Hebe - A Estrela do Brasil é um dos destaques do Festival de Cinema de Gramado - NoSet
Curiosidades

Hebe – A Estrela do Brasil é um dos destaques do Festival de Cinema de Gramado

Filme sobre a grande diva da TV brasileira é protagonizado pela atriz Andrea Beltrão e tem estreia prevista para 26 de setembro nos cinemas

HEBE – A Estrela do Brasil, filme baseado na história da famosa apresentadora Hebe Camargo, vai participar do Festival de Cinema de Gramado, um dos mais tradicionais do país, que em 2019 acontecerá de 16 a 24 de agosto. O evento marcará a estreia do filme para o público em exibição no dia 21 de agosto, que contará com a presença do diretor, Maurício Farias, e de parte do elenco e equipe: Andrea Beltrão, Danton Mello, Marco Ricca, Carolina Kotscho (roteirista e produtora), Claudio Pessuti (produtor e sobrinho da apresentadora), Lucas Pacheco, Fernando Nogueira e Clara Ramos (produtores) e Luciane Nicolino (diretora de arte).

A coletiva de imprensa sobre o longa está prevista para o dia 22 de agosto, com horário ainda a confirmar.
O longa foi selecionado para a mostra de competição e concorre nas categorias de Melhor Filme, Melhor Atriz (Andrea Beltrão), Melhor Direção (Maurício Farias), Melhor Roteiro (Carolina Kotscho), Melhor Fotografia (Inti Briones), entre outras.

 

“Não poderia existir melhor lugar para a primeira exibição de HEBE – A Estrela do Brasil do que o Festival de Gramado. O filme será apresentado em uma cidade e para um público que respira o cinema nacional e estamos ansiosos por esse momento”, afirma Maurício Farias.
O longa da Loma Filmes em coprodução com a Warner Bros. Pictures, 20th Century Fox, Globo Filmes, Hebe Forever e Labrador Filmes, com distribuição da Warner Bros. Pictures, traz Maurício Farias na direção, roteiro de Carolina Kotscho, Inti Briones na direção de fotografia e a atriz Andrea Beltrão interpretando a rainha da televisão brasileira Hebe Camargo na década de 80.
O elenco de HEBE – A Estrela do Brasil ainda conta com Gabriel Braga Nunes, Danilo Grangheia, Otávio Augusto, Claudia Missura, Karine Telles e Daniel Boaventura.

Sobre o filme: São Paulo, anos 80. O Brasil vive uma de suas piores crises e Hebe aparece na tela exuberante: é a imagem perfeita do poder e do sucesso. Ao completar 40 anos de profissão, perto de chegar aos 60 anos de vida, está madura e já não aceita ser apenas um produto que vende bem na tela da TV. Mais do que isso, já não suporta ser uma mulher submissa ao marido, ao salário, ao governo e aos costumes vigentes.
Durante o período de abertura política do país, na transição da ditadura militar para a democracia, Hebe aceita correr o risco de perder tudo que conquistou na vida e dá um basta: quer o direito de ser ela mesma na frente das câmeras dona de sua voz e única autora de sua própria história.
Entre o brilho da vida pública e a escuridão da dor privada, Hebe enfrenta o preconceito, o machismo, o marido ciumento, os chefes poderosos e a ditadura militar para se tornar a mais autêntica e mais querida celebridade da história da nossa TV: uma personagem extraordinária, com dramas comuns a qualquer um de seus milhões de fãs.

 

 

Topo