A Franquia de Chucky, O Brinquedo Assassino. - NoSet
Cinema

A Franquia de Chucky, O Brinquedo Assassino.

Salve Nosetmaníacos. Noset assitiu toda a franquia e é fãs do Boneco Assassino.

chucky 3

Brinquedo Assassino (1998):

Direção Tom Holland, roteiro Don Mancini, John Lafia e Tom Holland, elenco Catherine Hicks, Chris Sarandon, Alex Vincent e Brad Dourif. Child’s Play ou Brinquedo Assassino é um filme americano de terror e foi recebido com sucesso moderado e desde então se transformou em clássico cult entre os fãs de filme de terror. Foi o único filme da série a ser lançado pela United Artists, em 1990 os direitos do filme foram vendidos a Universal. O filme trata da história de um boneco que ganha vida após um ritual vodu feito por um serial killer procurado pela polícia, e se torna um assassino. O serial Charles Lee Ray, ou simplesmente Chucky, deriva dos nomes dos notórios assassinos Charles Manson, Lee Harvey Oswald e James Earl Ray. Child’s Play foi filmado em Chicago para as cenas externas. As cenas de estúdio foram gravadas na Sony Pictures Studios, em Culver City, na Califórnia.

Sinopse: Chicago, Illinois, na noite de 9 de novembro de 1988. Charles Lee Ray, o notório “Estrangulador de Lakeshore”, está sendo perseguido pelo Detetive Mike Norris. Abandonado por seu parceiro de crimes Eddie Caputo, o assassino refugia-se numa loja de brinquedos, na qual é fatalmente atingido no coração por um tiro do policial. Mas antes de morrer, Charles utiliza seus conhecimentos de magia negra para realizar um ritual de vodu a fim de transferir seu espírito para um boneco da linha Good Guys, que estava na ocasião sendo promovido na TV. Durante o ritual, um raio atinge e destrói a loja, selando a transferência do espírito do psicopata para o boneco. No dia seguinte, em meio aos destroços da loja, o mesmo é achado por um mendigo, que o vende a Karen Barclay como presente de aniversário para seu filho de seis anos de idade, Andy Barclay. Vivendo agora como o boneco bonzinho, Charles descobre que precisa transferir sua alma do boneco para o corpo da primeira pessoa a quem revelou seu segredo, ou seja, Andy, a fim de ressuscitar ou ficará preso no boneco para sempre. Andy percebe que o boneco está vivo, mas a mãe do garoto e o Detetive Norris, que investiga os assassinatos, só passam a acreditar nele depois do boneco ter feito várias vítimas, dentre elas Maggie, uma amiga de Karen que concordou em cuidar de Andy por uma noite, Eddie Caputo, seu ex-parceiro de crime, morto em casa numa explosão provocada por Chucky, John “Dr. Death” Simonsen, seu ex-mentor de vodu, a quem Chucky mata via tortura de vodu, o médico Dr. Ardmore em um sanatório, entre outras.

Curiosidades: O nome de Chucky, Charles Lee Ray, é um derivado dos assassinos famosos Charles Manson, Lee Harvey e James Earl Ray. Um slogan promocional de cinema tinha uma frase que dizia “Quando as pessoas têm pesadelos, sonham com Freddy, mas quando Freddy tem pesadelos, sonha com Chucky”. Chucky, após esse primeiro filme, se converteu em um dos maiores assassinos da história do terror, ao lado de Freddy Krueger, Jason Voorhees e Michael Myers, segundo a maioria das críticas. Foi o único filme da franquia a ser dublado no Rio de Janeiro, os filmes seguintes foram dublados em São Paulo. Na dublagem brasileira os Good Guys Doll foram traduzidos como bonecos ‘Cara Legal’, porém nos filmes seguintes eles foram traduzidos como bonecos ‘Bonzinho’, isso se deve ao fato da troca de estúdio de dublagem sendo que o primeiro filme foi dublado no Rio de Janeiro pela extinta Hebert Richers, enquanto os filmes seguintes foram dublados em São Paulo. Na cena original da morte da babá ela morre eletrocutada enquanto toma um banho. A cena foi usada mais tarde em A Noiva de Chucky. No roteiro original, escrito por Don Mancini, o público imaginaria que o real autor dos assassinatos seria o menino Andy em vez do boneco. A ideia foi usada mais tarde por Kevin Tenney em Pinocchio’s Revenge. O trabalho de narração do Chucky, realizado por Brad Dourif, foi gravado com tanta antecedência que a equipe podia ajustar a boca do boneco em relação às palavras. Por causa disso, o narrador raramente aparecia no set de filmagens durante as cenas do brinquedo assassino. O título provisório do filme, o qual originalmente em inglês se chama Child’s Play, era Blood Buddy (Amigo de Sangue, em tradução livre). Na cena em que Chucky corre atrás de Maggie no corredor, Chucky foi na realidade interpretado pela irmã mais nova de Alex Vincent, o ator que faz o menino Andy no filme. Em uma ideia que foi abandonada, Chucky se tornaria aos poucos cada vez mais humano enquanto Charles Lee Ray vivesse dentro do boneco. Começaria, por exemplo, a crescer barba no brinquedo. Brad Dourif, o narrador do Chucky, corria ao redor do estúdio de gravação para fazer a voz exigida para o boneco em algumas cenas. Por isso ele ficava esgotado após cada gravação. Na verdade, ele quase desmaiou após fazer o grito do Chucky quando ele é queimado vivo. Brinquedo Assassino foi rejeitado pelo estúdio MGM / United Artists após o primeiro filme. A Universal então comprou os direitos da franquia. Catherine Hicks (Karen) e Kevin Yagher (o criador do Chucky) se conheceram no set de filmagens e se casaram um ano depois. Howard Franklin contribuiu para o roteiro do filme, mas até hoje não teve o seu nome creditado ao final. Em uma entrevista, Don Mancini disse que o roteiro de Brinquedo Assassino foi em um primeiro momento uma sátira das campanhas de propaganda marketing para as crianças, mas depois a ideia cedeu lugar a um filme de horror. O filme foi lançado na mesma data, 9 de novembro de 1988, que a cena de abertura, na qual o serial killer Charles Lee Ray transfere sua alma para o boneco. No enredo original, Andy corta a sua própria mão e faz um pacto de sangue com Chucky, o que transforma o boneco em humano. Brinquedo Assassino traz uma ideia presente em outros filmes de Tom Holland: as pessoas veem coisas sobrenaturais, mas ninguém acredita nelas. Essa ideia pode ser vista em filmes como Scream for Help, Cloak & Dagger e Fright Night. A loja de brinquedos na primeira cena do filme era na verdade um restaurante chinês que foi fechado em Chicago. Don Mancini e John Lafia foram barrados do set após ameaçarem processar Tom Holland em uma disputa por créditos. O filme foi produzido com um orçamento de 9 milhões de dólares e faturou mais de 33 milhões de dólares apenas nos Estados Unidos. Foram criados nove modelos de bonecos, sendo um para cada tipo de movimento. Um por exemplo, que ficava em pé, outro que caminhava e aqueles que poderiam ser arremessados para as cenas de maior violência. Os movimentos dos bonecos eram acionados por controle remoto. Andy foi o único papel promissor do ator Alex Vincent. Em 1993 Vincent atuou no filme “My Famile Treasure” e desde então desapareceu dos cinemas, em 2013 ele reprisa novamente seu papel de Andy Barclay na cena pós créditos de Curse of Chucky. O diretor Tom Holland e o ator Chris Sarandon (Detetive Mike Norris) já haviam trabalhado juntos anteriormente em outro filme de terror de sucesso, chamado “Fright Night” (no Brasil, A Hora do Espanto), no qual Sarandon faz o papel de um vampiro. O filme da saga em que há mais mortes é “A noiva de Chucky” com doze mortes. No filme, Chucky nunca mata crianças, somente pessoas adultas.

curse_of_chucky_collage_by_sonicshadowlover13-d6sbzy5

Brinquedo Assassino 2 (1990):

Direção John Lafia, roteiro Don Mancini, elenco Alex Vincent, Jenny Agutter, Chritine Elise e Brad Dourif.

Sinopse: Chucky está de volta! O notório boneco assassino com sorriso satânico volta à vida neste novo capítulo, mostrando a aterrorizante luta entre o jovem Andy Barclay e o boneco demoníaco tentando se apoderar de sua alma. Apesar de ter sido torrado em sua última escapada, Chucky ressurge das cinzas após ser reconstruído por uma fábrica de brinquedos, para desfazer a publicidade negativa. Inteiro de novo, Chucky segue sua vítima até um lar adotivo, onde a caçada começa novamente nesta maldosamente inteligente sequência.

Curiosidades: O Filme possui um final alternativo exibido somente para TV americana, Nesse Final é mostrado que pouco depois que a cabeça de Chucky explode um pedaço dela cai dentro do tonel de plástico derretido formando uma nova cabeça de boneco que termina sorrindo para as câmeras, além do final alternativo o filme também possui cenas excluídas que também foram exibidas somente pra TV americana.

chucky_wallpaper_by_thedarkenedkeeper-d5cbzhf

Brinquedo Assassino 3 (1991):

Direção Jack Bender, roteiro Don Mancini, elenco Justin Whalin, Perrey Reeves, Brad Dourif, Andrew Robinson, Perrey Reeves, Jeremy Sylvers, Peter Haskell, Dakin Matthews, Travis Fine, Dean Jacobson e Matthew Walker.

Sinopse: Após oito anos, o garoto Andy Barclay que era perseguido pelo boneco assassino Charles Lee Ray, se tornou um adolescente matriculado em uma academia militar. A companhia que fabricou o brinquedo Good Guys acredita que, depois de todo este tempo, a má publicidade em virtude dos trágicos acontecimentos tinha acabado. Assim, eles fabricam o terrível boneco outra vez usando o material antigo, o que faz com que mais uma vez o espírito do serial killer voltar á vida. Porém, ao procurar seu antigo dono, o boneco cai nas mãos de um outro garoto chamado Tyler. Diante deste quadro, o demoníaco brinquedo considera muito mais fácil transferir sua alma para esta inocente criança, mas o antigo dono sabe que o espírito do assassino está vivo outra vez e pretende fazer algo para detê-lo. Agora, resta a Andy ajudar o pequeno Tyler e acabar de vez com Chucky.

Curiosidades: Todo trabalho de dublagem de Brad Dourif foi feita antes das cenas, para que pudessem combinar a voz com o movimento da boca do boneco. Por causa disso, Brad Dourif raramente aparecia no set de filmagens durante as cenas com o boneco. Assim, gravações de sua voz eram tocadas para que Justin Whalin (Andy) pudesse atuar e falar o texto, como se Brad estivesse lá. Sob pressão da Universal, o roteirista Don Mancini foi chamado para escrever um terceiro filme antes mesmo do segundo ser lançado. Brinquedo Assassino 3 foi lançado apenas nove meses depois de Brinquedo Assassino 2. Mancini diz que esse filme é o seu menos favorito porque sentiu que suas ideias se esgotaram depois de Brinquedo Assassino 2, e o filme não teve uma história decente a seus olhos. O filme foi centro de um tabloide de pânico na Inglaterra, no jornal The Sun. Os jornalistas diziam que o filme tinha influenciado dois garotos a matar uma criança, Jamie Bulger, mas mais tarde foi admitido que nenhum deles havia visto Brinquedo Assassino 3. Brinquedo Assassino 3 é o único filme da franquia em que Chucky mata apenas homens, nesse filme Chucky não matou nenhuma mulher. Assim como Brinquedo Assassino 2, Brinquedo Assassino 3 também possui cenas excluídas que foram exibidas somente para a TV americana, em uma das cenas excluídas é explicado como Andy Barclay e Tyler se conheceram e se tornaram amigos, já que no filme original nunca foi mostrado como ambos se conheceram.

bride_of_chucky_collage_by_sonicshadowlover13-d6wnvnn

A Noiva de Chucky (1998):

Direção Ronny Yu, roteiro Don Mancini, elenco Jennifer Tilly, Katherine Heigl, Nick Stabile e Brad Dourif.

Sinopse: Tiffany, a namorada de Charles Lee Ray, o famoso serial killer, quando este era vivo, sente a falta dele desde que sua alma foi transferida para o boneco “Good Guys”. Assim, Tiffany consegue resgatar os restos de Chucky, que estavam sendo guardados como evidência policial, e com agulha, linha e uma caixa cheia de pedaços de velhas bonecas consegue refazer Chucky. Através de um ritual vudu ela faz com que a alma do seu ex-namorado volte para o boneco, mas o “casal” desentende-se e ela tranca-o numa pequena jaula e dá-lhe como “parceira” uma boneca vestida de noiva. Mas Chucky tem outros planos, conseguindo reverter a situação e matando Tiffany e transferindo a sua alma para a boneca. Chucky e Tiffany precisam de encontrar novos corpos, mas para isso precisam do amuleto que foi enterrado junto ao corpo de Chucky em Hackensack, New Jersey. Mas, como não podem ir para lá sozinhos, acabam envolvendo Jade e Jesse, um casal de jovens apaixonados. Jade e Jesse logo são apanhados por todo o país, pois todos os crimes que Chucky e Tiffany cometem é atribuído a eles e como não podem sequer imaginar que os bonecos são assassinos, Jade suspeita que Jesse é o criminoso e vice-versa. Assim Chucky e Tiffany precisam pegar o amuleto de Damballa para transferir a alma deles para Jade e Jesse, ou então ficaram bonecos para sempre.

Curiosidades: A Noiva de Chucky é o quarto de uma série (atualmente 7 filmes) de filmes de terror, muito famosa e de muito sucesso no mundo todo. Na cena inicial do filme, na Sala de Evidências onde o policial pega o saco com os pedaços de Chucky, é possível ver as máscaras de Michael Myers (Halloween), e Jason (Sexta-Feira 13), muitos bonecos (O Mestre dos Brinquedos), “A Caixa” do Creepshow (Creepshow), a Motosserra de Leatherface (O Massacre da Serra Elétrica), e a luva de Freddy Krueger (A Hora do Pesadelo). Um dos personagens do filme se chama Damien Baylock. No filme “A Profecia”, a criança satânica se chama Damien, enquanto sua babá devota, se chama Sra. Baylock. Um dos pôsteres promocionais de “A Noiva de Chucky” parodiava um dos pôsteres de “Pânico 2 (1997). A data dos jornais de Tiffany no início do filme e da tumba de Charles Lee Ray é 9 de Novembro de 1988, a data do lançamento do primeiro filme da série, Brinquedo Assassino. Julia Stiles era a primeira opção para o papel de Jade, mas acabou trocando por seu papel no filme “10 Coisas Que Eu Odeio em Você”. Quando o personagem de John Ritter é morto, seu rosto fica parecendo a cara de Pinhead (devido aos pregos que o atingiram), o vilão de “Hellraiser” (1987). Chucky indaga confusamente: “Por que isso me parece tão familiar?” De acordo com os comentários do diretor no DVD de “A Noiva de Chucky”, Chucky deveria dizer para o Chefe Warren (John Ritter), “Sorry, Jack, but three’s a crowd,” depois de matá-lo. Essa piada se refere ao fato de Ritter ter estrelado como “Jack Tripper” num seriado de sucesso na TV chamado “Three’s Company” (1977) e mais tarde interpretando o mesmo personagem em “Three’s a Crowd (1984)”. Mas no último minuto, o diretor deletou isso do roteiro por achar que seria uma piada forçada demais. Apesar de ter gerado boas críticas,o filme desapontou alguns fãs da serie devido a subida mudança no enredo da história e pela ausência do personagem Andy Barclay, que não foi mencionado em nenhum momento do filme,a única referência ao personagem aparece em um jornal no início do filme dizendo que um menino afirmava que boneco estava possuído pela alma de Charles Lee Ray. Brad Dourif foi o único ator que retornou nessa sequência. O filme é baseado em um clássico da universal ” A Noiva de Frankenstein ” de 1935 tanto que numa cena do filme é mostrado tiffany assistindo esse filme, e A Noiva De Chucky também é da Universal.

Seed-of-Chucky-chucky-96733_1024_768

O Filho de Chucky (2004):

Direção e roteiro Don Mancin, elenco Jennifer Tilly, Hannah Spearritt, Billy Boyd, Redman e Brad Dourif. Seed of Chucky é um filme norte-americano de 2004 dirigido por Don Mancini.

Sinopse: Um filme de terror sobre Chucky, o boneco assassino, está sendo rodado em Hollywood. Quando as filmagens têm início Glen, o boneco órfão de Chucky e Tiffany, decide partir para o local. Já em Hollywood Glen consegue ressuscitar seus pais, que estão sedentos por sangue e iniciam uma nova série de assassinatos. Porém o que o casal não contava era com a repulsa de Glen, que não quer seguir os passos do pai e também se tornar um assassino. Paralelamente Tiffany fica deslumbrada com o mundo do entretenimento, especialmente quando conhece sua atriz predileta, Jennifer Tilly, que está no filme sobre Chucky.

Curiosidaes: Muito parecido com o roteiro de O Novo Pesadelo – O Retorno de Freddy Krueger (1994), o filme trabalha mais ainda o humor, com pitadas de vida real em Hollywood. Na minha opinião, seu antecessor já era o suficiente e este enterra de vez a franquia.

Curse-of-Chucky-Cover

A Maldição de Chucky (2013):

Direção e roteiro Don Mancini, elenco Fiona Dourif, Danielle Bisutti, Chantal Quesnelle, Brennan Elliott e Brad Dourif.

Sinopse: Nica está de luto após o terrível suicídio de sua mãe, quando sua dominadora irmã Barb chega com sua família para resolver as pendências da mãe. Enquanto as irmãs discutem sobre o futuro de Nica, a filha de Barb se distrai com um boneco falante de cabelos vermelhos chamado Chucky, que chegou pelo correio misteriosamente. Mas, quando assassinatos brutais começam a aterrorizar a casa, Nica suspeita que o boneco tenha algo a ver com o banho de sangue. O que ela não sabe é que Chucky tem uma meta a cumprir. Ele está determinado a terminar o trabalho que começou há vinte e cinco anos, e desta vez chegará a um final sangrento e chocante.

Curiosidades: Fiona Dourif, que interpreta a protagonista Nica, é filha na vida real do ator Brad Dourif, que interpreta e dubla Chucky. A escalação de Fiona Dourif no elenco de Curse of Chucky (A Maldição De Chucky) foi sugestão de seu pai Brad Dourif. Alex Vincent retorna nesse filme reprisando novamente seu papel de Andy Barclay na cena pós-créditos do filme, A Cena mostra Andy Barclay recebendo um pacote misterioso pelo correio, ao colocar o pacote na mesa para abri-lo Andy recebe ligação de sua mãe Karen combinando o jantar de comemoração do seu aniversário,durante a conversa ele pergunta como está o Mike (o que deixa claro que Karen e o policial Mike se casaram depois da mesma sair do sanatório), enquanto ele conversa com sua mãe, Chucky começa a abrir a caixa com sua faca, durante esse processo podemos ver sobre sua cômoda um diploma da Escola Militar que Andy frequentou no 3º filme, além da foto de sua irmã adotiva Kyle e a foto dele criança com sua mãe (a mesma foto que Andy tinha no 2º e 3º filme), ao abrir a caixa Chucky olha com ódio a foto de Andy com sua mãe e ao olhar pra trás se espanta ao ver Andy com um rifle apontado em sua cabeça enquanto diz ao boneco ‘Brinque com isso’, Chucky diz ‘Andy’ num tom de espanto, enquanto Andy dispara atirando na cabeça do boneco assassino.

chucky2

Att.
Marcelo The Moura.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo