Caminhos da Floresta - Into the Woods (2014): - NoSet
Cinema

Caminhos da Floresta – Into the Woods (2014):

Salve Nosetmaníacos. Noset gostou do sonolento musical.

622343-into-the-woods-wallpaper

Caminhos da Floresta – Into the Woods (2014):

Baseado no musical Into the Woods de Stephen Sondheim e James Lapine, Caminhos da Floresta é um musical produzido pela Walt Disney Pictures, dirigido por Rob Marshall, roteiro de James Lapine, elenco Meryl Streep, Emily Blunt, James Corden, Anna Kendrick, Chris Pine, Lilla Crawford, Daniel Huttlestone, Tracey Ullman, Christine Baranski, Mackenzie Mauzy, Billy Magnussen e Johnny Depp.

into-the-woods01

Sinopse: Um padeiro (James Corden) e sua esposa (Emily Blunt) desejam um filho, mas sofrem com uma maldição colocada por uma Bruxa (Meryl Streep) que encontrou o pai do padeiro roubando sua horta, que continha feijões mágicos, que também foram roubados. A maldição foi colocada porque quando os feijões foram roubados a Bruxa foi amaldiçoada com o feitiço da feiura (jogado pela sua mãe). A Bruxa diz que para quebrar as maldições serão necessários quatro itens: uma vaca branca como o leite; uma capa vermelha como sangue; uma mecha de cabelo amarelo como o milho; e um sapatinho tão puro como o ouro.

johnny_depp_the_wolf_into_the_woods-wide

Crítica: Divertido Musical da Disney satirizando seus clássicos de maneira inteligente, Into the Woods é uma bela obra despretensiosa do diretor Rob Marshall (Piratas do Caribe) com as ótimas participações de Meryl Streep como a Bruxa que puxa a história principal, indicada ao Oscar novamente por seu papel, e um hilário Johnny Depp como Lobo mal da história de Chapeuzinho Vermelho. Uma parada para comentar a atuação do queridinho da América Chris Pine (Star Trek). Pine é um ator que se destacou na franquia Star Trek como Cap. Kirk, mas que infelizmente fora disso só vem dando bolas fora em várias produções, mostrando infelizmente que é um ator sem talento e de um rosto só, ficando perdido em um filme que tem dois camaleões do cinema como Depp e Streep. Voltando ao filme, em uma leve comparação do que se esperar, Into the Woods segue a mesma linha da séries Once Upon a Time, a animação Deu a Louca na Chapeuzinho Vermelho ou Shrek, onde vários personagens dos contos de fadas vivem no mesmo reino encantado e demonstram sentimentos reais como inveja, desejo e medo, diferente dos Contos de Fadas onde as histórias são centralizadas em personagens puros, onde o mal e o bem não possuem meio termo. Infelizmente o filme não tem o mesmo ritmo de musicais como Chicago, Moulin Rouge ou o mesmo drama de Malévola, por isso torna-se cansativo em determinados momentos onde o roteiro não deslancha de maneira madura e convincente, ficando infantil até demais, mas se você gosta de musicais ou filmes da Disney, a proposta é engraçada com várias piadas sobre os contos de fadas. Com um baixíssimo orçamento US$40 milhões, o filme fez uma ótima receita em US$ 144 Milhões de bilheteria mundial e uma indicação ao Oscar coroou seu trabalho.

download

Att.
Marcelo The Moura.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo