Voltando a ser criança! - NoSet
Cinema

Voltando a ser criança!

O Noviço Rebelde

Acho quase impossível não se ser nostálgica na semana do dia das crianças, o que também se aplica aos filmes que se assistia quando era criança. É muito fácil pensar em animações voltada aos pequenos, muitos desenhos ainda vivem em minha memória, mas há filmes com “pessoas de carne e osso” que convivem.

Neste caso o filme que mais me lembro é um brasileiro, “O Noviço Rebelde”, do ano de 1997. É esse mesmo que vocês está pensando, com Renato Aragão, ou melhor, Didi Mocó Sorrisal e grande elenco. O filme é inspirado no clássico “A Noviça Rebelde” (“The Sound of Music” – 1965).
Queria ser fina o suficiente para fazer a comparação entre o clássico dos EUA e a paródia que se ambienta entre Ceará e Rio de Janeiro, mas ainda não assisti “A Noviça Rebelde”, tudo que sei dizer é que em ambos os filmes o protagonista saí do convento (ou afim) e acaba se tornando governanta de um rico empresário.

O Noviço Rebelde

Na versão brasileira, Didi Mocó é um sacristão em uma capelinha de uma cidade pequena do Ceará. O padre conta com a ajuda de Didi para salvar o confessionário depois de uma forte tempestade na região, a razão de tanta preocupação com o móvel é que este guardava um mapa de um grande tesouro e o coronel da região tinha muito interesse nisso. Justamente por causa desse interesse da “autoridade” da região, Didi se ver obrigado a fugir dali. Consegue chegar ao Rio de Janeiro, onde reencontra uma amiga antiga, Maria do Céu, que trabalha na casa de um grande empresário, Dr. Felipe. Didi, como toda sua lábia, é contratado por Felipe par ser alguma coisa comparado com governanta. Em outras palavras, ele é a babá dos 04 filhos do empresário.

Didi percebe que as crianças são carentes de carinho dentro de casa, uma vez que a mãe já morreu há alguns anos e o pai se dedica completamente ao trabalho. Ele se torna amigo das crianças, apesar delas terem sido um pouco ariscas no começo. A aproximação é tanta que elas pedem ao pai para passarem alguns dias no Ceará no verão.

O Noviço Rebelde

Por lá Didi consegui mostrar a Felipe que ele precisava dar mais atenção aos filhos, unir o empresário com Maria do Céu, que é apaixonada pelo chefe, desmascarar o coronel que o perseguia e ficar com a ex-esposa dele. Além disso, os filhos mais velhos de Felipe ganham um concurso de talentos ocorrido no hotel (Beach Park, na verdade).

Logicamente que hoje eu vejo o quanto algumas coisas do filme são muito exageradas, outras sem sentido e outras nem vejo tanta graça hoje, mas muita mensagem é passada ali e muitas risadas valeram muito a pena. Na verdade isso é uma característica que eu vejo em quase todos os filmes de Renato Aragão, toda graça guarda uma razão mais séria.

O elenco desse filme é uma outra razão para assistir este filme. Além do emblemático Renato Aragão, tinha Sandy e Junior. Eu sempre fui grande fã deles e sou até hoje. O melhor de tudo é que eles também cantam no filmes, o que o torna um musical.

O Noviço Rebelde

Não posso esquecer dos demais artistas. O padre amigo de Didi é Cláudio Correia e Castro (“Anjo Mau”, “Chocolate com Pimenta”, etc); Dr. Felipe é vivido por Tony Ramos (“Caminho das Índias”, “Passione”, etc); Maria do Céu é interpretada por Patrícia Pillar (“Sinhá Moça”. “A Favorita”, etc); a esposa do coronel é Luma de Oliveira. Além desses, há outras participações, como a de Gugu Liberato.
Enfim, isso é a recomendação da semana da criança, tenho certeza que se você foi criança nos anos 90, começo dos 2000, já conhecem, mas assistam novamente para voltar a sua infância por, pelo menos, um dia!


Beijinhos e até a próxima.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo