Christopher Lee (1922 – 2015): - NoSet
Cinema

Christopher Lee (1922 – 2015):

Salve Nosetmaníacos.

c10

Christopher Lee (1922 – 2015): Christopher Frank Carandini Lee, Nascimento 27 de maio de 1922 Londres, Inglaterra, Nacionalidade Reino Unido britânico, falecido em 07 de junho de 2015 (93 anos), ocupação Ator, cantor, escritor, casado com Birgit Krønckee (1961-2015), foi um ator britânico conhecido por sua versatilidade e longevidade cinematográfica, além de um notório cantor de metal progressivo. Começou sua carreira no teatro, desde cedo dedicando-se a papéis de malfeitores. Seu primeiro personagem foi Rumpelstiltskin, antagonista do conto homônimo dos Irmãos Grimm. Lee ficou conhecido mundialmente interpretando o Conde Drácula, personagem que encarnou por diversas vezes pelos estúdios da britânica Hammer Film Productions. Atuou também na trilogia O Senhor dos Anéis e em dois filmes da trilogia O Hobbit interpretando o personagem Saruman. Sua carreira também foi marcada pelos filmes dirigidos por Tim Burton, como A Lenda do Cavaleiro sem Cabeça, A Fantástica Fábrica de Chocolate e Sombras da Noite, e emprestou a voz a personagens de A Noiva Cadáver e Alice no País das Maravilhas. Também atuou como Conde Dookan em Star Wars episódios II e III. Sua carreira foi bastante prolífica, com mais de 200 produções. Em 2009, ganhou o título de Cavaleiro Real. Além disso narrou vários álbuns da banda Rhapsody of Fire. Era ligado a PETA, entidade que luta pelos direitos dos animais. Christopher Lee também foi voluntário em apoio ao exército finlandês durante a Guerra de Inverno contra a União Soviética, entre os anos 1939 e 1940. Foi casado com a ex-atriz e modelo dinamarquesa Gitte Lee, com quem tinha uma filha, chamada Christina Erika Lee. Lee morreu no dia 7 de junho de 2015, aos 93 anos no hospital Chelsea e Westminster, em Londres, onde estava internado por problemas de insuficiência cardíaca e respiratória. Lee é de uma geração de atores como poucos, talves seus iguais para história sejam os inesquecíveis Peter Cushing e Vincent Price, que junto com Lee faziam Os Mestre do Terror de sua geração, atores de filmes de terror com um nível de interpretação que nem precisava de efeitos especiais.

c7

Peter Jackson: O diretor Peter Jackson publicou em seu Facebook uma cartaz emocionada em que ele fala sobre sua relação com Christopher Lee, que faleceu recentemente. O cineasta trabalhou com o ator na saga “O Senhor dos Anéis” e recentemente em “O Hobbit“. Leia, na íntegra:

“Com tremenda tristeza que tomei conhecimento da morte de Christopher Lee. Ele tinha 93 anos, não teve sua habitual boa saúde por um tempo, mas o seu espírito manteve-se, como sempre, indomável. Christopher falava sete idiomas. Era, em todos os sentidos, um homem do mundo. Bem versado nas artes, política, literatura, história e ciência. Ele era um estudioso, um cantor, um contador de histórias extraordinárias e, é claro, um ator maravilhoso. Um dos meus passatempos favoritos ao visitar Londres era ver Christopher e Gitte, que me emocionou com histórias sobre sua vida maravilhosa. Eu gostava de ouvir e ele adorava contar histórias sobre seu tempo na Força Aérea na Segunda Guerra Mundial, os anos de terror em Hammer, e depois trabalhar com Tim Burton, que ele se sente imensamente orgulhoso. Fiquei muito feliz de estar trabalhando com Chris em cinco filmes e eu nunca deixei de sentir a emoção de vê-lo em conjunto. Eu me lembro dele me dizendo que no meu aniversário de 40 anos (era 80): ‘Você é a metade do homem que eu sou’. Seja metade do homem que Christopher Lee é mais do que eu poderia esperar. Ele era um verdadeiro cavalheiro, em uma era em que as pessoas não apreciam o cavalheirismo. Eu cresci amando filmes Christopher Lee. Para a maior parte da minha vida, eu fui cativado pelos papéis icônicos criadas por ele no começo e continuou décadas mais tarde. Em algum lugar ao longo do caminho, Christopher Lee, de repente, e magicamente, dissolveu-se e tornou-se meu amigo, Chris. E eu amo Chris ainda mais. Nunca haverá outro como Christopher Lee. Ele tem um lugar único na história do cinema e nos corações de milhões de fãs ao redor do mundo. O mundo será um lugar mais pobre sem ele. Minhas profundas condolências à Gitte, sua família e amigos. Descanse em paz, Chris. Um ícone do cinema tornou-se lenda”.

c3
Filmografia : The Battle of the River Plate (1956), The Curse of Frankenstein (1957), Dracula (1958), The Mummy (1959), The Hound of the Baskervilles (1959), The Gorgon (1964), The Face of Fu Manchu (1965), Dr Terror’s House of Horrors (1965), Dracula: Prince of Darkness (1966), The Devil Rides Out (1968), Dracula Has Risen from the Grave (1968), Scars of Dracula (1970), The Private Life of Sherlock Holmes (1970), Taste the Blood of Dracula (1970), Dracula AD 1972 (1972), Horror Express (1973), Death Line (1973), The Wicker Man (1973), The Three Musketeers (1973), The Four Musketeers (1974), The Man with the Golden Gun (1974), The Satanic Rites of Dracula (1974), To the Devil…a Daughter (1976), End of the World (1977), Circle of Iron (1978), Airport’77 (1977), Return from Witch Mountain (1978), Capitain America 2 (1979), 1941 (1979), Once Upon a Spy (1980), Star Trek II: The Wrath of Khan (1982), Safari 3000 (1982), Shaka Zulu (1987), Around the World in Eighty Days (1988), Gremlins 2: The New Batch (1990), Curse III: Blood Sacrifice (1991), Police Academy: Mission to Moscow (1994), Moisés (1995), A Feast at Midnight (1995), Soul Music (1996) (Voz), Wyrd Sisters (1996) (Voz), The Stupids (1996), Sleepy Hollow (1999), Jinnah (2000), The Lord of the Rings: The Fellowship of the Ring (2001), The Lord of the Rings: The Two Towers (2002), Star Wars Episode II: Attack of the Clones (2002), The Lord of the Rings: The Return of the King (versão longa somente) (2003), Les Rivières pourpres 2 – Les anges de l’apocalypse (2004), Star Wars Episode III: Revenge of the Sith (2005), Charlie and the Chocolate Factory (2005), Corpse Bride (2005), Pope John Paul II (2005), The Golden Compass (2008), Star Wars: The Clone Wars (voz) (2008), Triage (2009), Alice in Wonderland (2010), Season of the Witch (2010), The Resident (2010), Burke and Hare (2010), The Wicker Tree (2011), Hugo (2011), The Guardians of Childhood (2012), Dark Shadows (2012), The Hobbit: An Unexpected Journey (2012), Night Train to Lisbon (2012), The Hobbit: The Desolation of Smaug (2013) e The Hobbit: The Battle of the Five Armies (2014).

c8

Discografia Solo: Christopher Lee Sings Devils, Rogues & Other Villains (1998), Revelation (2006), Charlemagne: By the Sword and the Cross (2010), Charlemagne: The Omens of Death (2013), A Heavy Metal Christmas (2012), A Heavy Metal Christmas Too (2013), Metal Knight (2014), Let Legend Mark Me as the King (2012), The Ultimate Sacrifice (2012), Darkest Carols, Faithful Sing (2014), The Wicker Man soundtrack (1973), Hammer Presents “Dracula” With Christopher Lee (EMI NTS 186 UK/Capitol ST-11340 USA, 1974), The Soldier’s Tale by Stravinsky, com a Scottish Chamber Orchestra conduzida by Lionel Friend (Nimbus, 1986), Peter and the Wolf by Prokofiev, com a English String Orchestra conduzida by Yehudi Menuhin (Nimbus, 1989), Annie Get Your Gun (1995), The Rocky Horror Show (1995), The King and I (1998), Musicality of Lerner and Loewe (2002), Lord of the Rings: Songs and Poems by J. R. R. Tolkien (2003), Edgar Allan Poe Projekt – Visionen (2006), recitando o poema “O Corvo” e cantando a música “Elenore”, Battle Hymns MMXI (2010), albúm do Manowar e Fearless (2013).

 

Discografia com Rhapsody of Fire: Symphony of Enchanted Lands II: The Dark Secret (2004), como narrador, Triumph or Agony (2006), como narrador e Lothen, The Frozen Tears of Angels (2010), como narrador e Lothen, The Cold Embrace of Fear – A Dark Romantic Symphony (2010), como Wizard King e From Chaos To Eternity (2011), como Wizard King

Dublagem de jogos eletrônicos: Lee dublou 16 jogos eletrônicos para consoles, PC e portáteis ao longo da sua carreira. Ao contrário do que muitos acreditam, Lee não dublou Lei Shen em World of Warcraft: Mists of Pandaria, o personagem foi dublado por Paul Nakauchi.

c12

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Att.
Marcelo The Moura

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo