Carga Explosiva: O Legado que não Convence. - NoSet
Cinema

Carga Explosiva: O Legado que não Convence.

Salve Nosetmaníacos. Noset assistiu ao Reboot e não indica.

ce8

Carga Explosiva: O Legado (2015):
Direção: Camille Delamarre, elenco Ed Skrein, Ray Stevenson, Anatole Taubman e Loan Chabanol.

Sinopse:
Riviera Francesa, 2010. Frank Martin segue trabalhando como transportador de mercadorias perigosas, sem fazer qualquer pergunta sobre o que carrega. Um dia ele recebe uma ligação de Anna, que deseja contratá-lo. Eles combinam de se encontrar em um requintado restaurante e lá Frank recebe a tarefa de pegá-la em frente ao Banco de Mônaco.

ce7

Crítica:
Existem franquias se imortalizam pelo carisma do ator e não somente por seu roteiro ou sua história. Em filmes de ação, está é quase uma verdade suprema, é só conferirmos os novos Reboots como Conan, Mad Max, Total Recall, Prometheus, A Hora do Vampiro, Bourne, mas se vem com Legado no título, torço ainda mais o nariz, e agora é a vez de revisitarmos a franquia Carga Explosiva, a série que fez a carreira do famoso atleta olímpico, ator e lutador Jason Statham no papel de Frank Martin. O ator desempenhou o papel do protagonista nos três primeiros filmes da franquia: Carga Explosiva (2002), Carga Explosiva 2 (2005) e Carga Explosiva 3 (2008), que ficaram marcados tanto pela ação ininterrupta quanto pelo carisma de Statham que se saia de cada situação sem um arranhão ou mesmo um amarrotado no terno . Infelizmente Jason Statham optou por não participar da sequência, quando a EuropaCorp não concordou em pagar-lhe os apenas US$ 11 milhões, singela quantia que o mesmo pediu. A produtora optou então por fazer um reboot da série com o ator quase desconhecido Ed Skrein, que se juntou ao ator Ray Stevenson (pai de Frank no reboot) para fechar aquela parceria que antes era de Statham e François Berleand (Inspetor Tarconi). Aí está o maior problema do filme, pois a nova parceria não é engraçada, dinâmica e não funciona nem solo e nem em conjunto. Resumindo, apesar das várias lutas misturando de Krav Maga e artes marciais filipinas e as corridas de carros, o filme não decola de maneira nenhuma, dando até sono. Skrein até tenta ser um ator dinâmico e luta convincentemente, mas é só isso, não agrada na hora de atuar, principalmente se comparado ao Statham e sua cara de pau em situações que envolvem mulheres. Ray Stevenson parece melhorar com a idade e escolher melhor seus papéis, o ator que foi descoberto na série Roma, já atuou em filmes da Marvel como Thor e Justiceiro, até que se destaca melhor neste papel, mas não o suficiente para salvar o Reboot. O filme é um caça níquel bem feitinho, mas nem chega perto do sucesso da trilogia original.

ce6

Curiosidades:
No reboot o Inspetor Tarconi não aparece e a personagem Anna força Frank a derrubar os responsáveis pelo tráfico humano e prostituição. No filme original, Frank luta contra traficantes de escravos, que contrabandeiam pessoas ilegalmente da China para a França.

Att.
Marcelo The Moura.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo