Curiosidades: Sobre o filme Mogli – O Menino Lobo (2016) - NoSet
Cinema

Curiosidades: Sobre o filme Mogli – O Menino Lobo (2016)

A Disney tem liberado alguns vídeos curtos demonstrando os bastidores e os efeitos especiais lindos e impressionantes no filme Mogli: O Menino Lobo, podemos perceber também a compreensão e a genialidade do diretor Jon Favreau que demonstra tranquilidade e passa uma segurança impressionante, ele está sempre presente no set de filmagem com jovem ator Neel Sethi.

Outro ponto interessante e delicado de Jon Favreau, o diretor decidiu cria a cobra Kaa como um personagem feminino devido excesso de personagens masculinos no filme, e temos a linda voz e a única não presente nas gravações de dublagens devido a gravidez de Scarlett Johansson, ela teve liberdade de gravar os áudios encaminhar para equipe técnica.

Outro ponto forte é a dublagem acompanhado de perto pelo diretor, gravadas por grandes atores: Bill Murray (o urso Baloo), Idris Elba (o tigre Shere Khan), Lupita Nyong’O (a loba Raksha) e Scarlett Johansson (a cobra Kaa), que faz você imergir e sentir a realidade da floresta e bichos criados em CGI, além disso a equipe técnica criou um dossiê com movimentos e comportamento de cada bicho e entregou para cada ator. Com isto os atores executaram os movimentos da melhor maneira possível na hora das filmagens com uso de motion capture.

No momento que Khan vai tentar pegar Mogli, o diretor Favreau assusta o garoto no estúdio para deixar a cena mais autentica:

Mogli – O Menino Lobo (2016): Disney Divulga Remix De “Trust In Me”, Cantada Por Kaa (Scarlett Johansson)

As referências utilizadas no longa foram com base na história do livro e na animação da Disney, a criação de cada elemento da floresta, casca da arvore, folha, mel, pedra e bichos foram feitas partir de 100 mil fotos de uma selva indiana, os bichos tiveram um cuidado especial, no caso do do Rei Louie no desenho original era um Orangotango. Já, na versão do novo filme, ele é um Gigantopithecus com outras expressões e formato no rosto para não impactar tanto as crianças pelo rosto e sim pelo tamanho, assim fica sendo uma espécie muito mais imponente, para demonstrar mais “poder” e compreendemos na cena a importância do roteiro.

A espécie da cobra Kaa é uma Piton, que tenta hipnotizá-lo com seus olhos de espiral para que então possa comê-lo, mas suas tentativas são frustradas por Baguera ou por Balu, no filme Kaa vive em um pântano, ele mistura elementos da vida real para criar suas próprias espécies em forma de fantasia.

Na Índia não existem Ursos, talvez por isto temos Baloo vivendo do outro lado da floresta para retratar uma espécie que seja grande e ao mesmo tempo “inofensiva” e que de fato exista em algumas outras florestas, a equipe técnica revelou que para retratar a complexidade e tamanho do Baloo, levava 5 horas para cada Frame para renderizado para a versão final.E cada vez mais fico impressionado com exuberância visual, o “toque” cuidadoso do diretor e toda equipe de 800 artistas digitais dentro do estúdio, todas as cenas foram feitas dentro dos estúdios e não tem nenhum realismo a não ser o garoto se divertindo nas filmagens.

Leia nossa crítica sobre o filme:

Mogli – O Menino Lobo (2016) – Crítica sem Spoilers!

Veja sequência de vídeos:

1 Comentário

1 Comentário

  1. Pingback: SetCast - Mogli: O Menino Lobo - NoSet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo