magia negra e nasce Hellboy. um filme de fantasia americano lançado em 2004, baseado no personagem homônimo da Dark Horse Comics.

Crtítica: Após o sucesso de Blade 2, foi oferecido ao diretor del Toro a direção de Blade: Trinity, 3º filme da série ou o filme Hellboy. O diretor, conhecido tanto por ser genial quanto teimoso, escolheu sabiamente seu projeto particular Hellboy, escapou da tranqueira que foi Blade Trinity e ainda levou para seu filme no papel do personagem principal o mega ator carismático Perlman, que já tinha trabalhado com o mesmo no próprio filme Blade 2. Com o Orçamento de US$ 66 milhões (baixo para filmes Hollywoodianos de ação / ficção) Hellboy é uma das melhores adaptações das Hq´s para o cinema, principalmente pela qualidade de direção e roteiro, que são marcas do próprio Del Toro. O diretor usa toda sua experiência em filmes de sucesso como Labirinto do Fauno e Blade, trabalhando maquiagem, efeitos especiais e animação criando um universo próprio de filmagem, unindo um quase padrão gótico de filmar junto a um humor negro sensacional no roteiro, que diverte e intriga o tempo todo. Ron Perlman tem em sua bagagem filmes como O Nome da Rosa, Blade 2, Aliens, Pacific Rim, Season of the Witch e Conan, mas é aqui que se consagra como personagem de uma vida. Ele está demais e dá vida de forma hilária ao Hellboy.O filme foi um mega sucesso de bilheteria e gerou também dois desenhos animados dublados pela equipe original, Hellboy: Espada das Tempestades e Hellboy: Sangue e Ferro antes do segundo filme da série.

Hellboy II: The Golden Army – Hellboy II: O Exército Dourado – Hellboy II: O Braço Dourado (2008):

De Guillermo del Toro com Ron Perlman, Selma Blair e Doug Jones.

Sinopse: Em 1955, o pequeno Hellboy ouve uma história narrada pelo seu pai adotivo, o Professor Trevor Broom (John Hurt) sobre como, há muitos e muitos anos atrás, os seres humanos entraram em guerra com os seres mágicos com quem dividiam o planeta. Cansado de batalhas, o rei dos elfos, Balor, permitiu aos Duendes, que queriam vingança pela morte de amigos, a construção de um exército dourado de soldados mecânicos, todos controlados por uma coroa mágica de ouro. Porém, o Exército Dourado era invencível e não parava até que todos os inimigos estivessem mortos. Envergonhado, o rei Balor decidiu estabelecer uma trégua com os seres humanos, que aceitaram. Eles ficariam com as cidades e os seres mágicos ficariam com as florestas. Para selar a paz, Balor dividiu a coroa dourada em três pedaços, um para os humanos e dois para os seus filhos, o Príncipe Nuada e a Princesa Nuala. Porém, Nuada não confiava nos humanos e preferiu partir em um exílio auto-imposto, jurando retornar quando o seu povo mais precisasse do seu auxílio. Hoje, Nuada e um Troll chamado Sr. Wink invadem a Casa de Leilões Blackwood, roubando o pedaço da coroa dourada pertencente aos humanos, que violaram a trégua e avançaram pelas florestas. Como vingança, eles libertam um enxame de Fadas do Dente (criaturas que se alimentam de cálcio e tem preferência pela arcada dentária, justificando o nome) na Casa de Leilões. O Bureau de Pesquisa e Defesa Paranormal é acionado e o diretor Tom Manning envia Hellboy (Ron Perlman), Abe Sapien (Doug Jones) e Liz Sherman (Selma Blair) para investigar.

Crítica: Filme muito mais introspectivo no personagem Hellboy, del toro novamente dá um show na direção e roteiro desta mega continuação a onde todos as dúvidas sobre a origem e destino do personagem principal são postos a prova, mostrando a dualidade entre o lado sombrio e o lado humano da cria do inferno. Hellboy é destinado a ser o carrasco da humanidade ou seu herói? Com o Orçamento de US$ 72 milhões O diretor Del Toro mostra que tem nas mãos o personagem e seu universo. Sua ótima parceria com Perlman deixa o filme alucinante, tanto no drama quando no humor negro do Hellboy, além de se aprofundar cada vez mais no universo místico que o personagem carrega. O filme foi um sucesso de bilheteria, não tão grande quanto o primeiro, mas mantendo o diretor com o patamar de revolucionário e criativo. Todos querem ver Hellboy 3 e rumores recentes dizem que a Legendary Pictures pode produzir o filme, Ron Perlman fala que ainda consegue interpretar o personagem, mas a demora de produção o deixa a cada dia mais afastado do projeto. Segundo a Sony, porém, Hellboy 3 não está nos seus planos (de acordo com Del Toro o financiamento é o maior obstáculo para o projeto). Então, continuamos aguardando patrocínio e a agenda de diretor para podermos ter o final da série.

Gostou da matéria, é só seguir o meu instagram para acompanhar lançamentos e opinar: https://www.instagram.com/marcelo.moura.thor/

Marcelo Moura

Marcelo Moura

http://www.noset.com.br

Moura gosta de Cinema, Tv, Livros, Games, Shows e HQ´s, do moderno ao Cult. Se diverte com o Trash, Clássico e Capitalista. e um pouco de tudo isso você vai encontrar aqui. Muitos dizem que quem escreve é a sua esposa ou mesmo seus três filhos. É ler para crer....

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *