Crítica: Logan Lucky - Um roubo em família - NoSet
Cinema

Crítica: Logan Lucky – Um roubo em família

Família Unida, forma uma quadrilha…


Os Logan são conhecidos por sua maré de azar. Jimmy (Channing Tatum) já foi uma promessa no futebol americano da escola mas, devido a uma injúria, agora faz bicos pra sobreviver. Clyde (Adam Driver) é veterano da Guerra do Iraque onde perdeu um braço e cuida do bar local. Após uma briga com o competidor da NASCAR (Seth MacFarlane) com direito ao incêndio no carro como represália, os irmãos elaboram um plano de roubo ao cofre da pista de corrida durante a grande corrida de carros.

Para isso contam com ajuda de Joe Bang (Daniel Craig) um arrombador de cofres profissional que cumpre pena na penitenciária, dos irmãos sem-noção dele (Brian Gleeson & Jack Quaid) e da cabeleireira e maquiadora Millie Logan, a irmã caçula (Riley Keough). Formada a quadrilha e seguindo uma lista de passo-a-passo para crimes perfeitos de Jimmy, tem inicio o roubo mais ousado de um caipira: roubar a NASCAR.

O interessante do enredo é o não-uso de aparelhos tecnológicos sofisticados e sim de gambiarras e itens caseiros para realizar o roubo bem como das estratégias mirabolantes para manterem seus álibis. As locações foram o Circuito Motor de Atlanta e captura de imagens da Bank of America 500 na Carolina do Norte, capitais das corridas de carro.
O diretor Steven Soderbergh, embora premiado com a Palma de Ouro de Cannes por Sexo, Mentiras e Videotape, é mais conhecido por dirigir a trilogia Onze Homens e um Segredo, um filme sobre assalto a banco de maior sucesso comercial. Esse trabalho representa a sua volta da aposentadoria a convite do ator principal Channing Tatum e uma homenagem a trilogia sucesso de bilheteria.

A identidade da roteirista Rebecca Blunt permaneceu como um golpe de marketing entre diretor e elenco, pois nunca houve sua presença física no set, ao contrário da indústria brasileira, é vital para a produção hollywoodiana. Houve suspeitas de uma britânica estreante ou o próprio Soderbergh se comunicando através de email com membros da equipe. No final, foi descoberto ser o pseudônimo da esposa do diretor, Jules Asner.
Além disso, ele cuidou pessoalmente da distribuição internacional do longa sem ajuda dos grandes estúdios para ter controle criativo de marketing e maior retorno financeiro, assim a bilheteria internacional não precisava ser tão alta para evitar prejuízo.

Pra quem gosta de corridas de carro e filmes de crime, então essa é uma boa pedida.

Direção: Steven Soderbergh

Roteiro: Rebecca Blunt

Elenco: Channing Tatum, Adam Driver, Daniel Craig, Seth MacFarlane, Katherine Waterston, Riley Keough, Sebastian Stan, Katie Holmes, Hilary Swank, Katherine Heigl

Sinopse: Durante uma corrida de automóveis da NASCAR, o maior campeonato de Stock Car dos Estados Unidos, uma dupla de irmãos caipiras tenta realizar um ambicioso assalto.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo