DESERTO – ONDE O CAÇADOR E A CAÇA SOBREVIVEM PELA FORÇA - NoSet
Cinema

DESERTO – ONDE O CAÇADOR E A CAÇA SOBREVIVEM PELA FORÇA

 

Imigração ilegal é o tema central do longa-metragem representante do México na disputa pela estatueta de5000 Melhor Filme Estrangeiro. Acompanhamos o mecânico Moises (Gael García Bernal) ao lado de outros latino-americanos guiados pelo coiote Lobo (Marco Perez) adentrando o escaldante e perigoso ambiente rumo a terra da liberdade. Ainda no mesmo deserto está Sam (Jeffrey Dean Morgan) e seu cachorro Rastreador juntos praticam a caça esportiva, seja coelho, seja mexicano. A partir daí, começa a luta pela vida.

Dirigido, produzido e escrito por Juan Cuarón, esse thriller dramático é sua primeira direção de filme após uma longa carreira como roteirista. Mais do que filme social e humanista sobre os humildes cidadãos do terceiro mundo e os malvados e cruéis imperialistas ou sobre a força do nacionalismo e a defesa da vida e a cultura americana. Muito além desse maniqueísmo sociológico, está o ser humano em si, todos têm sua voz nessa coprodução França e México.

O roteiro apresenta surpresas e reviravoltas, não há momentos de calmaria entre as sequências de perseguição. Há sangue, morte e perigo nas cenas. Quando acaba, restam lágrimas, dor e sofrimento para as personagens. Nada de brigas, reflexões profundas ou romance tal qual os clichés do gênero. Sobrevivência acima de tudo não importa de qual jeito.
Ele é filho do diretor Alfonso Cuarón, vencedor do Oscar de Melhor Direção por Gravidade. Por ser roteirista do filme do primeiro diretor hispânico e mexicano a vencer tal categoria, a façanha lhe rendeu o prêmio Alexander Korda de melhor filme britânico no BAFTA, premiação de cinema da Grã-Bretanha. A partir daí ele começa a trilhar seu próprio caminho com o pai na produção.
Gael representa um protagonista humanista e solidário sem parecer forçado, diferente dos galãs de novelas que costumava atuar e possui uma versatilidade para mudar suas emoções conforme as situações. Jeffrey reprisa o papel de FDP muito consagrado pelo público como Negan em The Walking Dead e o Comediante em Watchmen.

O cenário não está lá apenas para testar a força de protagonista, vilão e coadjuvantes, ela existe para ajudar na construção da trama. A vastidão de areia demonstra a solidão e isolamento, o pôr do sol anuncia a tristeza e o desolamento, as rochas e os cactos podem ajudar ou atrapalhar. Para ajudar nesse mise-en-scène, a câmera pode dar tremidas em cima do carro ou ser o olho dos personagens tentando enxergar a distância. Ou simplesmente ser a plateia dessa jornada.

https://www.youtube.com/watch?v=1_CcF1VNhL8

Com isso, o filme apresenta uma boa opção para quem busca thriller do subgênero jogo de cão e gato.

Diretor: Juan Cuarón

Roteiro: Juan Cuarón

Elenco: Gael García Bernal, Jeffrey Dean Morgan, Alondra Hidalgo, Marco Perez.

Sinopse: Moises (Gael García Bernal) está viajando com um grupo de pessoas que tenta atravessar pela fronteira do México com os Estados Unidos, buscando uma nova vida no norte. No caminho eles se deparam com um solitário homem, Sam (Jeffrey Dean Morgan), que assumiu as funções da patrulha na fronteira em suas mãos racistas. Todos terão de achar um jeito de sobreviver nessa paisagem incrivelmente brutal antes do deserto consumi-los.

1 Comentário

1 Comentário

  1. Pingback: "Deserto" estreia nesta quinta feira - NoSet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo